Não se assuste, isso é verdade sim. A melhor parte dessa história: não é preciso ser "rico" para fazer uma viagem de volta ao mundo. É possível comprar um ''ticket RTW'' (Round the World) com cerca de U$ 5 mil. Sim, cerca de U$ 5 mil e você poderá viajar por até um ano e conhecer 5 continentes.

É lógico que ainda há os custos de alimentação, hospedagem, passeios turísticos, entre outros, mas as passagens custam só isso. Não é barato, mas também não é impossível de se pagar. Essa viagem dos sonhos pode até ser perfeitamente realizável, mas pouca gente, pouca gente mesmo, sabe como funciona. Incluindo a maioria dos agentes de viagem e profissionais do setor.

32

Existem três alianças aéreas que fazem a RTW: A Oneworld ExplorerStar Alliance e a Skyteam, cada qual com suas regras, tarifas e facilidades, mas que no fundo se diferenciam em pequenos detalhes.  O mais legal é que é possível entrar no site de cada uma das alianças e fazer simulações online definindo o seu próprio roteiro.



Regras

31

Existem várias regras em uma passagem de volta ao mundo. É nessa hora que a ajuda de um agente de viagem pode ser bem vinda. Conheça algumas das principais regras para comprar a passagem RTW:

Publicidade
continue a leitura

1.  É preciso dar a volta completa no planeta, voando sempre no mesmo sentido (ocidente ou oriente);

2. A viagem precisa começar e terminar no mesmo país;

3.  O prazo mínimo permitido pelas companhias aéreas para rodar o globo é de 10 dias. O máximo é um ano, ambos contados a partir da data de embarque no primeiro voo. O número mínimo de trechos é 3, o máximo é 15 ou 16, dependendo de qual aliança aérea o passageiro escolher;

4.  É  possível fazer trechos por terra e pegar o próximo voo em um aeroporto diferente do que você desembarcou. 

5. O preço da passagem é calculado de acordo com o número de milhas que você percorrer, o número de zonas por onde você passar e a classe escolhida para viajar;

6. Você pode alterar as datas dos voos sem pagar taxa, desde que dentro da antecedência determinada nas regras da aliança. No entanto, para alterar o roteiro, é preciso pagar.

Publicado em: 15/11/14 17h33