Entretenimento

10 filmes nacionais de maior bilheteria

0

A sétima arte tem vários fãs, que indo ao cinema, ou não, movimentam esse ramo. Em suma, quase todo mundo gosta de assistir filmes, seja do gênero que for. Nesse ínterim, o cinema nacional muitas vezes é deixado de lado. Contudo, os filmes nacionais se aprimoraram com o tempo e, com isso, hoje em dia existem produções maravilhosas que mostram histórias emocionantes.

Ademais, o cinema brasileiro existe desde julho de 1896. Em seus mais de 120 anos de história, ele teve momentos de grande repercussão internacional, como na época do Cinema Novo. Na primeira década do século XXI, a atividade cinematográfica no Brasil envolveu pouco mais de 2 mil salas, que vendem uma média de 100 milhões de ingressos anuais, dos quais de 15 a 20% são para filmes brasileiros.

Nesse sentido, a produção nacional tem mantido uma média de 90 a 100 filmes anualmente. Porém, nem todos os filmes que são produzidos conseguem ser lançados comercialmente. Quem diz que o Brasil não faz excelentes filmes, realmente não sabe o que está dizendo.

Além da qualidade de alguns filmes serem ótimas, as histórias contadas por eles faz com que várias pessoas possam se identificar. Mesmo com vários problemas, o cinema nacional resiste. Assim como outros filmes, pode-se medir seu sucesso pelos números vistos na bilheteria.

Mostramos, aqui, quais foram os filmes nacionais que tiveram mais sucesso nas bilheterias e que arrecadaram milhões de reais com a venda de ingressos.

1 – Nada a Perder

O filme é atualmente o filme nacional que teve mais venda de ingressos. Ele foi dirigido por Alexandre Avancini e produzido pela Record Filmes, e conta a história do bispo da Igreja Universal, Edir Macedo.

A produção foi criticada por não mostrar as polêmicas da vida do bispo. Além disso, a imprensa acusou a Igreja Universal de comprar lotes de ingressos para distribuir para seus fiéis. Mesmo assim, ele é o filme nacional que mais arrecadou em bilheteria, com um total de 11,9 milhões de reais.

2 – Os Dez Mandamentos

Esse filme foi uma adaptação da novela da Record de mesmo nome. Ele está em segundo lugar entre os filmes com maior bilheteria, com mais de 11 milhões de espectadores.

Ao todo, “Os Dez Mandamentos” arrecadou 11,3 milhões de reais em bilheteria.

3 – Tropa de Elite 2

O filme dirigido por José Padilha é protagonizado por Wagner Moura. Nessa segunda parte da história mostra-se o envolvimento de políticos nos conflitos entre policiais e milícias no Rio de Janeiro.

Com um enredo maravilhoso e continuando o sucesso do primeiro filme, o volume dois é o terceiro entre os filmes nacionais com maior bilheteria. Ele arrecadou 11,1 milhões de reais.

4 – Dona Flor e Seus Dois Maridos

Esse longa de 1976 é o quarto filme nacional com maior bilheteria. Ele arrecadou 10,7 milhões de reais, mesmo sendo em um época em que os ingressos para os filmes tinham preços populares e acessíveis. O filme estrelado por Sônia Braga, José Wilker e Mauro Mendonça se baseia na obra de Jorge Amado.

Além de ter conquistado uma grande bilheteria, “Dona Flor e seus Dois Maridos” é considerado um dos 100 melhores filmes brasileiros de todos os tempos pela Abraccine.

5 – Minha Mãe é uma Peça 2

César Rodrigues dirigiu o segundo filme dessa franquia que teve como roteirista Paulo Gustavo. Nele, Dona Hermínia é uma famosa apresentadora de televisão que tem que lidar com um neto, uma tia doente e a volta de uma de suas irmãs para o Brasil.
O primeiro filme da franquia já foi um grande sucesso. Mas o segundo foi o filme que entrou para o Top 5 nacional de filmes que mais arrecadaram com bilheteria. Ao todo, “Minha Mãe é uma Peça 2” arrecadou 9,3 milhões de reais.

6 – A Dama da Lotação

Esse filme é um drama erótico, de 1978, dirigido por Neville d’Almeida e protagonizado por Sônia Braga. Ele se baseia em um conto de Nelson Rodrigues. Essa foi outra produção da década de 1970 que figura entre os filmes nacionais com maior bilheteria. O longa arrecadou 6,5 milhões de reais.

7 – Se Eu fosse Você 2

A comédia protagonizada por Glória Pires e Tony Ramos foi dirigida por Daniel Filho. Nessa sequência, os protagonistas trocam de novo de corpo e têm que lidar com a gravidez da filha de 18 anos, além de organizar um casamento.
O filme também levou as pessoas ao cinema pelo sucesso que o primeiro fez. Com isso, a bilheteria foi de 6,12 milhões de reais.

8 – Nada a Perder 2

O longa de 2019 é a sequência cinebiográfica do bispo Edir Macedo. Alexandre Avancine foi quem dirigiu o filme. No enredo, depois que Edir saiu da cadeia, ele enfrentou acontecimentos como o desabamento do teto de uma igreja, a doença da sua mãe e ter seus fiéis perseguidos.
Assim como o primeiro volume, essa sequência também levou vários fiéis aos cinemas. Isso fez com que a produção tivesse uma bilheteria de 6,1 milhões de reais.

9 – O Trapalhão nas Minas do Rei Salomão

O filme de 1977, protagonizado por Renato Aragão, Dedé Santana e Mussum, foi o nono longa de maior bilheteria nacional. J.B. Tnalo dirigiu o longa que levou mais de cinco milhões de espectadores ao cinema. Como resultado, sua bilheteria foi de 5,7 milhões de reais.

10 – Lúcio Flávio, o Passageiro da Agonia

Para fechar o top 10 de filmes nacionais com maior bilheteria está outra produção dos anos 1970. A produção conta a história de um bandido muito famoso que ficou conhecido por conta dos seus assaltos a bancos e fugas memoráveis. Ao todo, esse longa arrecadou 5,4 milhões de reais.
Fonte: MSN
Imagens: YouTube

Cachorros conseguem diferenciar linguagens familiares e estrangeiras

Matéria anterior

A primeira pessoa a receber transplante de coração de porco

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos