Ciência e Tecnologia

Segundo estudo, Sistema Solar se formou em menos de 200 mil anos

0

O nosso Sistema Solar abriga o planeta em que vivemos e diversos outros tipos de coisas. Ele compreende o conjuntos constituído pelo Sol e todos os corpos celestes, que estão sob o seu domínio gravitacional. É graças ao Sol que temos vida na Terra, pois trata-se do corpo mais importante e também a nossa principal fonte de calor. Os cientistas dizem, com frequência, o tempo de vida do nosso planeta. Com isso, já sabemos que o Sistema Solar, como um todo, foi formado há bilhões de anos. Para ser mais exato, se formou há 4,5 bilhões de anos. Isso pode parecer muito para nós, seres humanos, mas não é tanto quando falamos de parte do universo.

O mais surpreendente é que o Sistema Solar se formou em um curto período de 200 mil anos. Pelo menos, essa é a conclusão de um estudo do Laboratório Nacional Lawrence Livermore (LLNL), dos Estados Unidos. Isso, após os estudiosos observarem isótopos do elemento molibdênio encontrados em meteoritos. Depois de levantarem o estudo, um artigo foi publicado na Science no dia 13 de novembro de 2020. Esse é o primeiro a calcular o tempo de formação do nosso próprio Sistema Solar, o que deixa diversos estudiosos intrigados.

De forma geral, com base em observações de outros sistemas, os astrônomos estimam que leve de um a dois milhões de anos para que agrupamentos como o nosso, que se formam a partir do colapso de uma nuvem de gás e poeira, se organizem. Confira conosco mais detalhes sobre esse estudo a seguir.

Detalhes sobre o tempo de formação do Sistema Solar

“Este trabalho mostra que esse colapso, que levou à formação do Sistema Solar, aconteceu muito rapidamente, em menos de 200 mil anos. Se escalarmos tudo isso para uma vida humana, a formação do Sistema Solar seria comparada a uma gravidez de 12 horas em vez de nove meses. Este foi um processo rápido”, disse Greg Brennecka, cosmoquímico e autor principal do artigo. Os cientistas analisaram amostras de inclusões ricas em cálcios e alumínio (CAIs) para descobrir esse período. Esses elementos podem ser encontrados em alguns meteoritos e fornecem um registro direto da formação do Sistema Solar.

Os CAIs se formaram há 4.567 bilhões de anos. Isso foi um período de cerca de 40 mil a 200 mil anos. Foram formados em um ambiente de alta temperatura, provavelmente perto do Sol jovem. Nesse período, eles foram transportados até a região de formação de meteoritos condritos carbonáceos, objetos nos quais podem ser encontrados até hoje.

Desta forma, a equipe mediu o molibdênio (Mo) isotópico e traçou a composição de uma variedade de CAIs retirados de meteoritos. Isso inclui Allende, o maior condrito carbonáceo encontrado na Terra. Desta forma, os pesquisadores descobriram que composições distintas cobriam todo o material analisado, assim fazendo parte do disco protoplanetário do nossos sistema. Isso quer dizer que, iam da estrutura que circundava o recém-formado Sol. Puderam então concluir que as inclusões devem ter sido formadas durante um curto intervalo de tempo do colapso a nuvem.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comente então pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos.

A primeira âncora de notícias da Coreia do Sul criada por Inteligência Artificial é assustadoramente realista

Matéria anterior

7 famosos brasileiros que se parecem com celebridades internacionais

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos