Os mais aterrorizantes distúrbios do sono já relatados

POR Thamyris Fernandes    EM Curiosidades      31/07/14 às 23h21

Você dorme bem? Se esse não for o seu caso, melhor nem começar a ler essa matéria. Isso porque vamos relatar hoje alguns dos problemas mais bizarros relacionados ao sono, capazes de deixarem os menos dorminhocos de cabelos em pé!

São síndromes que proporcionam bicas de suor, alucinações, sensação de presenças de outros mundos, pesadelos recorrentes, paralisias e muito mais. Enfim, são alguns dos distúrbios que ainda estão em estudo mas que têm feito uma parcela da população mundial passar noites agitadas e em claro.

Bom, o aviso foi dado. Você se sente preparado para isso? Se está a fim de testar sua coragem e de colocar sua noite de sono em risco, acompanhe nossa listagem abaixo:

Desordem do pesadelo

1

Esse problema faz com que as pessoas tenham terríveis pesadelos recorrentes, todas as noites, várias vezes durante o sono. De acordo com os especialistas, esse é um grave transtorno ocasionado pelo estresse excessivo, bem como pela própria privação do sono, causada pelo medo que a vítima desse problema acaba desenvolvendo de dormir.

Normalmente a pessoa que passa por crises de desordem do pesadelo acordam suando frio e com a sensação de realidade de seus sonhos estressantes. Não raro o uso de sedativos (prescritos por médicos) são necessários para aliviar a ansiedade.

Síndrome da "cabeça explosiva"

2

Esse transtorno acontece na parte mais profunda do sono e, não raro, a pessoa acorda assustada por pensar ter escutado um forte ruído. Conforme os especialistas, esse problema não envolve dor para as pessoas que são acometidas por ele, mas elas se assustam com frequência com supostos pratos quebrando ou barulhos explosivos. Acontece, no entanto, que os médicos ainda não sabem explicar leva à síndrome, apesar de já terem descartado sua associação a qualquer tipo de doença grave.

Alucinações do sono

3

As chamadas alucinações do sono ou alucinações hipnagógicas ocorrem durante o momento em que se começa a pegar no sono, quando as pessoas ainda podem ter um pouco de lucidez. Isso, talvez seja a parte mais impressionante do problema, uma vez que pacientes acometidos por esse mal já relataram ouvir vozes, sentir presenças fantasmagóricas e ver pessoas ou objetos estranhos em seus quartos. Os pesquisadores afirmam que esse transtorno é mais comum em pessoas com narcolepsia, um outro distúrbio do sono que causa sonolência excessiva.

Terror noturno

4

Esse talvez seja um dos distúrbios mais incômodos da lista, especialmente para quem tem que dormir no mesmo lugar que a pessoa que passa pelo problema. Isso porque o terror noturno leva suas "vítimas" a sofrerem espasmos durante a noite e acordarem aos gritos, bem como a apresentarem quadros de sonambulismo.

Normalmente os primeiros sintomas do transtorno começam a aparecer após os primeiros 10 ou 15 minutos de sono, quando a pessoa está começando a adormecer. O estado de pânico costuma ser muito comum em crianças, por exemplo; que podem começar a vagar pelo quarto e, no outro dia, não se recordam de nada.

De acordo com os médicos, a causa do terror noturno é um mistério, mas febre, sono irregular e stress podem desencadear o problema. No caso das crianças, no entanto, o transtorno tende a sumir com o passar dos anos.

Paralisia do sono

5

Basicamente, quem sofre com esse mal não consegue se mexer por algum tempo, mesmo tendo a sensação de estar acordado. De acordo com quem estuda o assunto, essa paralisia temporária nos impede de fazer os movimentos com os quais estamos sonhando. Porém, algumas vezes, a paralisia persiste mesmo depois que a pessoa acorda.

Há ainda casos em que a paralisia do sono acontece casada com quadros de alucinações, gerando momentos agonizantes para o dorminhoco. Muita gente afirma já ter visto criaturas e cenas nada bonitas durante as fases de crises. Outras pessoas costumam até a associar essa distúrbio a fenômenos espirituais ou mesmo a abduções alienígenas.

Thamyris Fernandes
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+