• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 crimes que a ciência desvendou após um século

POR Natália Pereira    EM Ciência e Tecnologia      19/04/18 às 17h36

Desvendar um crime não é tão simples quanto a maioria imagina ao assistir um série ou filme policial. A realidade exige muito mais tempo do que é mostrado nesses programas para, em fim, poderem encontrar alguma pista relevante que os levem até o culpado. E, em alguns casos, isso pode levar mais tempo do que ambas as partes gostariam. E, se muitos casos permanecem sem solução nos dias de hoje, imagina no passado quando a tecnologia não era tão desenvolvida.

Depois de um tempo, solucionar um crime parece ainda mais complicado. As pistas começam a se perder e o criminoso pode não estar tão próximo quanto no momento em que o crime aconteceu. Mas, ainda assim, as tecnologias e métodos científicos se desenvolvem cada vez mais com o tempo e podem acabar ajudando em casos antigos. E, por incrível que pareça, conseguem solucionar alguns casos mesmo depois de um século. Algo realmente incrível e esses são alguns deles.

1 - O garoto do celeiro

Um esqueleto foi encontrado no celeiro de uma casa em Maryland no ano de 1991. Depois de algumas análises eles acabaram descobrindo que os restos mortais pertenciam a um garoto caucasiano de 16 anos. Ele tinha fraturas em seus dentes e pulsos, além de sua coluna, que haviam sido feitas antes de sua morte, por volta do século XVII. Esses sinais indicavam que ele era maltratado e que trabalhava arduamente mesmo sendo jovem. Os especialistas acreditam que ele tenha sido enterrado em segredo para que os patrões não tivessem que relatar a morte do menino ou se explicar pela situação.

2 - Controvérsias sobre a morte do presidente

O presidente dos Estados Unidos, Zachary Taylor, acabou falecendo no dia 9 de julho de 1850 de forma repentina e gerou especulações. O seu mandato durou apenas 16 meses e os conflitos envolvendo a escravatura estavam a ponto de dividir o país. E, apesar dos médicos da época terem indicado que a sua morte foi devido a uma doença, a situação enfrentada naquele momento fez com que muitos suspeitassem de um possível assassinato.

Uma historiadora chamada Clara Rising chegou a afirmar que acreditava que Zachary teria sido envenenado por grupos contrários a sua posição. Mas, depois de ter o seu corpo exumado em 1991, a fim de responder essa dúvida, os cientistas puderam afirmar com certeza que ele não havia morrido por envenenamento.

3 - A morte de Napoleão

Você provavelmente se lembra de ver imagens de Napoleão Bonaparte "segurando" sua barriga em alguma foto dos livros de história. E isso está diretamente relacionado com o motivo de sua morte. Quando faleceu, em 1821, os médicos declararam que a causa de sua morte havia sido um câncer no estômago. Mas, ainda assim, muitos especulavam sobre um possível envenenamento por parte dos britânicos. E, para solucionar essa dúvida, cientistas acabaram reexaminando seu cado em 2007. A análise não encontrou sinais de envenenamento mais sim um tumor estomacal de 10 centímetros. Mostrando que ele realmente teria morrido devido seu problema no estômago.

4 - A família no poço

Durante uma escavação arqueológica em Norwich, em 2004, 17 esqueletos acabaram sendo encontrados em um poço medieval na região. Depois de serem analisados cuidadosamente, os pesquisadores acabaram descobrindo que todos eles pertenciam a mesma família e que 11 dos esqueletos eram crianças. Eles acreditam que todos eles tenham vivido durante os séculos XII e XIII e que morreram devido a perseguição aos judeus.

5 - A fraude de 'Madonna of the Veil'

A pintura conhecida como 'Madonna of the Veil' foi atribuída ao pintor Botticelli até o século XX, até que uma analise mostrou um resultado diferente. Uma investigação sobre a obra foi feita em 1994 e os especialistas acabaram descobrindo que grande parte dos pigmentos e materiais presentes nela não existiam na época do pintor, sendo desenvolvida apenas 350 anos depois de sua morte. Ou seja, era impossível que ela tivesse sido feita por Botticelli. Eles acreditam que a obra tenha sido feita pelo falsificador Umberto Giunti na década de 20.

6 - O caso do astrônomo Tycho Brahe

O famoso astrônomo dinamarquês, Tycho Brahe, viveu no século XVI e foi reconhecido amplamente por seus trabalhos envolvendo corpos celestiais e pelo fato de ter catalogado cerca de 1000 estrelas. E, por voltas do século XX, muitas pessoas acabaram especulando sobre a possibilidade de Tycho ter morrido devido um envenenamento. Isso porque, de acordo com eles, o astrônomo teria se envolvido em um caso complicado e teria sido morto pelo assistente do rei Christian IV.

Toda essa história fez com que especialistas decidissem exumar seu corpo em 2010. Nenhuma evidência de envenenamento foi encontrada e eles acreditam que ele tenha morrido, na verdade, devido uma infecção urinária.

7 - A morte repentina de Cangrande I della Scala

Cangrande I della Scala tinha o controle de diversas cidades italianas durante o século XIV e acabou governando Treviso também. Mas, pouco tempo depois disso, ele acabou ficando gravemente doente e morrendo. Na época uma explicação foi dada e afirmou que ele teria bebido a água de uma corrente poluída e ficado doente. Mas isso não impediu as pessoas de criarem rumores afirmando que ele teria sido assassinado. A dúvida acabou fazendo com que seu corpo fosse exumado recentemente e os especialistas acabaram descobrindo algo interessante.

A análise mostrou que ele tinha consumido uma grande quantidade de Digitalis purpurea, uma espécie de planta conhecida também como dedaleira, e que a quantidade encontrada era realmente referente a um envenenamento. Apesar de não ter certeza sobre quem teria cometido o crime, os especialistas acreditam que Mastino II, seu sobrinho, seja o suspeito mais provável, principalmente por esse ser o seu sucessor.

Todos esses casos geraram um impasse e dividiram as pessoas durante muito tempo. Mas, felizmente, a ciência foi capaz de resolver a questão com base em dados sustentáveis. E, mesmo que eles só tenham sido solucionados séculos depois, ainda é incrível ver o que a ciência é capaz de descobrir. O que acharam dessas descobertas? Já haviam se perguntado sobre a morte de alguma dessas pessoas histórias?

Próxima Matéria
Natália Pereira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+