• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Tubarões podem ser a cura para o câncer, descubra porquê

POR Lucas Curado    EM Ciência e Tecnologia      26/03/18 às 19h51

O câncer é considerado uma das condições médicas mais temidas. Isso se dá por um simples fato de seu tratamento ser muito específico e trabalhoso. Não somente isso, dependendo do estágio do câncer, ele é simplesmente incurável, assinando a sentença de morte de uma pessoa... E ninguém quer isso.

Um dos grandes sonhos da humanidade é descobrir uma forma eficiente para "curar' tumores sem a necessidade de removê-los cirurgicamente. Alguns cientistas podem ter descoberto uma forma de fazer isso em um futuro, que se tivermos sorte, estará próximo. Duas substâncias muito especiais presentes nos tubarões podem ser a salvação para as pessoas que sofrem de câncer.

Hoje a Fatos Desconhecidos traz para você uma matéria que vai te ajudar a explorar e entender mais sobre essa fantástica possibilidade. Caso você não saiba, os tubarões são uma das criaturas mais resistentes a doenças no mundo. Por esse motivo, cientistas começaram a se perguntar o motivo.

"Super" peixes

Os tubarões são conhecidos vastamente por seu poder, tamanho e pelo medo que aquela boca evoca em muitos banhistas. Tirando a ameaçadora aparência desse peixe de água salgada, ele possui uma característica muito fascinante. Ele são animais extremamente resistentes a doenças e tumores. A alguns anos atrás foi descoberto que esses peixes podem viver até mais de 40 anos de idade. Qual é o segredo deles?

Apesar dos tubarões não serem imunes a um câncer, a probabilidade deles desenvolverem o mesmo são bem pequenas. Não somente isso, mas também a capacidade deles se recuperarem de doenças bacterianas e virais são igualmente impressionantes. O motivo disso é a existência de duas substâncias especificas. A esqualamina e a igNar, sendo estas bastante atraentes para os pesquisadores da área médica.

Esqualamina e IgNAR

A esqualamina foi descoberta em 1993 quando foi isolada dos tecidos do animal. Essa substância é tida como um antibiótico e esteroide poderosíssimo contra a ação de bactérias. Até então, era só isso que se acreditava. Hoje foi descoberto que a mesma tem um ação igualmente poderosa como anti-viral.  Essa propriedade da esqualamina previne a formação de vasos sanguíneos que alimentariam um tumor no animal. Contudo, sua utilização em humanos ainda é só uma promessa, já que não se sabe se a ação do mesmo é realmente efetiva em nós.

A igNar funciona como um "bomba" para o sistema imunológico do tubarão. A igNAR possui uma capacidade absurda de reparação nesse animal, agindo como super "anticorpos". Esta é uma imunoglobulina receptora de antígenos e ela é uma das partes mais importantes da "super resistência" do tubarão.  A substância age como um "modulador" do sistema imunológico do animal, ou seja, ao invés de dar uma resposta inata, ela adapta o sistema dele a uma ameaça. Ela também ainda não possuí aplicabilidade humana... Ainda.

Aplicabilidade

Apesar de ambas não possuírem utilização humana, várias pesquisas estão sendo feitas para entendê-las. Por exemplo, a ibNAR não consegue ser degradada caso seja tomada em um comprimido e nem se ingerida ao comer o animal.  Apesar disso, muitos cientistas envolvidos nas pesquisas dessas substância estão bem otimistas quanto a sua utilidade.

Talvez em um futuro próximo os tubarões sejam a resposta para a cura o câncer, um mal que afeta a humanidade a séculos. Como fariam isso? A ideia é desenvolver anticorpos semelhantes aos do tubarão, só que com engenharia genética... Essas seriam aplicadas no tumor, dessa forma evitando seu crescimento. Em outras palavras, um raio de esperança para pessoas que sofrerão desse mal.

E aí, o que achou dessa matéria? Deixe seu comentário e até a próxima, pessoal!

Próxima Matéria
Lucas Curado
Não só redator... Como também músico e compositor. Amante de um bom humor ácido e memes.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+