História

Os folclores mais populares do Brasil

0

Quem não ama ouvir uma boa história? As do folclore brasileiro são com certeza as favoritas de muitas pessoas. A maioria de nós cresceu ouvindo e vendo sobre as mais diversas lendas. Afinal, “Sítio do Pica-Pau Amarelo” marcou uma geração mostrando as histórias do nosso folclore.

Resolvemos mostrar, aqui, algumas das lendas folclóricas mais conhecidas. Confira:

Pisadeira

Foto: Reprodução

A pisadeira é uma conhecida lenda do folclore brasileiro. Dizem que uma mulher, com aparência velha, muito magra, de cabelos e unhas longas e com olhos vermelhos, fica no telhado das casas esperando alguém deitar após o jantar de barriga cheia. É então que ela então entra em ação, desce do seu esconderijo e pisa no peito da pessoa. A vítima fica em estado de paralisia, mas consciente, e vê tudo.

Caipora

Foto: Reprodução

A Caipora é uma figura do folclore brasileiro que é representada por uma jovem índia, de cabelos vermelhos, olhos verdes e orelhas pontudas. A lenda conta que a índia ataca e agride os caçadores que invadem a mata. Ela aparece montada em um porco do mato e tem em suas mãos uma lança muito afiada. Para atrair suas vítimas, Caipora faz barulhos iguais aos dos bichos e quando os caçadores se aproximam, ela ataca, podendo até matá-los. No entanto, a ruivinha também sabe negociar. Se forem deixadas oferendas para ela, em troca, Caipora permite que a caça aconteça, mas com uma condição: os animais não podem ser maltratados. A história conta, ainda, que a índia ataca mais em feriados e dias santos!

Corpo Seco

Ilustração: Mari Morgan

A lenda do corpo seco é famosa em várias partes do Brasil. Ela conta sobre um homem que em vida era muito ruim e extremamente violento com a própria mãe. Ao morrer, ele foi repelido pela terra e começou a vagar pelas cidades. Sua aparência é de um homem muito magro e com feridas espalhadas por todo o corpo. Dizem que ele é capaz de sugar o sangue de pessoas que andam sozinhas em estradas durante à noite, além de secar árvores inteiras!

Mula Sem Cabeça

Foto: Reprodução

A Mula sem cabeça é uma das maiores figuras do folclore presentes no nosso imaginário! Mas você sabe como surgiu essa lenda? Originária da região sudeste, a história conta que toda mulher que se apaixonar por um padre irá se transformar no animal sem a cabeça e com uma tocha de fogo no lugar. A maldição acontece toda noite de quinta-feira e só acaba ao amanhecer do outro dia. Para quebrar o encantamento é preciso que alguém fure a mula com um objeto pontiagudo para que ela sangre, outra forma seria o padre amaldiçoar a mulher apaixonada sete vezes antes de começar a celebrar a missa.

Saci Pererê

Foto: Reprodução

A lenda do Saci Pererê se trata de um homem negro, pequeno, cerca de meio metro de altura e que tem uma perna só! Ele usa seu famoso gorro e bermuda vermelhos, além do seu indispensável cachimbo. Em resumo, a lenda conta que o Saci ama pregar peças nas pessoas. Uma de suas favoritas é entrar nas casas alheias e estragar as comidas, seja azedando ou as deixando queimar. O nosso homenzinho de uma perna só também atormenta animais. Alguns contam que durante a noite ele irrita os cavalos e ainda deixa sua marca: tranças e nós nas crinas dos bichos que só são desatados cortando todo o pelo. A história conta, ainda, que os Sacis só vivem até os 77 anos e a única forma de capturá-lo é ir com uma peneira até o centro de um redemoinho.

Boto Cor-de-Rosa

Foto: Divulgação/Netflix

A lenda do boto é de origem indígena e conta que o animal sai da água nas noites de lua cheia e se transforma em um belo rapaz que usa roupas brancas e chapéu. Este último acessório, inclusive, serve para tampar as narinas do boto, já que sua transformação não acontece 100% e elas ficam aparentes no topo da cabeça do homem. Por isso, se estiver em dúvida se seu crush é um boto, basta retirar o chapéu dele e conferir. O animal vem nessa forma de galã geralmente nas festas de junho e sempre escolhe a moça solteira mais bonita do local. Com seu jeito sedutor e comunicativo, o rapaz leva a jovem para o rio e lá a engravida, mas se transforma em boto novamente no outro dia e desaparece, deixando a mulher sozinha e desamparada.

Mais de 350 exoplanetas foram encontrados

Matéria anterior

10 atores brasileiros mais bem pagos em 2021

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos