Fatos Nerd

Como a DC Comics está mudando a sua cara nos quadrinhos

0

Há alguns dias atrás, comentamos sobre as novidades mais aguardadas da DC Comics para 2021. Pois bem, apesar de ter estipulado seu cronograma de atualizações para o ano que vem, a editora já parece estar encaminhando seu universo para uma nova fase, ao mesmo tempo em que reformula sua cara nos quadrinhos. Em suma, as mudanças que estão por vir giram – pelo menos a maioria delas – em torno do Future State. Esse evento provocará uma pausa nos títulos recorrentes da empresa e explorará um futuro potencial da DC, onde novos personagens serão introduzidos e a diversidade deles será o principal diferencial da narrativa.

Além disso, segundo o CBR, foi relatado que alguns novos personagens do Future State aparecerão no cânone principal e que a DC dobrará para um formato premium na era do Infinite Frontier, sua nova era nos quadrinhos. Prevista para ser lançado em março de 2021, Infinite Frontier foi descrito como “o começo de tudo o que estamos fazendo no Universo DC no próximo ano”, pelo escritor e mente por traz da iniciativa, Joshua Williamson ao THR.

Sendo assim, podemos esperar histórias em torno de personagens já apresentados porém não tão bem desenvolvidos, como Red X. Em contrapartida, novos nomes também serão introduzidos como Tim Fox, o filhe de Lucius Fox que assumirá o manto do Batman da nova Liga da Justiça de Future State. Ademais, Yara Flor, a Mulher-Maravilha brasileira, também irá compor essa nova leva de figuras que prometem reformular a cara da DC Comics nos quadrinhos e dar ao hall de personagens da editora uma diversidade mais notável.

A diversidade dessa nova era da DC Comics

O destaque que nomes como Yara e Tim receberão em Future State não apenas mostram o compromisso da DC em desenvolver novos personagens, mas também como esse novo evento está trazendo as vozes de diversos artistas para um público mainstream. Joëlle Jones, a criadora de Yara, foi a primeira mulher a ser uma artista consistente em Batman em 2018. Além disso, o produtor de televisão cubano-americano Dailyn Rodriguez levará a personagem brasileira-americano à telinha ao lado de Greg Berlanti, em uma série já confirmada da mais nova amazona do Amazonas.

Enquanto isso, o novo escritor do Batman, John Ridley, trará uma voz negra muito necessária para Gotham com Tim, que criticou a associação de seu pai com Bruce Wayne em sua primeira aparição. Fora do Future State, Ridley tem um trabalho que vale a pena ser conferido já que o mesmo escreve A Outra História do Universo DC, uma HQ que aborda os principais eventos DC a partir das perspectivas de cores. A colega escritora de Ridley em Batman, Mariko Tamaki, que escreve Future State: The Dark Detective , também representa como a diversidade do evento durará além de fevereiro, já que ela é a primeira mulher asiática e a segunda mulher a escrever uma série contínua do Batman.

E então, quais suas expectativas para essa nova fase da DC Comics? Compartilhe sua opinião com a gente.

Fonte: CBR
Imagens: DC Comics.

10 personagens mais icônicos em filmes de Natal

Matéria anterior

Todas as séries e filmes que darão sequência a Vingadores: Ultimato

Próxima matéria

Mais em Fatos Nerd

Você pode gostar