Astronautas são pessoas treinadas para fazer uma viagem espacial, seja qual for sua posição nela. Eles podem comandar, pilotar, servir como membro da tripulação ou estarem ali para fazer serviços fora da nave. Seja como for, são eles que vão ao espaço. Viajar para fora de nossa órbita pode ser o sonho de alguns. Com certeza, ver o planeta Terra, de longe, deve ser uma das coisas mais lindas que existem.

A exploração do espaço e procura por novos lares sempre esteve presente na nossa história. Quando pensamos no futuro da humanidade, talvez morar na lua não seja exatamente um luxo, mas uma necessidade.

Os planos parecem realmente ser fazer da lua nossa nova casa. Mas se formos realmente viver lá temos que ter aonde morar. Como levar materiais de construção da Terra para a lua parece ser uma coisa muito cara e pouco lógica, as agências espaciais estão pensando em materiais alternativos.

E surpreendentemente, um deles pode ser encontrado na urina. A ureia do astronauta, especificamente, poderia ser usada para plastificar o concreto para construir estruturas na lua. Isso faria com que elas ficassem menos quebradiças e mais flexíveis e as construções no final fossem mais resistentes.

Experimentos

Publicidade
continue a leitura

"Para tornar o geopolímero concreto que será usado na lua, a ideia é usar o que existe. Regolito, material solto da superfície da lua, e a água do gelo presente em algumas áreas", disse o cientista de materiais Ramón Pamies, da Universidade Politécnica de Cartagena, na Espanha.

"Além disso, com este estudo, vimos que um produto residual, como a urina do pessoal que ocupa as bases da lua, também pode ser usado. Os dois principais componentes desse fluido corporal são a água e a ureia. Uma molécula que permite as ligações de hidrogênio a serem quebradas e, portanto, reduzem as viscosidades de muitas misturas aquosas", continuou.

E os cientistas, aqui no nosso planeta, já estão fazendo experimentos para ver quais materiais podem ser usados para construir uma base decente na lua. E para isso acontecer, várias precauções precisam ser tomadas.

Publicidade
continue a leitura

Por exemplo, as temperaturas da lua variam de 120º Celsius de dia para -130º à noite. Então, o material de construção precisa suportar essas mudanças térmicas e isolar o seu interior.

Material

E pela ureia ter suas propriedades conhecidas e poder ser encontrada onde tiver humanos, a equipe de pesquisa decidiu tentar construir algumas estruturas pequenas com o regolito lunar e com a ureia.

Eles fizeram isso usando uma impressora 3D e construíram cilindros com essa mistura para conseguir ver quão bem a ureia iria funcionar como plastificante. Eles também fizeram cilindros com superplastificantes à base de policarboxilato e naftaleno.

Publicidade
continue a leitura

Com isso a equipe comparou os resultados submetendo os cilindros a uma série de testes de resistência. Eles fizeram oito ciclos de congelamento e descongelamento para representar as oscilações de temperatura na lua.

Os cilindros com superplastificante, à base de ureia ou naftaleno, tiveram um desempenho muito bom. Elas eram "macias" o suficiente, para fazer uma estrutura sem nenhuma deformação.

"Ainda não investigamos como a ureia seria extraída da urina, pois estamos avaliando se isso seria realmente necessário, porque talvez seus outros componentes também possam ser usados ??para formar o concreto geopolimérico. A água real na urina pode ser usada para a mistura, junto com a que pode ser obtida na lua, ou uma combinação de ambas", explicou a cientista de materiais, Anna-Lena Kjøniksen, do Østfold University College, na Noruega.

Publicado em: 31/03/20 19h36