CuriosidadesFatos Nerd

Por que o Coringa é um vilão tão amado?

0

Amamos tanto filmes, principalmente os de super-heróis, porque na maioria das vezes nos comparamos aos protagonistas, que salvam o mundo e fazem muitas coisas boas. No entanto, há casos onde os vilões conseguem roubar nossos corações. Esse é um caso de Coringa, o vilão da DC Comics que ganhou filme solo por causa do amor do público pelo personagem e por conta de sua popularidade nos quadrinhos. Na trama solo do inimigo do Batman, uma coisa interessante é que o protagonista também é antagonista. Embora existam outros pequenos antagonistas no filme, as nossas simpatias e emoções ainda acabam sendo focadas no Coringa.

No filme, ele é visto como uma pessoa que sofre diversos problemas mentais, enquanto a trama também relata de forma mais profunda em questões sociais de muita importância, como posse de armas e negligência da sociedade com os oprimidos, principalmente aqueles que sofrem doenças mentais. Foi uma ótima jogada da DC Comics e um presente para os fãs esse destaque no grande vilão, em vez de deixa-lo sempre na sombra do Batman. Afinal, por qual motivo o Coringa é tão amado? Vamos falar um pouco sobre isso.

Psicologia por trás da risada do Coringa

Poucas pessoas sabem, mas o personagem parece sofrer de “labilidade emocional”, que também pode ser chamado de “transtorno da expressão emocional involuntária”. Essa é uma doença caracterizada por ataques incontroláveis de risos ou choro. Uma crise de emoções pode durar por vários minutos. Por esse motivo, o Coringa muitas vezes começa a rir em situações inadequadas, o que leva a carregar uma carta indicando que o seu riso inadequado não é desrespeito, mas sim o sintoma de uma doença.

Vale ressaltar ainda que a labilidade emocional é causada por uma lesão cerebral ou alguma outra condição neurológica, que geralmente afeta a parte do cérebro que controla nossas emoções. No filme, mostra que, quando criança, Arthur foi atingido na cabeça pelo namorado abusivo da mãe, Penny, sugerindo então que essa seria a causa de sua doença.

Transtorno de personalidade antissocial

A primeira parte do filme trata das causas que levaram aos eventos da segunda metade da trama, o que com o decorrer dos eventos do longo claramente indica que o protagonista sofre de “transtorno de personalidade antissocial”. O distúrbio antissocial de Coringa geralmente se manifesta como um comportamento criminoso, pois ele frequentemente infringe a lei sem qualquer remorso pelos crimes que cometeu.

Em outras palavras, isso indica que ele não sente emoções como uma pessoa normal. As pessoas que sofrem desse distúrbio podem ser bastante espirituosas e encantadoras, mas desconsideram a segurança dos outros e tendem não manter muitas relações interpessoais. Embora sofra uma doença mental grave, Coringa é espirituoso e bastante charmoso. Ele até mantém um livro de piadas no qual escreve piadas infames que muitas vezes são usadas como combustível para seu humor negro.

Os motivos pela simpatia do público pelo Coringa

A questão de o personagem ser tão amado pode ser explicada pelo fato de que ele não é inerentemente ruim, mas um produto das circunstâncias dramáticas que deram rumo a sua vida. No filme, Coringa ganha a simpatia do público quando o financiamento para o centro psicológico é cortado e Arthur não consegue o medicamento que precisa. Ou seja, no fim de tudo, o que ele queria era apenas ser entendido pela sociedade e não ridicularizado.

Além disso, vilões geralmente não tem um motivo racional para toda sua maldade, mas a onda de assassinatos psicóticos do Coringa tem um motivo. Quando ele atira nos três homens no trem, fica evidente que isso aconteceu porque os rapazes constantemente o intimidavam e o espancavam por causa de sua risada inadequada, sem contar que eles também estravam desrespeitando uma passageira. Olhando assim, a violência do vilão era mais uma forma de autodefesa do que um verdadeiro ato de vilania.

De fato, Coringa chegou a ser elogiado em Gotham City por seu constante desrespeito pelos ricos, que só podem ter sucesso com base na miséria dos pobres. Desta forma, se tornou um revolucionário e começou tumultos por toda a cidade.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comente então pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos.

Essas foram as séries mais caras da história

Matéria anterior

Ilhas Diomedes: o arquipélago entre o ontem e o amanhã

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.