Qual a verdadeira origem do termo "4:20"?

POR A redação    EM Curiosidades      07/07/15 às 14h52

Muitos usuários de maconha utilizam o termo 420, 4:20 ou 4/20. Ele se refere ao consumo de maconha. A data 20 de Abril é às vezes citada como "Weed Day" ou "Pot Day" (Dia da Erva, Dia da Maconha).

A crença mais popular no momento é que o termo teve origem em um grupo de adolescentes da San Rafael High School em San Rafael, Califórnia, em 1971. Os adolescentes se encontravam às 4:20 pm (16:20) para fumar maconha fora da escola.

O grupo se autodenominou "Waldos" porque os seus membros saíam por um muro (wall, em inglês) depois da escola. O escritor Ryan Grim, citando entrevistas com Waldos anônimos, diz que o grupo se encontrava embaixo de uma estátua do Louis Pasteur nos terrenos da escola às 4:20pm para procurar por uma plantação abandonada de maconha ali perto de Point Reyes sobre a qual eles ouviram. Eles nunca acharam o esconderijo, mas fumavam maconha enquanto procuravam por ele.

2

O Diretor Criativo de High Times, Steven Hager foi a primeira pessoa a rastrear os Waldos e publicar seus relatos das origens do termo. Hager escreveu um artigo na edição de Outubro de 1998 da High Times "Are You Stoner Smart or Stoner Stupid?" ("Você é maconheiro esperto ou maconheiro estúpido?") no qual ele se refere a 4:20 p.m como a hora do dia socialmente aceita para consumir cannabis.

"Eu acredito que 420 é uma ritualização do uso de cannabis que tem profundo significado para a nossa subcultura," escreveu Hager. "Isso também aponta numa direção para o uso responsável de maconha.", disse Hager.

20 de Abril (4/20 na notação de data dos EUA) evoluiu para um feriado da contracultura, onde as pessoas se reúnem para celebrar e consumir cannabis. Alguns eventos têm um caráter político, que defendem a descriminalização da maconha não-médica nos Estados Unidos, visto que lá o uso médico e terapêutico é regulamentado e legal já em alguns estados.

A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+