• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Ucrânia finalmente encontra uso perfeito para a terra radioativa de Chernobyl

POR Mateus Graff    EM Mundo Afora      10/10/18 às 14h50

A usina nuclear de Chernobyl ficava na cidade de Pripyat, na Ucrânia. Na época, fazia parte da União Soviética e era composta por 4 reatores. O lugar foi o cenário de um dos maiores acidentes nucleares da história. O acidente aconteceu no dia 26 de abril de 1986. Tudo começou quando houve uma explosão em um dos reatores. A razão da explosão até hoje permanece mal explicada.

Uns dizem que foi por causa de falhas dos operadores, outros que foi uma falha no projeto das hastes de controle do reator. Com a explosão do reator 4 e a entrada de oxigênio, o processo de combustão piorou e contribuiu muito para que a radiação fosse espalhada. Nos primeiros dias após o acidente, as pessoas que trabalhavam na usina e os moradores da cidade começaram a sentir os efeitos da radiação.

O governo calculou que cerca de 15 mil pessoas morreram, mas outras fontes dizem que os mortos chegaram a 80 mil. Até os dias de hoje muita gente sofre com os efeitos da radiação. A área em torno da usina se tornou praticamente uma cidade fantasma e infelizmente ainda está sobre os efeitos do acidente nuclear.

Desde então, a Ucrânia estava pensando em uma maneira de aproveitar a cidade fantasma, e parece que finalmente eles encontraram o uso perfeito para a terra radioativa.

A terra radioativa de Chernobyl

Eles resolveram colocar Chernobyl para produzir energia novamente, mas dessa vez não estamos falando de energia nuclear. Na verdade, a Ucrânia está usando a área para captar energia solar. Eles fizeram uma usina a 91 metros da famigerada usinar nuclear de Chernobyl. As células fotovoltaicas da estação tem 1,6 hectares de terra e produz energia para abastecer duas mil casas.

O acesso a esse local é restrito devido a Terra radioativa. Só para vocês terem uma ideia, o local não poderá ser habitado por humanos nos próximos 24 mil anos. No ano de 2016, as autoridades ucranianas fizeram um sarcófago de US$ 1,6 bilhão em torno do reator que explodiu com o objetivo de impedir que resíduos radioativos vazem.

Sendo agora uma usina pequena, o local pode um dia ser algo muito grande. Com o financiamento suficiente, a Ucrânia planeja construir uma usina de 2.500 hectares, capaz de gerar 100 megawatts de energia. Para eles, a ideia é usar a terra "barata" possa atrair investidores.

A terra radioativa realmente não pode ser usada para comércios como mercado imobiliário ou agricultura, mas faz todo sentido fazer do lugar uma grande usina solar.

E você, achou essa uma solução perfeita para a usina de Chernobyl? Comente!

Próxima Matéria
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+