Curiosidades

Redes se revoltam com patrocínio de garçonetes sexies a time infantil

0

Quem gosta de esportes sabe o quão importante é um patrocínio. Contudo, parece que nem todo patrocínio é bem vindo. Por exemplo, um que tem causado polêmica é o da rede de restaurantes Hooters, famosa e conhecida por suas garçonetes com roupas sensuais, e que divulgou sua parceria com a equipe sub-10 do Burton Joyce.

“Hooters Notthingham está orgulhosa de patrocinar o sub-10 do Burton Joyce. Desejamos boa sorte aos garotos. Arrasem!”, escreveu a publicação oficial sobre o patrocínio.

Patrocínio

Metrópoles

Contudo, essa parceria não foi bem vista e recebida nas redes sociais. Até porque, em fotos divulgadas aparecem algumas das garçonetes da rede junto com as crianças do time.

“Errado em vários níveis”, “Sexualizar crianças é muito errado” e “Poderiam ter ido a uma faixa etária mais apropriada” foram alguns dos comentários feitos nas redes sociais.

Garçonete

Aventuras na história

Às vezes, a garçonete vira notícia não por um patrocínio “inapropriado”, mas por ter sido “patrocinada” por seus clientes, como no caso que aconteceu com uma garçonete no estado norte-americano da Pensilvânia e sua gorjeta.

A gorjeta, nos Estados Unidos, é vista como uma recompensa voluntária para agradecer o bom tratamento recebido, mas na realidade, ela é uma coisa quase que obrigatória. Geralmente, a pessoa tem que pagar cerca de um quinto adicional da conta.

No entanto, algumas pessoas podem ser surpreendidas com o valor deixado. Depois de um cliente que a garçonete atendeu terminar de comer uma pizza no valor de 70 reais, ele deixou uma gorjeta de impressionantes 16 mil reais.

O cliente generoso é Eric Smith. Ele escreveu na nota fiscal a frase “gorjetas para Jesus”, que fazia referência a uma corrente de caridade que viralizou nas redes sociais, segundo repercutido pelo United Press International.

A garçonete sortuda que recebeu a gorjeta foi Mariana Lambert. Como o valor era muito alto, ainda mais quando comparado ao valor da pizza que o cliente comeu, ela chegou até a duvidar que o dinheiro deixado era verdadeiro.

“Nós verificamos o cartão dele e tudo foi aprovado. Pegamos sua identidade e tiramos fotos de tudo. Eles esperaram um pouco para ter certeza de que era legítimo e passou, acabou sendo real”, contou ela.

Com a gorjeta generosa deixada por Smith, que estava de passagem pela cidade, a garçonete conseguirá pagar suas contas atrasadas e até começará a planejar uma viagem de férias com sua família.

“Realmente significou muito para mim porque todo mundo está passando por coisas difíceis. Realmente tocou meu coração, ainda não consigo acreditar. Estou em choque até agora”, concluiu Lambert.

Assim como Mariana, outra garçonete também já teve a felicidade de receber uma gorjeta generosa. A garçonete Cayla Chandara estava prestes a desistir dos estudos, mas foi surpreendida por um casal que a ajudou.

A jovem trabalha no restaurante “Noi Thai Cuisine”, no Havaí, Estados Unidos, e como de costume, em um dia de trabalho comum ela serviu um casal da Austrália que passava por lá.

Durante o tempo em que estiveram no restaurante a garçonete os serviu e conversou com eles. “Eles me perguntaram de onde eu era, e eu disse que tinha me mudado para estudar, mas eu estava um pouco em dívida e não podia voltar para a escola porque eu não poderia arcar com os custo e viver aqui”, contou ela.

Após finalizar os pedidos, o casal pediu a conta, que deu 205 dólares, mas quando a jovem foi receber se deparou com algo inusitado: uma gorjeta no valor de 400 dólares, cerca de 2.184 reais.

Surpresa e muito feliz, Cayla procurou pelo casal e conseguiu localizá-los em um hotel onde estavam hospedados. No local, ela deixou flores e uma nota de agradecimento.

Um dia depois o casal voltou ao restaurante e entregou uma gorjeta bem mais generosa à jovem. Eles disseram a ela que gostariam de ajudá-la a pagar sua dívida de empréstimo dos estudos, que era 10 mil dólares.

Fonte: Metrópoles, Aventuras na história, CBS

Imagens: Metrópoles, Aventuras na história

Cannabis x depressão: o que se sabe sobre o uso da planta no tratamento

Previous article

Entenda o que são “voos fantasmas” e por que as companhias aéreas os mantêm

Next article

Comments

Comments are closed.