• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

11 terríveis verdades por trás dos filmes da Disney

POR PH Mota    EM Entretenimento      30/05/16 às 16h39

Era uma vez uma princesa num distante reino encantando. A fórmula se repete há anos nas histórias infantis e faz sucesso entre a garotada, principalmente nas versões animadas da Disney.

Muitas dessas fábulas modernas foram inspiradas por contos antigos e medievais que tinham como missão ensinar e educar crianças. Os métodos do passado, no entanto, eram bem aterrorizantes.

Acompanhe algumas das assustadores verdades por trás das histórias que conhecemos hoje.

1 - A Pequena Sereia

1

Na versão original do conto, a princesa Ariel precisa sacrificar mais que a voz e as pernas para tentar conquistar o príncipe. Ariel também tem a língua cortada pela bruxa. Além disso, a princesa sente dores terríveis ao andar e nem mesmo consegue o amado. Ela então precisa escolher entre matá-lo para voltar a ser sereia ou pular no mar e se transformar em espuma, que ela acaba preferindo.

2 - A Bela Adormecida

2

O conto "Sol, lua e Talia" precede a adaptação A Bela Adormecida. Nessa versão, depois que a princesa dorme, ela é abandonada pelo pai. Mais tarde um rei de um reino distante a encontra e tem relações sexuais com ela, ainda dormindo. Nove meses depois, Talia acorda com dois filhos mamando em seus seios. As crianças são tomadas pela mulher do rei, que queria cozinhá-los. O rei descobre, manda matar a mulher e se casa com Talia.

3 - O Corcunda de Notre Dame

3

O Quasímodo original, também era apaixonado pela cigana Esmeralda, mas a mulher da história que inspirou o desenho da Disney não teve uma vida muito boa. Após ser condenada à morte, ela é salva por Quasímodo, que a esconde na catedral. Porém ela é denunciada e acaba enforcada. Revoltado com a denúncia, o corcunda joga seu mestre do alto da igreja e passa a viver ao lado do túmulo da amada.

4 - Cinderella

4

Na história de Cinderella contada pelos Irmãos Grimm, a garota não tem uma fada madrinha, mas sim pássaros especiais que lhe concedem desejos. A diferença não é pesada como a que vem a seguir. Ao tentar calçar o sapatinho de ouro (isso, de ouro, e não de cristal), as irmãs de Cinderella cortam os dedos dos pés. Depois, quando Cinderella vai se casar, as irmãs vão até a festa só para ter os olhos arrancados pelos pássaros especiais.

5 - Pinóquio

5

Em sua jornada para se tornar um menino de verdade, o boneco Pinóquio conta com a ajuda do Grilo Falante e da Fada Azul. Na versão original da história, o grilo é esmagado e morto pelo boneco. Felizmente, ele retorna na forma de uma fantasma. Além da consciência sobrenatural, Pinóquio precisa lidar com uma fada que é, na verdade, um cadáver reanimado.

6 - Pocahontas

6

A índia Pocahontas realmente existiu na vida real e ajudou a melhorar as relações entre nativos americanos e homens branco recém chegados em suas terras, após se relacionar com John Smith. A história real, no entanto, é bem diferente. A índia foi capturada e então forçada a se converter ao cristianismo para casar um outro homem. Ela nunca retornou aos Estados Unidos para se encontrar com sua família.

7 - Mogli, o Menino Lobo

7

Quando Rudyard Kipling escreveu a versão original do personagem Mogli, o fim não foi muito feliz para os personagens. O menino é banido da vida em sociedade e mandado de volta para a selva. A família que o acolheu também punida e torturada. Revoltado, Mogli monta num elefante e, também acompanhado de uma matilha de lobos, ataca casas e mata diversas pessoas.

8 - Enrolados

8

O conto de Rapunzel original não tem um final tão triste como o da maioria das outras obras dessa lista, no fim a moça fica com o amado príncipe. Apesar disso, os desafios durante a história são bem mais profundos. Numa da visitas do rapaz à Rapunzel, ela fica grávida de gêmeos. Quando a bruxa que a trancava soube disso, trancou a moça numa prisão e jogou o príncipe da torre. Ele ficou cego e vagando pela terra em busca de sua amada, que estava pobre e abandonada com dois filhos.

9 - A Bela e a Fera

9

Um dos maiores clássicos da Disney, A Bela e a Fera manteve a maior parte dos detalhes da história original, porém deixou um tenebroso fato de lado. Nessa versão, Bela pôde sair do castelo por uma semana para visitar sua família. Durante a visita, suas irmãs a convencem a ficar por mais tempo em casa. O plano era que a Fera se irritasse e comesse a moça indefesa.

10 - A Princesa e o Sapo

10

A lenda princesa que precisa beijar um sapo para livrá-lo de uma terrível maldição já teve diversas versões ao longo da história. Em várias delas, o romântico beijo era substituído por coisas muito mais aterrorizantes, como queimar o animal, jogá-lo na parede ou até mesmo arrancar sua cabeça fora!

11 - Frozen

11

Sucesso recente entre as crianças e adultos, Frozen conta a história das irmãs Anna e Elsa. Na versão original, entretanto, Elsa é uma bruxa má, vilã da trama. Ela captura Kai, amigo de Gerda, e o deixa frígido e sem memórias. A atitude vilanesca é a motivação para Gerda sair em sua jornada de resgate.

Ainda bem que a Disney altera as versões tão pesadas das histórias. Imagina ter tantas princesas violentadas, príncipes torturados e vilões morrendo de formas grotescas? Com certeza estaríamos todos um tanto mais perturbados hoje em dia...

Próxima Matéria


Matérias selecionadas especialmente para você

PH Mota
Jornalista que é um encontro Monty Python e A Praça É Nossa.
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+