• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


6 coisas que acontecem quando você doa seu corpo para a ciência

POR Diogo Quiareli    EM Ciência e Tecnologia      30/10/17 às 15h00

A doação de órgãos está cada vez mais frequente e muitas pessoas optam por isso na intenção de salvar outras vidas. Partes importantes podem ser utilizadas em outros seres, como: coração, fígado, córneas e vários outros. Existem também as pessoas que escolhem doar seus corpos após a morte para que possam estudá-lo. Esses estudos servem para diagnosticar algumas doenças e com isso, desenvolver curas. Essa não é uma decisão fácil, é claro, principalmente quando descobrem o que acontece quando você se doa para instituições especializadas nisso. Você pode parar em vários lugares quando escolhe esse caminho pós-morte. Desde escolas de medicina até centro de treinamento e pesquisa medicinal.

Você, alguma vez, já se perguntou o que acontece com uma pessoa que doa seu corpo para estudos? Nem tudo é como imaginamos e foi pensando nisso que a redação da Fatos Desconhecidos resolveu pesquisar e trazer o resultado para cada um de vocês, caros leitores que são tão curiosos quanto nós. Confiram com a gente mais essa matéria incrível.

1- Você se torna anônimo

Os cadáveres não são reconhecidos por estudantes. Não é divulgado o seu nome ou sobrenome. O documento é preenchido por números nos lugares dos nomes e só recebem um nome por extenso as partes do corpo contidas nos papéis. Em alguns lugares é possível conhecer a família do falecido estudado após o término dos estudos, como uma forma de memorial, só aí que os alunos podem conhecer de fato o corpo que estudaram, caso a família concorde em divulgar para eles.

2- Antes de ser utilizado, você será testado

Obviamente não são todos os corpos doados que podem ser estudados em universidades. Por mais que se pareçam ótimos candidatos a estudos, não significa que são de fato. Existe um processo rigoroso a fim de detectar doenças transmissíveis, como o HIV, hepatite ou Sífilis. Para algumas empresas especializadas no assunto, poucos são os casos que são encaminhados para estudantes. Dependendo do corpo, até mesmo uma lesão pode interferir em determinado estudo, por isso são tão estudados antes pelas empresas.

3- Os custos de funeral são cobertos

Acredite ou não, mas muitas pessoas doam seus corpos para a ciência com a intenção de ter seus custos com funeral cobertos. Os custos por um funeral, enterro e todo material podem ser altos para algumas famílias. Uma solução é doar para a universidade de medicina, pois eles podem cuidar de tudo isso e realizar o desejo do falecido. A maioria dos centros de estudo medicinal realiza uma cerimônia simples e cuida de tudo que precisa. A família ainda pode coletar as cinzas do falecido após todos os estudos.

4- Você pode não saber pra onde será levado

Como já afirmamos, algumas pessoas optam pela doação do corpo para serem isentas dos custos. Desde o transporte do corpo até a cremação são pagos pelas universidades. Não existe uma garantia de que tipos de estudos serão feitos nos cadáveres e, muito menos, onde eles irão parar.

5 - Você pode ser plastinado

Alguns cadáveres podem tornar-se famosos em museus especializados. Existe uma exposição chamada de "Exposição do Body Worlds", que é itinerante e educativa para o público, explicando melhor sobre o funcionamento interno do corpo humano. O objetivo disso é alertar as pessoas sobre os benefícios de viver de forma saudável. A plastinação é um processo em que os fluidos são retirados de uma parte do corpo e substituídos por plástico. Isso faz com que o corpo seja preservado por muitos anos.

6- Seu rosto será coberto durante os estudos

Para manter o anonimato, a maior parte das universidades de medicina irá cobrir totalmente o rosto e as partes íntimas dos corpos que estão sendo estudados. Se o estudo não precisar envolver essas partes, elas se manterão anônimas. Uma universidade da Califórnia usa a seguinte frase: "Essa pessoa não está mais aqui. Ela está segura e você também", para conseguir motivar as pessoas a realizarem seus deveres.

E aí, você sabia sobre essas coisas? Comenta pra gente aí em baixo e compartilhe com seus amigos.

Próxima Matéria
Via   The Richest  
Imagens
Diogo Quiareli
Geminiano, 24 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+