• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 coisas que você não sabe sobre a Família Real brasileira

POR Isabela Ferreira    EM História      06/11/17 às 17h37

Já dizia o ditado: "Quem é rei nunca perde a majestade". Será que é realmente assim? Embora não vivamos mais em um sistema de governo monárquico, em nosso país ainda está presente a Família Real. Pode ser um susto para muita gente, afinal, não é todo mundo que sabe que o Brasil ainda abriga descendentes da monarquia. E olha que não é pouca gente. Existem muitos membros da família, sendo que alguns se dividiram e permanecem em uma constante briga.

São descendentes da Princesa Isabel e até de Dom Pedro II. Entre eles, podemos encontrar bisnetos e trinetos, algo que nem soa tão comum assim para nós. Embora eles não possuam mais poder sobre a forma de governo, alguns membros ainda hoje reivindicam determinadas coisas que julgam ser suas por direito. De acordo com Fernando Luis Schuler, cientista político e professor do Insper, em São Paulo: "É muito comum antigas famílias reais no mundo todo se comportarem como se ainda estivessem no poder. Usando uma expressão do sociólogo Pierre Bourdier, a hereditariedade é uma espécie de capital simbólico".

Pensando nisso, nós aqui da Fatos Desconhecidos separamos abaixo 7 coisas que você não sabia sobre a Família Real Brasileira. Dá uma olhada!

1 - O atual chefe da casa imperial

Pode ser que você não saiba mas a Família Real Brasileira ainda possui um chefe. Atualmente com 79 anos, Luiz Gastão Maria José Pio Miguel Gabriel Rafael Gonzaga de Orléans e Bragança e Wittelsbach (sim, esse é o nome completo dele) ocupa o cargo por ser o primogênito da família, bisneto da Princesa Isabel. Ao contrário do que você tem em mente, ele vive uma vida bem simples, assim como grande parte dos habitantes do país. O curioso é que ele ainda luta pelo restabelecimento da monarquia no Brasil.

2 - Briga pelo Palácio Guanabara

Localizado na zona sul do Rio de Janeiro e ainda atuando como sede do governo local. A estrutura é propriedade do Governo Federal desde a época da Proclamação da República. No entanto, é disputado pela Família Real. Existe um processo em andamento na justiça, encabeçado por Dom Alberto de Orleans e Bragança. A intenção é ter novamente a posse do Palácio em que a própria Princesa Isabel um dia habitou.

3 - Princesas no país

Sim, na verdade é algo que nos soa muito estranho. Embora já faça muito tempo que a monarquia deixou de ser nosso sistema de governo, ainda podemos contar com princesas vivendo no Brasil. Existem no país 37 princesas! Já havia imaginado isso?  Uma delas é Maria Cristina de Orleans e Bragança, que tem 26 anos. A moça possui Síndrome de Dawn e é escritora.

4 - Paola Maria de Bourbon Orléans e Bragança Sapieha

Paola é uma das 37 princesas do país e certamente é a mais conhecida. Nasceu no Reino Unido e se mudou para o Brasil quando tinha um ano e meio de idade. A mulher, que atualmente tem 34 anos, leva a vida como modelo, sendo que ainda é desenhista industrial e apresentadora de TV. Ela é tetraneta de Dom Pedro II, sendo ainda trineta da Princesa Isabel. Embora sua linhagem real seja algo bastante presente em sua vida, ela afirma que não vive em um conto de fadas e que tem os pés no chão. Bom, hoje em dia as coisas são realmente bem diferentes.

5 - Imposto laudêmio

O imposto laudêmio nada mais é do que uma taxa referente a um tributo federal obrigatório. Mas o que a Família Real teria a ver com isso? Bom, o simples fato de que essa taxa também pode ser nomeada como "imposto do príncipe". Ainda hoje é utilizado na compra e venda de imóveis em regiões de Petrópolis e do Rio de Janeiro, por exemplo. Para que você tenha ideia, ela tem o valor equivalente a 2,5% do preço do imóvel. O valor é cobrado e administrado por uma organização formada por descendentes de Dom Pedro II.

6 - Grande parte dos descendentes torce pelo Fluminense

E se você acha que o futebol não faz parte do sangue da Família Real, está bem enganado. Assim como muitos brasileiros, grande parte dos descendentes se diz fã do esporte. Durante uma entrevista no ano de 2008, 16 de 30 trinetos da princesa Isabel se declararam árduos torcedores do time Fluminense.

7 - 1993, a última chance

A última chance da Família Real voltar ao poder aconteceu no ano de 1993. Neste ano, ocorreu o chamado "plebiscito sobre forma e sistema de governo". Na época, as pessoas acabaram indo às urnas para votar no sistema que preferiam em que o Brasil fosse governado. De uma vez por todas a monarquia foi descartada, sendo que menos de 11% da população votou em tal opção.

E então pessoal, o que acharam? Conhecem outras curiosidades a respeito da Família Real que não foram mencionadas em nossa lista? Compartilhem com a gente aí pelos comentários!

Próxima Matéria
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+