icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Órgão misterioso no centro da cabeça humana é descoberto

POR Bruno Dias EM Curiosidades 21/10/20 às 18h00

capa do post Órgão misterioso no centro da cabeça humana é descoberto

corpo humano é uma verdadeira máquina. Cada pedacinho de nós está interligado, garantindo todo o bom funcionamento, que nos permite viver e caminhar sobre a Terra. São muitos quilômetros de vasos sanguíneos, milhões de pelos e células, onde cada um exerce uma função específica, para nos manter protegidos e vivos.

O corpo humano é uma das máquinas mais incríveis que existem no mundo. E até hoje, ele surpreende os pesquisadores. Tanto é que pesquisadores médicos fizeram uma descoberta anatômica bem surpreendente.

Achado

Eles encontraram o que parece ser um conjunto misterioso de glândulas salivares escondidas dentro da nossa cabeça. Esse conjunto, de algum jeito nunca tinha sido percebido pelos cientistas durante séculos até agora.

E esse conjunto desconhecido foi identificado acidentalmente pelos médicos da Holanda. Eles estavam examinando pacientes com câncer de próstata com um tipo de varredura avançada chamada PSMA PET/CT.

Então, quando combinada com as injeções de glicose radioativa, essa varredura mostra os tumores no corpo. Mas nesse caso, ela mostrou uma coisa totalmente diferente aninhada na parte de trás da nasofaringe.

"As pessoas têm três conjuntos de glândulas salivares grandes, mas não lá. Até onde sabemos, as únicas glândulas salivares ou mucosas na nasofaringe são microscopicamente pequenas, e até 1.000 estão uniformemente espalhadas por toda a mucosa. Então, imagine nossa surpresa quando as encontramos", disse o oncologista Wouter Vogel, do Instituto do Câncer da Holanda.

Glândulas

As glândulas salivares são as que produzem a saliva que é essencial para o nosso sistema digestivo. E a maior parte desse fluido é produzido pelas três glândulas salivares principais. Elas são conhecidas como glândulas parótida, submandibular e sublingual.

Além delas, existem cerca de mil glândulas salivares menores em toda a cavidade oral e no trato aerodigestivo. Contudo, elas são bem pequenas para serem vistas num microscópio.

No entanto, a descoberta feita por Vogel e sua equipe é bem maior. E ela mostra o que parece ser um par de glândulas,que foi esquecido. Que seria, na verdade, o quarto conjunto de glândulas salivares principais. Ele fica localizado atrás do nariz e acima do palato, perto do centro da nossa cabeça.

Os pesquisadores sugerem que essas  glândulas não foram encontradas antes por estarem em um lugar anatômico pouco acessível, que é embaixo da base do crânio. Isso fez com que elas ficassem difíceis de serem distinguidas endoscopicamente.

Contudo, eles dizem ser possível que as aberturas dos dutos foram notadas pelo que elas são, ou seja, parte de um sistema de glândulas maiores.

Futuro

E apenas as técnicas de imagens mais recentes de PSMA PET/CT conseguiram detectar essa estrutura como sendo uma glândula salivar. Isso porque ela vai muito além das capacidades de visualização de outras tecnologias como por exemplo, o ultrassom, tomografia computadorizada e ressonância magnética.

Vogel e sua equipe admitem que pesquisas adicionais em um grupo maior e mais diverso ainda são necessárias para que as descobertas deles sejam validadas. Eles dizem que essa descoberta dá outro alvo a ser evitado nos tratamentos de radiação nos pacientes com câncer, até porque as  glândulas salivares são altamente suscetíveis aos danos da terapia.


Próxima Matéria
avatar Bruno Dias
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest