10 erros de tradução em slogans que criaram campanhas geniais

POR Pietro Bottura    EM Curiosidades      16/12/14 às 20h37

Propagandas nem sempre são positivas e nem geniais, mas é preciso errar antes de aprender, como infelizmente a maioria de nós já sabe. E nesse caminho, até gigantes como a Coca e a Pepsi erram, e erram feio, em especial ao tentar adentrar mercados de países com linguagens tão diferentes da sua, como o espanhol, o chinês e até o português. Afinal, no fim das contas, você gostaria de dar uma volta no meu Pinto? Eu acho que não, mas a Ford achou que era uma ideia genial. Não entendeu? Confira os itens abaixo:

Coca

Aishwarya-Rai-Coca-Cola-Ad-Wallpaper

Assim que foi para a China, era pronunciada como "ke-kou-ke-la", o que é traduzido com "morda o girino de cera", algo meio exótico como nome de bebida (ou não). Em outro dialeto, significava "cavalo fêmea empalhado com cera", o que fez com que a pronúncia fosse trocada para "ko-kou-ko-le", que significa "felicidade na boca".

Parker

Parker-Sonnet-pen

A empresa das canetas chiques de metal tinha um slogan que já deixava abertura para vários pensamentos impuros, "Ela não vaza no seu bolso e te deixa embaraçado". Acontece que "embaraçado", em espanhol, significa grávido, e a tradução não foi feita pelo melhor tradutor, o que gerou um anúncio bastante estranho: "ela não vaza no seu bolso e te deixa grávida". Sim, ainda estamos falando de canetas.

Braniff Airlines

 

Em 1977, a Braniff Airlines inaugurou poltronas de couro para passageiros da 1ª classe, com um anúncio um tanto quanto sugestivo: "Fly in leather" (voe em couro). Mais uma vez, apesar do tom já meio pornô, o pior aconteceu com a tradução para espanhol: "vuela em cuero", que significa "voe pelado". Com isso, aprendemos que traduzir coisas para o espanhol não é tão fácil quanto parece.

Ford Pinto

Ford-Pinto

Pare de rir do nome do carro um pouco e deixe a gente contar a história. Em 1971, esse super-compacto teve uma taxa de venda bastante baixa no Brasil e ninguém entendeu porque. Agora pode rir imaginando as pessoas falando de seus carros: "nossa, não lavei o Pinto essa semana", ou "cabem 5 no Pinto". Que tal "preciso encher o tanque do Pinto", ou uma conversa com o mecânico: "qual é o seu carro?", "é um Pinto"?

Puffs

Puffs-brand-tissues

Essa marca de papel-toalha significa "puteiro" ou "prostíbulo" em alemão, o que não ajudou muito nas vendas do produto por lá. Já na Inglaterra, a palavra semelhante "pouf" significa "homossexual", algo com o qual ninguém espera limpar o rosto, provavelmente.

Pepsi

 

Outra que não deu certo na China de início foi a Pepsi, que tinha o slogan "nós trazemos você de volta para a vida". Mas, mais uma vez, na China, foi traduzida para "nós trazemos seus ancestrais de volta da cova". Eu não beberia isso - ou beberia, vai saber? Sempre quis ser um lich.

Got Milk?

Got-Milk

Essa campanha incentivando o consumo de leite mais uma vez foi para o brejo na Espanha, onde a pergunta "Got Milk?", que, traduzida literalmente, significaria "tem leite?" (mas na prática está perguntando "você já tomou leite hoje?"), mas virou "Você está amamentando", algo meio estranho de se perguntar por aí.

Clairol

tangled-hair

Essa empresa de cosméticos para o cabelo lançou um produto chamado "Mist Stick", que significa "bastão da fumaça" ou algo do tipo, um nome apropriado para uma chapinha. Mas, na Alemanha, "mist" significa "estrume". Eu me pergunto no quê as crianças alemãs pensavam quando viam a Misty e seus pókemons.

Coors

U.S.-beer-making-giant-Coors

Essa companhia de cerveja americana tem o slogan "Turn it loose", algo como "libere geral". No espanhol, a tradução significava algo como "sofra de diarreia", o que não é uma propaganda adequada para cervejas - apesar de se encaixar com várias marcas brasileiras.

KFC

kfc-chicken

Quando o KFC abriu uma filial na China, em 1987, seu slogan eram "finger licking good", algo como "tão bom que você vai querer lamber os dedos". Na tradução, isso virou "we'll eat your fingers off", ou "nós vamos arrancar e comer seus dedos". Eu não colocaria a mão nesse balde se fosse você.

 

E aqui você confere os comerciais mais violentos do mundo, que acabaram banidos por isso.

Pietro Bottura
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+