5 venenos que podem ser encontrados em locais que você nem imagina

POR Rafael Miranda    EM Ciência e Tecnologia      02/03/15 às 22h15

Você já ouviu falar que feijão é venenoso? Isso é só a ponta do iceberg. Muitos alimentos que nós consumimos diariamente se não forem preparados corretamente podem causar sérios danos para a nossa saúde.

Na lista abaixo estão 5 alimentos que provavelmente você não pensava que eles poderiam ser mortais para você. Todo o cuidado é pouco então é melhor prestar atenção na hora do consumo dos alimentos e evitar problemas futuros.

Pêssego

40

A semente do pêssego é extremamente venenosa. Aproximadamente 88 miligramas de cianeto estão presentes nas sementes que ficam dentro do caroço do pêssego.

Maçã

41

A semente da maçã também pode ser perigosa. Nela pode ser encontrado cianeto de hidrogênio, também conhecido como cianureto. Ela é citada inclusive nos famosos livros de Agatha Christie como forma de matar por envenenamento (não façam isso). Mas calma: somente se ingerimos uma grande quantidade de sementes que poderíamos apresentar os efeitos colaterais e mortais.

Batata

42

As batatas contém glicoalcalóides. Elas podem causar fraqueza, confusão e levar à morte. Para saber se a batata tem essa substância basta verificar a sua coloração. Batatas esverdeadas tem altas concentrações dessa substância.

Mandioca

43

Sem o devido preparo, a mandioca pode causar intoxicações agudas e levar à morte. Suas folhas e raízes podem apresentar altas concentrações de cianeto de hidrogênio.

Feijão

44
O feijão contém uma toxina chamada fitohemaglutinina (PHA) que podem causar sintomas agudos, mesmo se ingeridos com moderação. Por isso é recomendável deixar os grãos em molho por algumas horas e ferver o feijão, por pelo menos 10 minutos, antes de comer.

Rafael Miranda
Jornalista viciado em memes e amante da cultura pop.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+