Curiosidades

O que aconteceria se você jogasse uma bola em outros planetas?

0

sistema solar é formado pelo sol e mais 1.700 corpos celestes menores, entre cometas, asteroides e os planetas com seus satélites. Nosso sistema solar, fica em um dos espaços da Via-Láctea. Em suma, ele é formado pela estrela solar e por tantos outros corpos celestes ao seu redor. Destes, podemos citar a lua, asteroides, planetas e seus satélites, junto de tudo aquilo que estiver presente no espaço sideral.

Cientistas estudam o nosso sistema solar há anos e ainda várias questões não foram descobertas. Por mais que eles saibam como algumas as cosias se comportam quando feitas aqui na Terra, sempre fica a pergunta de como tal ação aconteceria se fosse feita em outro planeta.

Por exemplo, como seria o simples fato de jogar uma bola em outros planetas?  Felizmente, o cientista planetário James O’Donoghue montou uma animação bastante divertida para mostrar como e com qual rapidez a bola cairia se ela fosse jogada em outros lugares. Como por exemplo no sol, em Ceres, Júpiter, na lua e em plutão.

Jogar bola

A animação feita por O’Donoghue mostra uma bola caindo de uma altura de um quilômetro até a superfície de cada lugar. Essa queda é suposta como se não houvesse resistência do ar.

Vendo o vídeo é possível comparar que a bola leva 2,7 segundos para cair nessa distância se estiver no sol, já aqui na Terra ela demora 14,3 segundos para tocar o chão. “Isso deve dar uma ideia da atração que você sentiria em cada objeto”, disse.

E com relação à força da gravidade nos planetas contra o nosso? De forma curiosa, leva 13,8 segundos para a bola cair em Saturno e 15 segundos para ela tocar a superfície em Urano.

“Pode ser surpreendente ver planetas grandes terem uma atração comparável aos menores na superfície. Por exemplo, Urano puxa a bola para baixo mais devagar do que na Terra! Por quê? Porque a baixa densidade média de Urano coloca a superfície longe da maioria da massa. Da mesma forma, Marte tem quase o dobro da massa de Mercúrio, mas você pode ver o a gravidade da superfície é na verdade a mesma. Isso indica que Mercúrio é muito mais denso que Marte”, explicou O’Donoghue.

O lugar mais agitado para se jogar a bola é Ceres. Nele, a bola cai dos um quilômetro de distância em 84,3 segundos.

Experimento

Para criar essa animação, O’Donoghue teve a contribuição do astrônomo Rami Mandow. Além disso, ele usou um  folheto informativo planetário da NASA como sua referência.

E O’Donoghue também fez referência a um dos experimentos gravitacionais mais famosos já feitos. Que foi o experimento do astronauta Dave Scott na lua. Se você gostou desse vídeo da bola, O’Donoghue tem vários outros vídeos excelentes no seu canal  do YouTube. Dentre eles, tem um onde é possível ter uma visualização das velocidades necessárias para escapar da atração da gravidade em vários corpos do sistema solar.

Esse paciente de 39 anos foi o primeiro a receber implante cardíaco artificial

Matéria anterior

5 famosos que deixaram a Globo em 2021

Próxima matéria

Você também pode gostar

Mais em Curiosidades

Comentários

Comentários não são permitidos