Curiosidades

12 palavras que você já usou sem saber o que significavam de verdade

0

Se tem uma coisa em que o Brasil está cheio é de ditados populares. Como você deve saber, eles existem das mais variadas formas e são ideais para um número sem fim de situações.

O problema, no entanto, é que a gente usa essas palavras e frases só porque soam de forma engraçada ou porque já as ouvimos tantas vezes que parecem uma boa opção para o momento. No entanto, na grande parte dos casos, a gente nem imagina o que elas significam de verdade, não é?

Hoje, no entanto, você vai descobrir, de uma vez por todas, o que essas palavras populares quem dizer. Veja só:

1. Sabe o “jerico”, que só tem ideias ruins? Olha ele aqui:

1

 

Jerico: asno, burro.

2. E, na verdade, o joio é uma coisa e o trigo, outra:

2

Joio é uma planta gramínea que aparece como praga nas plantações, e ele é bem parecido com o trigo, por isso é difícil separa-los.

3. Alhos e bugalhos, realmente são coisas diferentes, não confunda:

3

Bugalhos são as nozes da galha, tipo de carvalho.

4. E olha só esse pessoal puxando uma “chincha”:

4

Essa rede pequena de arrasto, que também é chamada de chinchorro ou chinque.

5. E, teoricamente, esses seriam os “bofes” botados para fora (isso mesmo, o pulmão):

5

6. E é isso que as pessoas, nos anos 90, mencionavam quando diziam que “a ficha caiu”:

6

Ao invés dos cartões, os telefones públicos precisavam de ficha para fazer ligações. Elas, literalmente, caíam dentro do aparelho, quando eram empurradas. Só então, a ligação era feita e a comunicação podia ser estabelecida.

7. Essa aqui é a caldeirinha, para as pessoas que estão sempre entre a cruz e ela!

7

Na Igreja Católica, é o recipiente onde fica a água benta.

8. E, do fundo dessa cachimbo, depois do fumo, está para tirar também um sarro.

9

Dentre outras coisas nojentas, sarro é ainda o nome dado ao resíduo do tabaco queimado, meio oleoso, que fica no tubo dos cachimbos e piteiras.

9. E esse, coitadinho, é o bode expiatório, que era dado como sacrifícios em rituais religiosos antigos.

10

10. Abaixo, vos apresento o famoso “rei da paciência”: Jó!

11

Segundo a Bíblia, Jó sobre as maiores desgraças possíveis, mas sua fé nunca é abalada e ele tem paciência suficiente para esperar melhoras em sua existência.

11. Perder a estribeira é sinal de queda certa, como você pode notar.

12

É a correia que segura o estrigo, onde se coloca o pé, ao arreio ou sela, na montaria. Perdê-la, com certeza, vai deixar você desnorteado!

12. E, para terminar, para não perder a graça dessas expressões populares, melhor mesmo é fazer “boca de siri”, como na foto, para alguns dos significados acima:

13

A boca do bichinho é tão fechada que parece nem existir.

Gostou?  Então pode ser que você curta ler essa outra matéria também: 27 verdades sobre ditados populares.

22 crianças que queriam ser bichos de estimação

Matéria anterior

16 coisas que gastam mais água para serem feitas que poderíamos imaginar

Próxima matéria

Você também pode gostar

Mais em Curiosidades

Comentários

Comentários não são permitidos