Vídeo mostra palito de fósforo pegando fogo em câmera lenta

POR Thamyris Fernandes    EM Ciência e Tecnologia      21/11/14 às 21h55

Na hora de acender um palito de fósforo ninguém - ou pelo menos quase ninguém - costuma pensar em como acontece o processo que, simplesmente, faz o fogo aparecer, não é mesmo? Apesar disso, a forma como as faíscas produzidas por esse objeto acontecem é algo quase mágico e merece ser admirado pelo menos uma vez na vida, afinal ninguém quer voltar aos tempos em que o fogo era conseguido à base de muito esforço físico e um processo praticamente infinito  de fricção.

Aliás, é por causa disso que vamos mostrar o vídeo, feito pela companhia de produção UltraSlo, no final da matéria. Nas imagens você vai ver detalhadamente, em câmera lenta, o que acontece na hora que o palito de fósforo é passado na lateral da caixinha e o que faz com que a chama se acenda. Confira:

Incrível, não? Quem entende do assunto explica que na cabeça de cada palitinho desses existe uma mistura de vidro em pó, fósforo vermelho, enxofre e clorato de potássio. Assim, quando tudo isso é literalmente esfregado em uma superfície áspera (isso mesmo, pode ser qualquer uma), essa ação acaba gerando calor. Essa energia, então, faz com que o vidro em pó transforme o fósforo vermelho em fósforo branco, aumentando ainda mais o calor e fazendo com que as moléculas de clorato de potássio se quebrem e liberem oxigênio.

No final das contas - resumindo o assunto para parar de dar nó em sua cabeça -, é esse gás (o oxigênio) que se combina com o enxofre e faz com que a chama se mantenha por algum tempo. E aí, como você deve saber, é possível acender a chama do fogão ou colocar fogo onde for preciso... desde que tudo seja feito rapidamente, ou será preciso acender outro fósforo!

Quer descobrir como outras coisas curiosas funcionam? Então leia também: Como funciona uma arma de fogo?

Thamyris Fernandes
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+