• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 brincadeiras de criança que já foram proibidas

POR Mateus Graff    EM Curiosidades      26/02/18 às 17h07

Qual era a sua brincadeira preferida quando criança? Talvez você goste também da nossa matéria com as 10 coisas que só quem já foi 'moleque de rua' poderá entender. Pois bem, caros amigos, algumas brincadeiras para nós podem parecer inocentes, mas para outras pessoas podem ser incrivelmente perigosas.  Exemplos disso são brincadeiras infantis que foram proibidas em outros países.

Por exemplo, vocês sabiam que o pega-pega já foi proibido nos EUA? Ou mesmo que brincadeiras como 'polícia e ladrão' foram proibidas em Londres? Pois bem, tendo isso em mente, trouxemos para vocês as 7 brincadeiras de criança que já foram proibidas, confiram:

1 - Pega-pega

Com certeza a maioria de vocês gostavam de brincar de pega-pega quando criança. Realmente é uma brincadeira legal e ainda ajuda a combater a obesidade entre as crianças. Ou será que seria melhor deixar as crianças vendo TV ou simplesmente jogando Xbox o dia inteiro no sofá?

Para vocês terem uma ideia, segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, na década de 80, cerca de 7% das crianças de seis a onze anos de idade eram obesas. Hoje em dia, esse número subiu para 20%. Sendo assim, o certo seria incentivar as crianças fazerem coisas mais saudáveis, certo?

Pois não foi isso que as escolas primárias de Wyoming, Washington, Carolina do Sul, Oregon e outros estados fizeram. Eles proibiram a brincadeira nas escolas para evitar que as crianças se machucassem, pois essa brincadeira faz com que acidentes aconteçam.

2 - Red Rover

Como essa brincadeira é típica dos EUA, a gente explica como se brinca para vocês. É preciso ter duas equipes, vamos chamá-las de equipe A e equipe B. As duas equipes precisam ficar em pé sob uma linha e de mãos dadas, a equipe A de frente para a B. A equipe A decide quem "chamará" da equipe B. Depois que eles decidirem, eles cantam "Red rover, red rover, nós chamamos o (nome da pessoa)!"

O jogador da equipe B que teve seu nome chamado deve correr para a equipe A e tentar quebrar a ligação entre os braços dos membros da equipe. Se o jogador da equipe B não conseguir passar, ele se torna parte da equipe A. Mas se ele passar, pode voltar para sua equipe original, o time B. Continue jogando até uma equipe ter apenas duas pessoas. Quando uma delas passar para o outro lado, a brincadeira terminou. A equipe maior ganha.

Parece legal, mas o Children's Hospital em Stanford, Califórnia, diz que não. O hospital afirma que 3,5 milhões de crianças com menos de 14 anos se machucam a cada ano com esportes de contato físico. Essa também é a principal causa de morte por uma lesão cerebral entre crianças e diz que a brincadeira é perigosa. Muitos acampamentos de verão dos EUA não fazem mais a brincadeira por recomendações.

3 - Queimada

Outro jogo que fez parte da infância de muita gente. Bom, de certo modo, podemos afirma que essa é uma brincadeira de alvo humano, certo? Em março de 2013, o Distrito Escolar de New Hampshire proibiu "esportes com alvos humanos", como a queimada. A decisão entrou de acordo com a National Association for Sport and Physical Education (grupo sem fins lucrativos que estabelece padrões para esportes escolares). Mas por que proibir uma brincadeira tão legal?

Para eles, jogar uma bola em uma pessoa, mesmo que por diversão e cooperação (equipes que trabalham juntas para ter seu último jogador em pé) incentiva o bullying e a violência.

4 - Lona para escorregar

Usado no Brasil, mas muito conhecido nos EUA. Esse brinquedo se baseia em esticar a lona em um lugar aberto, jogar água (se possível com sabão), colocar uma roupa de banho e se jogar na lona para escorregar. Essa brincadeira foi invetada por Wahm-o em 1961 e muita gente já se divertiu assim.

Porém, em 1993, nos EUA, 7 adultos e uma criança de 13 anos tiveram lesões no pescoço e paralisia depois de escorregar em uma lona dessas. O brinquedo foi convocado para um recall. O governo afirmou que os pais e crianças não era capazes de encontrar um lugar certo para a brincadeira. Foi sugerido que as famílias procurassem parques aquáticos, onde profissionais possuíssem equipamentos de segurança. Absurdo ou não?

5 - Pequenos brinquedos em meias de Natal

Em Bruxelas, na Bélgica, vários brinquedos que eram colocados em meias de Natal foram banidos, Eles foram considerados perigosos pela Toy Safety Directive, um grupo que regula todos os brinquedos vendidos para crianças com menos de 14 anos. Segundo eles, brinquedos contendo ímãs (como jogo de pescaria), são perigosos por que contém ímãs que podem ser engolidos. Resumindo, todos os brinquedos que tem pequenas peças que podem soltar e ser engolidas foram retiradas do mercado.

A lista de regulamentos ainda diz que as crianças com menos de 8 anos não podem estourar aqueles famosos balões surpresas, a menos que estejam sendo supervisionados. Mas e vocês, gostam dessa medida tomada em Bruxelas?

6 - Guera de bola de neve

Em janeiro de 2013, várias cidades da região de Flandres, norte da Bélgica, anexaram multa de 100 euros para quem cometesse o crime de começar uma guerra de bola de neve. Disseram que essa atividade colocava a saúde e a segurança das crianças em risco. Um funcionário local disse que essas as bolas de neve são como pedras quando são arremessadas. Será mesmo que é tão perigoso assim?

7 - Polícia e ladrão

Também em março de 2013, os funcionários da Worcesters Primary School, no norte de Londres, proibiram todos os jogos que envolvessem armas imaginárias. Ah, por lá também proibiram brincadeiras que envolvesse cowboys e índios, mas não só pela questão das armas, também para que as crianças não imaginassem os índios sempre maus.

De certa forma realmente parece certo proibir essas brincadeiras entre as crianças para tentar educá-las, mas quantas crianças brincaram de policia ladrão e não foram influenciadas. É complicado essa discussão, mas apenas tentamos retratar o fato que aconteceu em Londres.

Bônus: RPG

RPG, para quem não sabe, é a sigla para Role Playing Game. Pois bem, aqui no Brasil, no ano 2001, uma jovem foi assassinada e suspeitava-se de que o crime teria sido influenciado por um jogo de RPG. A garota foi encontrada com 15 facadas e marcas de violência sexual pelo corpo. Na época, a Procuradoria entrou em contato com a Polícia Internacional (Interpol) e a Polícia Federal para saber se havia uma ligação do jogo com outros crimes.

O RPG consiste em um jogo onde os participantes se imaginam como personagens de um mundo. Eles são seguidos por um livro, onde determina as condutas, sejam elas boas ou más. Na época o caso não foi para frente e o RPG continua sendo legal no Brasil.

Mas e você, sabe de mais alguma brincadeira que foi proibida e que podemos acrescentar na nossa matéria? Comentem!

Próxima Matéria
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+