CuriosidadesEntretenimento

O segredo japonês para criar crianças bem comportadas

0

Sem sombra de dúvidas o Japão é um país verdadeiramente fascinante. Os japoneses nunca deixam de surpreender o resto do mundo com a sua perseverança, auto-controle, com os esforços para viver em harmonia com a natureza, o senso de unidade e até a identidade nacional. Os japoneses realmente são um exemplo para o resto do mundo, e essas coisas que citamos são apenas algumas coisas de uma grande lista de como o caráter dos japoneses são bem desenvolvidos.

Todos nós desejamos que que os nosso filhos sejam honestos, e esse hábitos dependem de nós o ensinarmos. No Japão existe o conceito “Achado não é roubado”, e fiquem vocês sabendo que a maioria das coisas achadas no Japão são devolvidas para os donos. Para vocês terem uma ideia, depois do terremoto de 2011 os japoneses entregaram mais de 125 milhões em dinheiro para a polícia, que entregaram para os donos. Dinheiro, barras de ouro, tudo isso foi encontrado em cofres de casas e empresas e foram entregados para os donos.

001

Para ter um exemplo disso, o vídeo abaixo é um grande exemplo de como a população do Japão é honesta, desde as crianças até os adultos, confiram:

Mas o que faz com que as crianças do Japão sejam tão “bem criadas”? Uma das primeiras coisas que atinge os visitantes da Terra do Sol Nascente é o notável nível de entendimento entre as gerações. Parece que as crianças japonesas nunca tem acessa de raiva, a famosa “birra”. Uma das razões por essas coisas não acontecerem é uma tradição de séculos, que obriga os pais a sempre manterem seus filhos por perto.

2

Desde os tempos primários, as mães japonesas conseguiram fazer seu trabalho diário e cuidar de seus filhos ao mesmo tempo. No passado, as mães usavam um faixa para prender seus filhos no corpo, e assim elas ensinavam tudo para os seus filhos, explicando tudo o que elas estavam fazendo. Isso ajuda os filhos a se sentirem envolvidos na vida diária da sua família desde criança. Como resultado, as crianças muitas vezes aprenderam a falar antes mesmo de aprender a andar.

Mesmo nos dias de hoje, sempre que uma mãe japonesa vai em algum lugar e tudo o que ela faz, ela mantém seu bebê próximo, amarrado no barriga ou nas costas. Normalmente no Japão, as crianças passam os três primeiros anos de sua vida e casa com sua mãe, antes de ser inscrito no jardim de infância. Assim como no Brasil, existem creches no Japão, mas a maioria dos pais preferem cuidar de seus filhos em casa. No Japão também não é confiável deixar os filhos com os avós, já no Brasil, nem precisamos comentar o quanto nossas vós cuidavam da gente quando eramos criança.

002

Desde mais novos, uma criança no Japão é ensinada a estar atento aos sentimentos deles mesmo e de outras pessoas. Lá, as mães não são tem que dar educação para os filhos sozinhas, os pais japoneses estão sempre ajudando, tentando passar o máximo de tempo com as crianças, que estão sempre “regadas” de abraços, amor e atenção. Mães e pais evitam gritar com seus filhos, muito menos usar qualquer tipo de punição corporal.

homem

Desde a infância, as pessoas japonesas são ensinadas a importância de não ser um incômodo para os outros e de ser educado. Na cultura deles, é habitual expressar a insatisfação com a aparência e entonação, e as crianças japonesas sabem decifrar as mensagens não-verbais de seus pais.

Para, para tentarmos resumir porque as crianças japonesas são bem comportadas, elas nunca vão sentir a falta do amor materno e paterno, e isso todos vocês sabem que é muito importante. Desde muito cedo, eles aprendem os princípios de viver em uma sociedade coletivista, com um sistema de educação muito diferente dos usados em outros países, como no Brasil, por exemplo. Essa é uma maneira dos japoneses educarem os filhos, transformando crianças em pessoas disciplinadas, patrióticas e responsáveis.

E aí amigos, já sabiam como os japoneses criam suas crianças? Comentem!

7 coisas que as mulheres pensam secretamente sobre seus amigos homens

Previous article

17 fotos assustadoras que vão te fazer ter medo de água

Next article

Comments

Comments are closed.