7 coisas mais estúpidas que as pessoas já fizeram por amor
Tempo de leitura:2 Minutos, 48 Segundos

7 coisas mais estúpidas que as pessoas já fizeram por amor

O amor. Ah, o amor. Quem nunca se apaixonou? O estado de embriaguez emocional que torna os seres imortais. Apaixonar-se é entrar numa vida em estado de nômade emocional. Quem ama sabe como é sentir um mundo utopicamente sem barreiras, sem preconceitos, sem dificuldades. Ao mesmo tempo que conhece os desencantos e dissabores de ser humano. Trata-se de uma obra de arte sensível, de satisfação em existir, a completude de se viver. É entregar-se ao outro como a si mesmo.

Sentiu-se assim alguma vez? Sim? Então sabe do que estamos falando. E se houve desilusão, saberá ainda mais. Não? Não se preocupe, saberá um dia, e desejamos que seja maravilhoso!

Pois bem, apesar de lindo, meloso, (brega!), o ditado que diz que o amor é cego, sim, é verdade. Tanto é que as pessoas conseguem fazer as coisa mais idiotas quando estão apaixonadas. E, para celebrar a estupidez humana, selecionamos uma lista com as 7 coisas mais estúpidas que as pessoas já fizeram por amor.

1. Isolar-se

1.

Extremamente natural, a pessoa começa a namorar e some. Vive a vida como se não houvesse amanhã, desde que seja dentro de casa, no quarto, ao lado da pessoa amada. Esquecendo do mundo, amigos, família, absolutamente tudo.

2. Fingir ser quem não é

Sem título

Acontece frequentemente, a única explicação plausível para tal atitude está ligada à falta de amor próprio. Quando a pessoa não sabe reconhecer-se, aceitar-se e o mais importante, admirar-se. Então, ao conhecer alguém que acredita ser a pessoa dos sonhos, faz de tudo, fala de tudo, até do que não sabe para tentar fazer com que essa pessoa goste e queira um relacionamento.

3. Empréstimos

3.

Não, o seu belo dinheirinho não vai voltar. Nunca! Uma das maiores estupidezes que podem haver no mundo é acreditar que o seu amado vai ser generoso e honesto, porque não vai. Aquela história de “somos um casal”, “tudo que temos é nosso”, balela. Quem empresta sempre acaba no prejuízo.

4. Morar junto

Couple sitting on sofa with arms folded, looking angry

Vocês acabaram de se conhecer, estão engatando um namoro. Tudo é está lindo. Um dos dois mora sozinho. O outro com a família ou amigos, e vocês querem (e precisam!) de liberdade. Aquele que não mora só, acaba passando mais tempo na casa do outro do que na própria casa. Isso é algo terrível. E quem permite acaba tirando a própria liberdade, aquela à qual estava acostumado.

5. Viver a vida do outro

6.

Ama tanto, que faz o mundo girar ao redor dessa pessoa. Para! Você tem vida, é um ser humano, cheio de desejos, necessidades, problemas… Se olhe no espelho, se enxergue e faça o que tiver de fazer, por você! Ninguém nunca te amará como só você é capaz, mesmo que ainda não tenha descoberto.

6. Dignidade

7.

Se o fulano que está ao seu lado realmente gosta de você, ele/a vai saber aceitar suas decisões, escolhas; saberá que cada indivíduo é diferente.

7. Respeito

quem-sofre-por-amor-voce-ou-seu-ego.html

Um dos erros mais graves, e mais comuns. Acabou o respeito, acabou o amor. Não há o que discutir. Se a pessoa lança indiretas, cria picuinhas, faz tempestade em copo d’água, te humilha, xinga e, às vezes, até agride fisicamente. Baby, esquece! Manda para aquele maravilhoso lugar e seja feliz! Ele/a não é único no mundo.

Não esqueça de comentar! Deixe sua opinião e compartilhe experiências.