5 fatos que você não sabia sobre os últimos anos de Al Capone

POR Gustavo Camargo    EM Entretenimento      10/05/17 às 14h56

Al Capone- O "Scarface"- foi um líder que governou o mundo do crime em sua época que nasceu no Brooklin, Nova Iorque, em janeiro de 1899. Realizou feitos marcantes para a história. Utilizava de mãos de ferro para governar esse sistema, se tornando o maior gangster da história, podendo dar assim muito conteúdo midiático para grandes meios de comunicações da época.

Mesmo sendo tão representado nas telinhas, não foi dando muita importância aos seus últimos anos de vida, fazendo assim que muitas pessoas não soubessem como Capone passou seus últimos momentos com vida.

Listamos aqui alguns feitos de Al Capone antes de sua morte:

1 - Problemas Financeiros

Existiam vários rumores sobre os últimos momentos de Capone, que ele estaria aproveitando sua vida com luxo que ele conseguira durante toda sua trajetória, mas não era bem assim, ele estava financeiramente quebrado. Podendo assim só estar aproveitando de sua vida com sua mãe, esposa e de poucos amigos que lhe restaram.

2 - Problemas mentais

Capone era um conquistador nato, mesmo depois de estar casado com "mãe", em meio a uma de suas aventuras foi contaminado com uma DST: "Sífilis". Não procurou acompanhamento médico para tal doença com medo de que sua esposa descobrisse a traição, fazendo assim que ele há transmitisse para sua esposa. Com o passar do tempo e não tratando a doença fez com que seu estado mental se complicasse. Os médicos da prisão comunicavam que ele tinha vários surtos psicológicos e as nomearam de "perturbações mentais intermitentes". Capone foi diagnosticado com a mentalidade de uma criança de 12 anos de idade.

3 - Cocaína

Além de complicações mentais que Capone teve por causa da DST, estava tendo problemas com drogas ilícitas, que logo teve grande sofrimento com a retirada extrema de cocaína logo quando chegou em Alcatraz. A dependência de Capone a cocaína era tão grande, que seu septo nasal teria sido comido pela droga, criando uma grande perfuração.

4 - Tratamento

Após ter sua entrada negada no renomeado Hospital Johns Hopkins, foi conduzido para Guilford que finalmente conseguiu fazer Capone a fazer o exame acima da residência no hospital da união em Baltimore. Em toda sua estadia Capone ficou sobre os cuidados do Dr. Josepsh E. Moore. Após sua Alta, Capone ficou completamente agradecido pelos grandes cuidados que recebeu no hospital que lhe permitiu a entrada, para mostrar seus agradecimentos Capone doou cerejeiras japonesas, que atualmente uma delas ainda está na entrada do hospital mesmo depois de todos os anos.

5 - Penicilina

Em 1940, Capone estava com sobrepeso e não tinha coordenação física e mental, sofria várias convulsões muito parecidas com a epilepsia. No ano de 1942 a penicilina ficou ao alcance de médicos para tratamentos, mas existia uma Cota muito acirrada sobre o antibiótico, era bem difícil de adquiri-lo. Para felicidade de Capone, Dr.Josepah, conseguiu adquirir a droga para o tratamento de Capone, sendo um dos primeiros pacientes com uma DST a ser tratado com o antibiótico. Mesmo com os esforços, Capone já tinha sofridos danos irreversíveis, a penicilina não poderia reverter a situação que Capone se encontrava, mas o antibiótico interrompeu o avanço da doença por algum tempo.

E aí, conhecem mais algum feito de Al Capone? Comentem!

Via   Listverse  
Gustavo Camargo
Gustavo Camargo, 18 anos, Goiano, Publicitário, Homão da Porra. Fascinado por League of Legends, Hearthstone, Lúcifer (série) e Literatura.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+