• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 casos mais assustadores já mostrados no Linha Direta

POR Mateus Graff    EM Mistérios & Horror      29/03/18 às 15h57

Para quem era apenas uma criança ou nem era nascido na época, o Linha Direta foi um programa que tinha como foco assuntos policiais. Exibido entre 1999 e 2007, o programa da Rede Globo ajudou a prender vários criminosos e foragidos da justiça.

O Linha Direta fazia uma simulação dos fatos e, se houvesse mais de uma versão, ambas eram apresentadas. Além de crimes brutais, o programa também mostrava alguns mistérios sem explicação, como foi o caso do tão lembrado episódio do Edifício Joelma.

Tendo em mente que esse programa marcou a vida e tirou o sono de várias pessoas, resolvemos fazer uma seleção com os programas mais assustadores. Será que você se lembra de todos eles? Confira!

1 - Césio-137

E como esquecer o maior acidente radioativo urbano do mundo? Foi no dia 13 de setembro de 1987 que dois catadores de papel encontraram um aparelho abandonado em uma clínica de radioterapia na cidade de Goiânia. Dentro desse aparelho existia uma cápsula de césio-137. Esse material altamente radioativo espalhou o verdadeiro terror pela capital goiana e deixou cerca de 675 pessoas contaminadas e quatro vítimas fatais. É claro que o Linha Direta não deixaria passar esse caso.

2 - Máscaras de chumbo

Esse caso aconteceu ainda em 1966, quando dois técnicos em eletrônica foram a Niterói com uma quantia grande de dinheiro. Chegando lá, eles foram até a loja de eletrônicos Fluscop, compraram capas de chuva e depois entraram em um bar nas proximidades do Morro do Vintém. Eles foram encontrados mortos no alto do morro um dia depois. A dupla não tinha marcas de tiros e nem facadas, mas tinham nas mãos máscaras estranhas de chumbo e um bilhete dizendo o seguinte: "16:30hs está no local determinado. 18:30hs ingerir cápsula, após efeito proteger metais. aguardar sinal máscara". Estranho, não?

Muitas pessoas disseram que os dois técnicos morreram ao fazerem contato com extraterrestres, mas a verdade nunca foi revelada.

3 - Edifício Joelma

Mas nem só de crimes não resolvidos viviam o programa. Em 2005 a linha Mistério teve como estreia os enigmas do incêndio do Edifício Joelma. No caso foi feita a reconstituição de um crime que havia ocorrido ainda em 1948 na casa que foi demolida para a construção do Edifício Joelma. O prédio teve um terrível incêndio anos depois, em 1976. No caso, 191 pessoas morreram e 300 ficaram feridas.

No tal edifício, supostos fantasmas rondavam, além dos gritos que eram escutados. Por falar em gritos, foi reconstituído também os gritos que eram escutados no cemitério onde foram enterrados 13 corpos de vítimas não-identificadas do Edifício Joelma. Clica aí em cima e relembre esse episódio, que na época, era assustador.

4 - Ana Lídia

Em 1973, Ana Lídia, de apenas 7 anos de idade, foi deixada na porta da escola pelos pais. O caso aconteceu em Brasília e, segundo informações do programa, o jardineiro da escola viu a garota saindo pelo portão lateral com um rapaz loiro, alto e com um livro vermelho na mão. Um dia depois o corpo da garota foi encontrado. O cadáver estava nu, com rosto enterrado na terra e escoriações e roxos pelo corpo.

A perícia disse que a morte foi por asfixia e que o assassino manteve relações sexuais enquanto a menina estava morta. O acusado na época foi o irmão da vítima, Álvaro Henrique Braga e um amigo da família, Raimundo Lacerda Duque. Os dois acabaram absolvidos por falta de provas. Depois, filhos de pessoas influentes na sociedade de Brasília na época foram citados, mas nunca investigados. O sequestro e morte de Ana Lídia aconteceram em plena ditadura militar e o caso se tornou, na época, símbolo da impunidade em Brasília.

5 - 'O Crime da Mala'

Considerado um dos crimes mais doentios do século 20, o episódio de 'O Crime da Mala' conta a história de um imigrante italiano que assassinou sua esposa e ocultou o corpo dentro de uma mala. O corpo estava fatiado e o cheiro do cadáver estava insuportável (o corpo já estava em estado de putrefação). A esposa do italiano, que se chamava Maria, tinha 21 anos e estava grávida quando foi assassinada. Lembra desse caso? Você pode conferi-lo no vídeo acima.

6 - 'O Vampiro de Niterói'

Em 1990, uma onda de violência tomou conta do Rio de Janeiro. Na época, um psicólogo florense percebeu que havia algo bizarro acontecendo nas ruas e começou a investigar. Ele percebeu que vários casos tinha coisas em comum, como ataques a meninos de 1 a 6 anos da idade. A forma com que as vítimas eram assassinadas era mais estranha ainda, o vampiro de Niterói bebia o sangue das vítimas pois para ele, o sangue possuía a juventude das crianças.

No total, esse serial killer matou 17 crianças. Quando foi encontrado, acharam dentro de sua mala o esqueleto de um menino. Quando perguntado o que fazia com o esqueleto, o cara disse que se masturbava com os ossos da criança e se arranhava outros ossos.

7 - Cartas de Chico Xavier

Sim, o Linha Direta fez um episódio sobre as cartas de Chico Xavier. O programa contou três casos de assassinatos que tiveram como prova cartas psicografadas por Chico Xavier. O curioso é que as cartas foram aceitas pela Justiça Federal.

Na época, três causados de assassinatos ficaram livres da prisão. Os casos onde as cartas foram aceitas como provas pela justiça ganharam destaques em jornais ao redor do mundo.

E aí, caro leitor, lembra de mais algum caso marcante do Linha Direta? Comente!

Próxima Matéria
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+