Séries e Sagas

5 efeitos especiais tão bons que parecem extremamente reais

0

A mágica dos efeitos especiais e dos gráficos de computador fazem parte de quase todas as produções cinematográficas atuais. Além de serem essenciais em alguns casos, os efeitos podem facilitar na produção, e até fazer com que elas fiquem mais baratas. Em Uma Mente Brilhante, a cena em que o bebê do personagem John Nash quase se afoga, obviamente não é real. Foram gravados dois takes, uma com a banheira cheia, e outro com o bebê dentro da banheira vazia, depois a cena foi editada para parecer que o bebê estava se afogando.

Às vezes, os efeitos especiais são tão óbvios que tiram a veracidade dos filmes. Contudo, na maioria das vezes eles são impressionantes. Confira 5 efeitos especiais tão bons que parecem extremamente reais.

1 – Capitão América: O Primeiro Vingador

Você deve imaginar o trabalho que deu transformar o corpo definido do Chris Evans na versão magrinha do Steve Rogers. A primeira tentativa foi através da edição, colocar o corpo de outra pessoa no Chris, mas isso não deu muito certo, já que ninguém conseguia replicar os movimentos originais de Steve Rogers. Então, os produtores decidiram usar as tecnologias digitais para “encolher” o ator. Cada cena foi meticulosamente gravada a partir de 4 ângulos diferentes para que o resultado fosse perfeito, e o ator teve que dobrar as pernas para parecer ainda menor nas cenas de grupo com outros personagens.

2 – Uma Mente Brilhante

Durante o processo de filmagem, alguns ajustes são simplesmente necessários por razões de segurança. Nessas situações, os efeitos visuais são úteis. Por exemplo, durante a cena em que John Nash (Russell Crowe) quase afoga acidentalmente um bebê, duas cenas foram filmadas separadamente: uma delas era apenas uma banheira cheia e a outra era de um bebê em uma banheira vazia. O resultado de combinar ambas as cenas parecem tão realista que te dará calafrios.

3 – O Lobo de Wall Street

Neste filme, há uma bela paisagem: lembra da mansão de luxo da Jordan Belfort, ou do casamento romântico na praia, ou as vistas deslumbrantes do cais? Parece que uma fortuna foi usada para construir e alugar algumas das locações. No entanto, muitas cenas e lugares foram criados com gráficos no computador, o que ajudou a evitar despesas desnecessárias. Na cena famosa no escritório, o leão era real, mas foi gravado separadamente das pessoas e do fundo.

4 – Cisne Negro

Além dos efeitos visuais aparentes – como as cenas em que a personagem da Natalie Portman, Nina Sayers, tem alucinações – os produtores também usaram alguns efeitos menos óbvios. Um deles é quando a Nina começa a se transformar no Cisne Negro e arranca uma pequena pena preta do seu ombro. Parece muito real, mas, de fato, foi completamente desenhado em um computador. Outra adição interessante são as mãos da Natalie, que o diretor decidiu alterá-las graficamente para parecer mais assustadoras, alongando os dedos e adicionando algumas rugas.

5 – Diamante de Sangue

 

Aparentemente, o diretor não ficou impressionado com a atuação da atriz Jennifer Connelly na cena em que ela fala com o seu amigo pelo telefone. Para tornar a cena mais emocionante, a equipe do filme utilizou a magia da edição, para adicionar uma lágrima escorrendo pelo rosto da atriz. Jennifer Connelly viu a mudança só quando o filme saiu, e ficou surpresa.

E aí, gostou da matéria? Deixe nos comentários e compartilhe a matéria.

A qual vilã de novela brasileira pertence essa frase? [Quiz]

Matéria anterior

Essa é a razão pela qual os casais se separam, de acordo com a ciência

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Fatos Desconhecidos Nós gostaríamos de enviar notificações dos últimos conteúdos e atualizações que fazemos.
Dismiss
Allow Notifications