Entretenimento

Príncipe Harry e Meghan anunciam primeiro projeto para Netflix

0
LONDON, ENGLAND - NOVEMBER 27: Prince Harry and Meghan Markle attend an official photocall to announce the engagement of Prince Harry and actress Meghan Markle at The Sunken Gardens at Kensington Palace on November 27, 2017 in London, England. Prince Harry and Meghan Markle have been a couple officially since November 2016 and are due to marry in Spring 2018. (Photo by Karwai Tang/WireImage)

A CBS News revelou ontem, 06 de abril, que a Archewell Productions, uma fundação sem fins lucrativos, que pertence ao Príncipe Harry e de sua companheira Meghan, está produzindo uma nova série documental para a grandiosa Netflix. De acordo com as informações disponibilizadas pela CBS News, a produção abordará os Jogos Invictus, um torneio para veteranos feridos, que Harry fundou em 2014.

Conforme revelou a Fundação Invictus, a série, intitulada provisoriamente como “Heart of Invictus”, acompanhará de perto um grupo de competidores que participará do torneio em 2022. “Mostraremos como todos os membros do serviço que sofreram lesões ou foram acometidos por doenças que mudaram sua vida se prepararam para os jogos, que, provavelmente, acontecerão em 2022”, pontuou a Fundação Invictus, em comunicado emitido à imprensa.

A série

Segundo informou a CBS News, a série “Heart of Invictus” será dirigida por Orlando von Einsiedel e produzida por Joanna Natasegara. A produtora, em 2016, foi condecorada com um Oscar pelo documentário “The White Helmets”.

O produtor executivo da série será o próprio príncipe Harry, duque de Sussex. Acredita-se que Harry também deve aparecer diante das câmeras em alguns episódios. Tais detalhes não foram revelados nem pela mídia internacional e nem pela Archewell Productions. A Netflix tampouco falou abertamente sobre a produção.

“Desde os primeiros Jogos Invictus, que ocorreram em 2014, sabíamos que cada competidor contribuiria de maneira excepcional para um mosaico de resiliência e determinação”, disse o Príncipe Harry em um comunicado. “Esta série mostrará às comunidades de todo o mundo histórias emocionantes e edificantes desses concorrentes”.

Archewell Productions

Como já havia sido noticiado pela mídia internacional, Harry e sua esposa, Meghan, duquesa de Sussex, criaram a Archewell Productions, uma fundação sem fins lucrativos, depois que abdicaram de seus papéis como membros da realeza sênior. A fundação foi fundada logo depois que o casal se mudou para os Estados Unidos.

Por meio da Archewell Productions, os ex-membros da realeza britânica assinaram acordos não só com a Netflix, como também com o Spotify. O casal, com isso, deve investir em produções para ambas as plataformas.

“Heart of Invictus” não é o primeiro trabalho lançado por Harry e sua esposa. Antes de fechar acordo com a Netflix, o casal já havia lançado um podcast para o Spotify. A série documental, no entanto, é o primeiro projeto anunciado formalmente pela Archwell Productions.

Netflix

Em entrevista à CBS News, Ted Sarandos, co-CEO e diretor de conteúdo da Netflix, disse que a Archwell Productions está construindo “uma trajetória ambiciosa, a qual reflete uma série de valores e causas”.

“Desde o momento em que os conheci, ficou claro que os Jogos Invictus têm um lugar muito especial em seus corações, e eu estou extremamente feliz por saber que a primeira série de Harry e sua esposa para a Netflix mostrará isso para o mundo de uma forma nunca vista antes”, disse Sarandos em comunicado.

Os próximos jogos do torneio Invictus estavam programados para serem realizados em Haia, na Holanda, em 2020, mas devido à pandemia ocasionada pelo novo coronavírus, as competições tiveram que ser adiadas para 2022. O torneio acontece anualmente e está será a quinta edição.

As competições, geralmente, recebem mais de 500 competidores de 20 nações, os quais participam de uma série de esportes adaptativos.

Quais as bebidas favoritas desses 10 famosos

Matéria anterior

7 curiosidades sobre Aerosmith, a lendária banda de Rock

Próxima matéria

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.