Todo mundo que faz sexo está sempre em busca do orgasmo e do prazer na cama e por causa disso as pessoas estão sempre tentando diferentes formas de experimentar a atividade, para poder viver a situação com o máximo proveito.

Para algumas pessoas, no entanto, esse prazer pode vir das formas mais inesperadas ao longo do dia, por conta de problemas e condições de saúde, ou em atividades específicas que não envolvem a atividade sexual. São atividades comuns do dia-a-dia que afetam a vida de diversas pessoas ao redor do mundo, trazendo o orgasmo e momentos bem diferentes daqueles que incluem o sexo comum.

Confira algumas das formas mais estranhas e incomuns que já foram registradas pela ciência, seja por acidente ou por intenção das pessoas.

1 - Escovando os dentes

1

Sofrer com efeitos epilepsia não é uma das coisas mais divertidas para a vida de uma pessoa, mas afetou a vida de uma americana de 14 anos de idade de uma forma bem singular. Por causa da condição, ela relatou que sentia prazer sexual enquanto escovava os dentes. Apesar de parecer algo positivo para algumas pessoas, na verdade era um problema para ela. Os orgasmos eram tão fortes que ela perdia a consciência por alguns instantes e se tornou incapaz de atingir o ápice do prazer sexual de outra forma. Com o tempo e tratamento médico, ela precisou mudar o método de higiene bucal para conseguir levar uma vida normal.

2 - Cortando os cabelos

Publicidade
continue a leitura

2

ASMR é a sigla para Autonomous Sensory Meridian Response, que em português significa resposta sensorial autônoma do meridiano. A técnica permite que as pessoas vivam sensações de prazer e relaxamento somente por meio do som, ativando respostas cerebrais que podem levar ao orgasmo. Existem relatos reais de gente que conseguiu chegar ao ápice do prazer sexual por meio do som de cortes de cabelos. Agora mesmo, você pode tentar viver a experiência. Basta jogar ASMR no YouTube, acompanhado de corte de cabelo ou outro fetiche que você tenha.

3 - Estimulando os pés

3

Ao menos uma mulher na Holanda relatou que é capaz de atingir o orgasmo somente por andar descalça. A novidade chegou em sua vida depois que ela sofreu um dano nervoso eu fez com que sua espinha não soubesse mais a diferença entre sua vagina e seus pés. Por mais estranho que pareça, médicos dizem que esse tipo de problema não é tão raro assim, mas não é possível encontrar respostas com facilidade porque as vítimas ficam muito constrangidas.

4 - Fazendo exercícios

Publicidade
continue a leitura

4

Cientistas descobriram recentemente que cerca de 40% das mulheres já tiveram orgasmos provocados puramente por exercícios físicos, sem estímulos externos envolvidos, como fantasias ou fetiches sexuais. A parte mais estranha disso, é que ninguém envolvido nos estudos conseguiu entender porque isso acontecia, o que prova que o corpo feminino ainda não é completamente compreendido pela ciência.

5 - Forçando o pensamento

5

Não somente é possível induzir o orgasmos pelo pensamento, como existe uma cultura inteira ao redor da técnica. Barbara Carellas é uma praticante da técnica que, além de alcançar o próprio orgasmo, ensina pessoas a fazer o mesmo, oferecendo uma alternativa segura ao sexo comum.

Publicidade
continue a leitura

6 - Tendo um filho

6

Dar à luz a uma criança é uma das atividades menos sexuais existentes no mundo, ainda que seja reflexo direto do sexo. Ainda assim, uma pequena quantidade de mulheres consegue sentir orgasmo na hora do parte. O número é bem pequeno, cerca de 0,3% das mães que fazem parto natural, ainda assim, é um possibilidade que existe e foi documentada.

7 - Fazendo Yoga

7

Yoga é uma atividade milenar cada vez mais popular como forma de relaxamento, meditação ou exercício. Além dessas opções mais comuns, existe quem aposta no Yoga como forma de atingir o prazer sexual, dependendo do nível de concentração, poses e estímulos sexuais. Alguns especialistas até mesmo encorajam a prática como uma forma ainda mais eficaz de relaxamento do corpo e da mente.

Publicado em: 14/12/16 14h44