Curiosidades

Quais animais têm senso de humor?

0

O nosso planeta é extremamente grande e, é claro, diverso. É impossível falar sobre diversidade no mundo sem citar os animais, já que estão por toda parte e existem milhões de espécies. Justamente por essa diversidade de coisas que muitas pessoas nem pensam sobre se são uma realidade.

Nas histórias em que animais aparecem, normalmente, eles são antropomorfizados, ou seja, têm características humanas, como personalidade, sentimentos e alguns comportamentos. Mas o que muitas pessoas nem sonham é que existem animais com senso de humor comprovado pela ciência.

Sabendo disso, o primeiro animal que deve vir à mente deve ser o macaco, e realmente é verdade. Tanto é que os grandes primatas são capazes de brincar provocando um ao outro. No caso de chimpanzés, orangotangos e gorilas, eles emitem um som parecido com o da risada humana quando estão brincando ou sofrem cócegas.

Além deles, o jogo e o humor são coisas comuns em vários mamíferos. Contudo, a capacidade de rir não é a mesma coisa que a capacidade de tirar sarro dos outros indivíduos da espécie. Por isso que o chamado senso de humor é uma sofisticação cognitiva exclusiva dos humanos.

O fato é que o humor pode ter um papel importante nos animais. Nas pessoas, ele pode quebrar o gelo, derrubar barreiras sociais e fortalecer relacionamentos. No caso dos outros animais, a grande parte das evidências do senso de humor são de casos isolados. Até porque foram feitos poucos estudos em larga escala.

Por mais que o humor seja uma emoção distintamente humana, alguns animais também conseguem usá-lo para fortalecer laços. E a nossa risada pode ser uma evolução do arquejo característico que os grandes símios fazem quando brincam.

Estudo

Olhar digital

Não é de se surpreender que os animais que mais parecem com os humanos quando sorriem ou choram são os primatas. Tanto é que os chimpanzés, gorilas e orangotangos têm expressões e vocalizações quase humanas. E os parentes mais próximos do ser humano, os chimpanzés e bonobos, têm a risada mais parecida com a nossa.

Em um estudo, a pesquisadora Isabelle Laumer, da Universidade da Califórnia (UCLA) em Los Angeles, nos EUA, assistiu mais de 75 horas de vídeos de grandes primatas interagindo. Como resultado, ela e sua equipe identificaram 18 tipos de provocações diferentes. As principais eram cutucar, bater, dificultar os movimentos, atingir com o corpo e puxar uma parte do corpo dos outros indivíduos.

Em alguns casos, os chimpanzés balançavam partes do corpo ou objetos no rosto dos outros indivíduos. Já os orangotangos puxavam os cabelos uns dos outros.

De acordo com os pesquisadores, esse comportamento de brincadeiras se assemelha ao de crianças humanas. Ele era intencional, provocador, persistente e tinha elementos de surpresa, brincadeiras e ver a reação do outro.

Muitas pessoas podem se lembrar das hienas quando se fala de senso de humor por conta do som que elas emitem que se parece com uma risada. Mas ele não é porque cumpre outras funções sociais, sendo parte do sistema de comunicação delas.

Esse “riso” delas é a maneira de comunicação que elas usam para passar sensações como frustração, excitação ou medo. As hienas também fazem ruídos que se parecem com gargalhadas, mas não porque elas estão se divertindo com algo.

Animais com senso de humor

Olhar digital

Como pode ser visto, existem sim os animais que têm senso de humor. São eles:

Primatas: Chimpanzés, gorilas e orangotangos. Eles têm uma vocalização que se parece muito com a humana. Além disso, eles emitem sons que se parecem estruturalmente com a risada humana quando estão expostos a brincadeiras ou cócegas.

Cães, suricatos e ratos. No caso deles, eles riem e emitem um som agudo que equivale ao riso das pessoas.

Influência

Assim como acontece com as pessoas, o senso de humor dos animais também é influenciado por alguns fatores.

Ambiente – no caso, a qualidade de vida, a boa alimentação, conforto térmico e socialização.

Estado de saúde – o humor dos animais pode ser afetado pelas enfermidades que eles possam ter.

Estresse, ansiedade e tristeza – os animais que são expostos a situações estressantes frequentemente acabam liberando substâncias nocivas em seu organismo e podem até resultar em doenças.

Fonte: Olhar digital

Imagens:

Primeiro clipe criado pelo Sora, IA que gera vídeos, é meio psicodélico

Artigo anterior

Fim da sede? Esse sistema transforma água salgada em potável

Próximo artigo