Curiosidades

7 animais mais nojentos do planeta

0

O Reino Animal é incrível e cheio de feitos e criaturas maravilhosas, até que você para e analisa os hábitos de diversas criaturas peculiares. São animais que podem até parecer atraentes e fofinhos, mas na hora de garantir a sobrevivência, possuem hábitos extremamente estranhos.

A natureza funciona de formas bem estranhas e, para manter o equilíbrio, garante que algumas espécies se sustentem graças e algumas ações que podem parecer bem nojentas para a gente. Essas criaturas podem até fazer certas coisas para garantir a sobrevivência da espécie, mas olhando sob o ponto de vista da higiene dos seres humanos, é difícil de compreender com facilidade.

Aqui estão algumas das criaturas mais peculiares do mundo animal, quando o assunto é nojeira.

1 – Lagartos de chifres

1

Quando um lagarto de chifre se sente ameaçado, ele lança jatos de sangue diretamente de seus olhos em distâncias de até 1,5m. O sangue tem um cheiro ruim e é expelido por meio da ruptura de vasos que passam pela cabeça do lagarto, expulsando os predadores que se aproximam.

2 – Peixe-bruxa

2

Os peixe-bruxa são invertebrados marinhos que, quando agitados, se defendem liberando um estranho muco por meio dos poros de todo o seu corpo. Essa substância viscosa, quando em pequenas quantidades pode não parecer tão nojenta, mas se você pensar que os peixes podem produzir até 20 litros da substância de uma só vez, a imagem pode ser muito mais incômoda do que soa.

3 – Sapo peludo

3

O sapo peludo pode parecer fofinho e diferente para alguns, mas as coisas mudam de conversa ao descobrir que os pelos na verdade estão cobertos por artérias semi expostas saindo do corpo. Além disso, o anfíbio é conhecido por quebrar os próprios dedos para expor garras em situações de perigo.

4 – Coalas

4

Os marsupiais australianos, apesar da aparência de bicho de pelúcia, sofre com problemas de DSTs tão graves que ameaçam a sobrevivência da espécie. Em algumas regiões do país, somente 10% desses animais estão livres da doença. Dentro do território com vários animais singulares e perigosos, os coalas estão distantes de serem ameaçadores, mas por trás da aparência amigável existem hábitos de saúde bem controversos.

5 – Fulmar

5

Essas aves, semelhantes às gaivotas, possuem um mecanismo de defesa extremamente repugnante. Eles guardam uma mistura de óleos de peixe e cera em seu sistema digestivo utilizado para ser lançado na direção de seus predadores como um vômito. Com cheiro de peixe podre, a mistura também pode servir para alimentar os pássaros mais jovens que não conseguem buscar as próprias fontes de alimento.

6 – Pepino-do-mar

6

Pode não parecer, mas o pepino-do-mar é um animal. Diferentes espécies do animal são capazes de ejetar os órgãos internos pela própria boca ou ânus. O hábito é realizado para espantar animais ameaçadores ou apenas para variar a posição, por motivo nenhum aparente.

7 – Urubus

7

Certamente não é inesperado ver nessa lista uma criatura que vive se alimentando de restos podres de outros animais. Essas aves consomem alimentos tão repugnantes que acabam se tornando imunes a doenças e toxinas extremamente prejudiciais a outras espécies. Para aumentar ainda mais a nojeira, os urubus mantêm o hábito de se cobrir em urina e vômito.

E aí, dá pra encarar essas criaturas? Qual delas foi a mais nojenta pra você?

24 pinturas tão reais que seu cérebro vai se recusar a acreditar

Matéria anterior

7 coisas que só quem tem rosto de criança vai entender

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos