Os 6 vírus mais devastadores da história da computação

POR Thamyris Fernandes    EM Ciência e Tecnologia      24/11/14 às 23h41

Verdadeiro pesadelo para quem depende da internet e dos computadores para viver, os vírus são formas perturbadores de ataque no mundo online. Ao contrário do que muita gente pode pensar, esses códigos maliciosos não são coisas simples e seus resultados podem ser devastadores, muitas vezes comprometendo de forma irreparável uma máquina, roubando seus dados e até mesmo a submetendo ao controle de hackers há milhares de quilômetros de distância.

É por isso que os vírus ou malwares, como também são conhecidos; fazem parte de discussões acirradas hoje em dia, quando o assunto do momento são formas eficientes de segurança e privacidade na web.

Para que você entenda melhor do assunto e para que conheça algumas das ameaças online que mais prejudicaram o mundo da internet nos últimos tempos, listamos abaixo os vírus mais severos da história da computação. Confira:

1. MyDoom

1

Dentre as ameaças que mais deixaram os especialistas da computação em alerta aconteceu em 2004. Seu dono nunca foi revelado, mas o vírus ficou conhecido como MyDoom. Ele apareceu em fevereiro daquele ano e foi disseminado por meio de e-mails. De acordo com o pessoal que identificou o malware, sua missão era causar danos ao usuário final e forçava o computador infectado a criar um ataque DDOS contra a SCO Group, uma companhia norte-americana que desenvolve softwares.

Ele teria sido desenvolvido para atacar durante 12 dias, mas muitas brechas foram abertas em seu funcionamento e ele continuou sendo porta de entrada para outros vírus durante um bom tempo. Grandes empresas e muita gente acabou sofrendo sérios prejuízos com esse episódio!

2. Melissa

2

Esse vírus causou grandes prejuízos até mesmo a empresas como Microsoft, Intel, entre outras do setor público americano. Aliás, ele foi disseminado em 1999, por meio de um arquivo DOC, que as pessoas recebiam por e-mail, acompanhado pela mensagem "Aqui está o documento que você me pediu, não o mostre para mais ninguém"...

Isso foi o suficiente para infectar milhares de computadores pelo mundo, especialmente porque o vírus forçava seu redirecionamento para os 50 primeiros contatos da agenda dos endereços que ele havia invadido. Apesar de ter causado danos milionários, seu criador, conhecido como Smith, recebeu uma sentença considerada leve: 20 meses de prisão e multa de US$ 5 mil. Ele também foi proibido de acessar redes de computador sem a autorização do tribunal.

3. Storm Worm

3

O vírus foi descoberto em 2007 e enviava aos e-mails dos internautas uma notícia aparentemente inofensiva sobre uma forte tempestade na Europa, que teria matado 230 cidadãos. Assim que a pessoa clicava na mensagem, seu computador era infectado com um potente Cavalo de Tróia.

Mas se você acha que isso foi tudo, uma surpresa: havia uma versão ainda mais perigosa do vírus, que fazia da máquina infectada um zumbi, submetido às vontades do hacker que o havia criado.

O Storm Worm é considerado um dos vírus mais marcantes da História por porque seu criador jamais foi conhecido e porque, vira e mexe, o malware é utilizado até hoje, claro que com versões renovadas. Esse último detalhe, aliás, é um dos pontos que torna difícil apontar a quantidade de pessoas atingidas pelo script.



4. ILOVEYOU

4

Tudo começou com um estudante frustrado, que teve seu trabalho rejeitado na faculdade. O filipino Onel de Guzman, então, decidiu dar uma lição no seu professor um dia antes de sua formatura e mandou esse presentinho para o mundo, em maio de 2000.

Aliás, as vítimas do tal malware recebia uma mensagem que supostamente continha uma carta de amor de um admirador secreto. Quando a pessoa clicava no texto, um script fazia configurações não autorizadas no Internet Explorer e retransmitia a mesma mensagem para todos os contatos da agenda infectada. Mais de 80 milhões de máquinas foram invadidas na ápoca (incluindo computadores do Pentágono e da CIA).

5. The Blaster Worm

5

Esse vírus surgiu em 2003 e escravizava os computadores infectados, a fim de organizar um ataque em massa contra o site de atualização do Windows. Além disso, as máquinas também apresentavam instabilidade no sistema e fechavam o SO sem nenhum motivo.

Não foram só os computadores domésticos os que sofreram prejuízos com o vírus. O sistema ferroviário dos Estados Unidos também foi danificado, assim como a intranet da marinha americana. A estimativa é de que pelo menos 188 mil máquinas foram contaminadas, somente dois dias após ter o malware ter sido descoberto.

6. Sasser

6

Esse, conforme quem entende do assunto, foi o primeiro vírus a se espalhar sem a "ajuda' de usuários. O Sasser surgiu em 2004 e atingiu os sistemas mais antigos como Windows NT 4.0, XP e Server 2003 para se estabelecer.

As máquinas infectadas ficavam lentas, não podiam ser desligadas da forma convencional, além de ter todos os endereços IP aleatórios rastreados. O vírus também foi capaz de bloquear todas as comunicações de satélite da agência de notícias Agence France-Presse (AFP) e forçou uma companhia aérea americana a cancelar inúmeros voos.

Thamyris Fernandes
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+