Embora Capitã Marvel chegue ao cinema pela primeira vez apenas no próximo ano, a ideia da versão live action da heroína tem sido pauta desde 2014 dentro do estúdio. No entanto, o projeto foi tirado do papel apenas três anos mais tarde. Carol Danvers está prometida para estrear no universo cinematográfico como a personagem mais forte até o momento. A peça é essencial na guerra contra Thanos e os fãs têm esperado ansiosos por sua aparição. O ânimo do público foi elevado com a cena pós-crédito de Vingadores: Guerra Infinita. E, há alguns dias, todos foram à loucura com as primeiras imagens divulgadas do filme.

O cenário para introduzir Capitã Marvel em um mundo estabelecido há dez anos tem sido construído com muito cuidado. Tanto que, ao revisitar os longas anteriores, alguns fãs acreditam que o estúdio tenha feito referência a personagem antes mesmo de Guerra Infinita. Em Capitão América: Guerra Civil, Tony Stark visita Peter Parker a fim de recrutá-lo no reforço para deter a pequena rebelião de Steve Rogers. Durante a conversa, o garoto comenta que os vídeos nos quais ele aparece como Homem-Aranha são falsos e os compara com os objetos não identificáveis vistos no céu de Phoenix, no Arizona. E foi nessa brecha que os fãs encaixaram mais uma teoria.

Publicidade
continue a leitura

Capitã Marvel em Guerra Civil

Publicidade
continue a leitura

Em 1997, algumas luzes misteriosas apareceram no céu de Phoenix. Nunca houve uma explicação clara sobre o que aconteceu na época. A história da Capitã Marvel se passará em algum ponto da década de 1990. Com tudo isso em mente, certos fãs acreditam que essa parte da conversa tenha sido uma referência a Carol Danvers. De alguma forma, a iluminação que tomou conta do céu pode ter sido o resultado da guerra entre os Kree e os Skrulls. Não por acaso, este será o foco do futuro filme. A suspeita é interessante e mesmo possível. Uma ideia que saberemos de fato no dia 6 de março do próximo ano.

Publicidade
continue a leitura
Publicado em: 17/09/18 17h56