• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Turquia dá exemplo e mostra para o mundo como devemos tratar animais de rua

POR Leticia Rocha    EM Curiosidades      20/03/19 às 18h22

Istambul, a maior cidade da Turquia, tem os gatos como parte da identidade visual da cidade. Os animais foram levados para a cidade há décadas atrás, para ajudar no controle dos ratos e até hoje estão incorporados na vida das pessoas que moram na cidade. Mas isso não aconteceu apenas com os gatos, a cidade é repleta também de cães de rua.

Não existe um número exato sobre quantos animais estão nas ruas, mas é algo em média de 150 mil animais. Um número muito grande. Imagine que esses são todos animais de rua, que ficam perambulando o dia todo pela cidade. Diante desse grande contingente, a cidade precisou tomar uma atitude. Afinal, o número estava se tornando maior a cada dia.

Problemas do excesso de animais nas ruas

Você deve estar se perguntando o que tem de mal, afinal, alguns animais na rua? Acontece que não são alguns, são centenas, milhares. E esses animais ficam nas ruas sem nenhum cuidado ou atenção. Isso fez com que o número desses animais crescesse ainda mais, já que não existia um controle e pior ainda, havia chance de aumentar a ocorrência de raiva.

Aliás, a raiva é endêmica e isso pode contaminar outros animais. O pior é que a doença também pode ser transmissível para humanos e mesmo que anualmente um pequeno número de pessoas morram em decorrência da doença, continua a ser algo alarmante. Temos que concordar também que não é nada atrativo andar pelas ruas de uma cidade que está tomada por cães e gatos mal cuidados. Não é nada atrativo.

Como resolver o problema dos animais abandonados

Os cães e gatos abandonados eram um problema e as pessoas não pareciam estar muito interessadas no bem-estar dos animais. Então um pequeno grupo de moradores decidiu agir para resolver a situação. Eles se reuniram e decidiram então começar a alimentar os animais, vaciná-los e também castrá-los. Logo, eles já haviam cuidado de cerca de 300 animais. Felizmente, o grupo cresceu e seu poder de ação também. Eles conseguiram inclusive criar um local em um tipo de "hospital" para os cães, onde os bichos eram cuidados por um tempo, até encontrarem um lar.

Uma das tarefas desse grupo foi também mobilizar outros moradores. Os membros foram até escolas, falaram com as crianças e conseguiram um grande apoio para a causa. Apesar de alguns dos animais continuarem vivendo nas ruas, eles agora estão limpos, vacinados e castrados! A última característica é muito importante para que o número de cães e gatos de rua não cresça exponencialmente, como vinha ocorrendo. Logicamente, apesar de melhorarem a situação da cidade, o grupo não conseguiu chegar a todos os cães abandonados, mas com calma e mais voluntários a cada dia, a situação tende a melhorar mais ainda.

E você, mora em uma cidade que também sofre com animais abandonados? Nos conte aqui nos comentários se sim e se existe alguma forma de cuidado para reverter o problema. E se quiser ler mais matérias parecidas com essa, é só acessar a categoria "Mundo Animal" no nosso site.

Próxima Matéria
Leticia Rocha
Jornalista e aprendiz de Dani Noce. No insta é ticia_rochaa
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+