7 ditadores desumanos que impressionam por sua crueldade

POR Pietro Bottura    EM Curiosidades      16/10/14 às 21h14

A história teve inúmeros ditadores, e se você acha que o Hitler da foto acima foi o maior ou o pior deles, está redondamente enganado. É lógico que o Holocausto, que trouxe à morte 6 milhões de judeus, não foi um episódio banal ou comum, mas infelizmente não foi o único da história. Então, pra saber até onde vai a crueldade e imposição humanas, confira aqui alguns dos maiores ditadores que já pisaram em nosso planeta:

Vlad Tepes

Vlad-Tepes

Vlad III, ou "Vlad, o Empalador" ficou conhecido por matar seus inimigos através que técnica que lhe batiza, a empalação, que consiste em fazer com que uma lança atravesse uma pessoa por dentro, entrando pelo seu ânus e saindo por sua boca - ou o mais próximo disso possível.

Reinou de 1456 à 1462, e ficou conhecido por punições severas que distribuía entre seus inimigos, incluindo formas de tortura bastante sofisticadas, como remover os intestinos ou pele de alguém ainda vivo vagarosamente.

Cozinhar, decapitar, cegar, enforcar, queimar, crucificar e enterrar pessoas vivas também eram alguns de seus passatempos, além da já citada empalação retal ou facial, além de desfigurar pessoas arrancando seus narizes, orelhas, órgãos sexuais e membros. Enquanto fazia essas torturas, ele se sentava entre os cadáveres e bebia e comia desdenhosamente.

Empalou 20 todas as pessoas da cidade de Amlas, aproximadamente 2 mil homens, mulheres, idosos e crianças. Talvez você conheça esse homem por seu nome mítico, "Drácula".

 

Pol Pot

Pol-Pot

Primeiro ministro do Camboja de 1976 a 1979, esse comunista radical forçava populações inteiras a evacuar as cidades onde moravam, além de matar os que se recusavam. Também deixou um legado de doenças e miséria, e em seu governo mais de um milhão de pessoas morreram por trabalho forçado, fome, contaminação, tortura ou execução.

Leopoldo II

Leopold-II-of-Belgium

Esse antigo rei dos belgas é lembrado por sua exploração brutal sobre o Congo, iconizada pelo Congo Free State, uma empresa que retirava borracha e marfim de forma exploratória no país africano, que resultou na morte de em torno de 3 milhões de congoleses.

Joseph Stalin

 

Josef-Stalin

Esse ditador soviético matou em torno de 20 milhões de camponeses, além de permitir que vários morressem de fome. Tendo ascendido durante a revolução bolchevique, em 1930, seu poder político era enorme, e sua paranoia também, o que levou inúmero inocentes a paredes de fuzilamento e mortes dolorosas.

Ivan IV

 

Ivan-IV-Vasilyevich

Também conhecido como "Ivan, o terrível", esse foi o primeiro tzar russo, e ficou conhecido por sua estranha personalidade. Apesar de ser um devoto de Deus e um homem inteligente, tendia a surtos de raiva e a episódios de demência mental. Divertia-se em queimar milhares de pessoas em frigideiras, além de, como Vlad, ser fã da empalação. Em torno de 500 a 1000 pessoas eram reunidas por dia, por suas tropas, apenas para serem torturadas e mortas diante de Ivan e seu filho.

Idi Amin Dada

 

Idi-Amin

Militar e presidente de Uganda de 1971 à 1979, Dada fez de seu curto governo um inferno na Terra, sendo um dos ditadores mais temidos da África e do mundo. Abuso de direitos humanos, repressão política, perseguição étnica, uso desequilibrado do sistema legal e a expulsão de imigrantes de Uganda foram alguns de seus feitos, e estima-se que tenha matado entre 500 e 800 mil pessoas.

Ele odeia europeus, o que pode ser notado por exemplo nessa frase: "nós, africanos, costumávamos carregar os europeus, mas agora é o contrário, europeus nos carregam. Agora nós somos os mestres, e até os britânicos vieram até o meu país para dizer que eu realmente tenho poder".

Átila, o Huno

Attila-in-a-museum-in-Hungary.

 

Considerado um dos maiores vilões da história, esse conquistador era conhecido por pilhar vilarejos, estuprar mulheres, torturar e matar pessoas que ficassem em seu caminho, numa época em que violência e poder eram sinônimo de capacidade - itens que, hoje, na verdade são sinais de homens desequilibrados e autoritários, como Átila.

Pietro Bottura
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+