No último dia 31, a Netflix adicionou em sua plataforma uma série que gerou muita repercussão nas redes sociais e as pessoas logo se viram tomadas pela história contagiante e misteriosa de uma jovem suicida. Os 13 porquês conta a história sobre a vida de Hannah Baker, ou melhor, como ela chegou ao fim. Inspirada no livro com o mesmo nome, a série se passa em uma pequena cidade e conta com diversas participações das pessoas do colégio da garota e como eles contribuíram para a sua decisão de tirar a própria vida.

O livro é narrado contando a história de Hannah e a peça chave para isso é o jovem Clay Jensen. Mas começamos pelo início. A garota quando decidiu tirar a própria vida, deixo uma caixa com 7 fitas, onde cada uma contava a história dela com uma pessoa envolvida. Cada um deveria ouvir e a regra era clara: Repassar para o próximo ou tudo que continha naquelas fitas viriam a tona para todo mundo. Assim que a caixa chega nas mãos de Clay, começa a história e os acontecimentos conseguem prender muito a atenção de todos.

A série segue muito bem o que é exposto no livro, e isso é o que mais tem atraído a atenção dos fãs que já conheciam a história e, pela quantidade de detalhes que não deixa a história vaga, conseguiu convencer mais pessoas. É um show de detalhes e uma relação entre o passado e o presente faz com que todos fiquem com aquele pequeno ar de dúvida e mais instigado para ver o próximo episódio e como ele acabará.

Publicidade
continue a leitura

O trabalho é marcante por abordar grandes e sérias questões sociais. A história aborda questões importantes como o bullying e o suicídio causado por isso. Diferente do livro, onde somente são apresentadas as pessoas e os motivos que levaram a jovem a se matar, a série resolve ir em porquinho além e mostrar o pós acontecimento, no caso, como cada pessoa prosseguiu sua vida após ouvir as gravações de Hannah, sempre comparando o passado com o presente e isso tudo envolvendo o jovem Rensen.

A série fez uma divisão perfeita onde cada episódio relata o que foi gravado em um lado de cada fita. Talvez os detalhes demasiados tenham deixado algumas pessoas sem paciência e confusas pois, se trata de uma história não tão longa assim e sentimos que estão colocando coisas de mais para conseguir preencher o espaço dos 13 episódios. Mas por outro lado, gostamos muito desse show de minimalismo pois faz com que algumas pessoas cheguem ao final de cada episódio compreendendo tudo que aconteceu e conseguindo um olhar mais crítico sobre tudo que está acontecendo.

Publicidade
continue a leitura

Outra coisa muito importante que a série relata é a dificuldade de encarar a adolescência de frente e o quanto isso pode ser relativo entre os alunos dessas escolas liberais dos Estados Unidos. Hannah que não conseguiu lidar com a pressão do bullying, Clay que passa por diversas crises existenciais durante a série e os envolvidos que ficam um tanto desnorteados após ouvir sua participação na história da garota e passam a enxergar as suas atitudes com outros olhos.

O elenco é formado por quase todos novatos e acredite, não deixaram a desejar em suas atuações. Trabalhando com muita harmonia e entrosamento, os atores deixaram quem aguardavam bastante surpresos. 13 Reasons Why lembra muito aquelas séries juvenis estilo As Vantagens de Ser Invisível ou 10 Coisas Que Eu Odeio Em Você, mas logo podemos perceber que são assuntos sérios demais para ser tratado dessa forma. Como já dissemos, aborda questões que devem ser abordadas, como: depressão, bullying, desrespeito como um todo e o mais importante, como as coisas que achamos ser simples podem acabar com a vida de outra. Melhor dizendo, o famoso "mimimi" pode ser mais sério do que imaginamos.

Publicidade
continue a leitura

Em uma escala de 0 a 10, comparando a história do livro com a adaptação para a série, avaliamos em 9. Como explicamos acima, os detalhes são importantes mas de forma exagerada podem levar algumas pessoas a se confundirem e ficarem perdidas, não só muito claro e explicado como para outras.

E aí, você assistiu a série? O que achou? Comenta pra gente aí em baixo.

Publicado em: 03/04/17 14h16