Ciência e Tecnologia

7 fatos sobre as explosões solares que você não conhecia

0

Para nós, simples terráqueos, o Sol é essencial para a vida. Ele fornece a luz e o calor que da vida a este planeta. Porém, o Sol também pode contemplar eventos que podem ser maléficos para a Terra, como as erupções solares. Para quem não sabe, as erupções solares são explosões na superfície do Sol causadas por mudanças repentinas no seu campo magnético. A atividade na superfície solar pode causar altos níveis de radiação no espaço sideral.

Pois bem, tendo em mente que muitos dos nossos leitores não tem a mínima ideia do que são ou do que pode causar uma erupção solar, resolvemos fazer essa matéria com os 7 fatos sobre as explosões solares que você não conhecia, confiram:

1 – Um imenso poder

2 193 520x500, Fatos Desconhecidos

Uma erupção solar é frequentemente acompanhada pela liberação de uma grande quantidade de gás, plasma e partículas irradiadas, chamadas de ejeção de massa coronal (EMC). A NASA informou que a energia liberada em uma dessas erupções seria o equivalente a um bilhão de megatons de TNT. Para vocês terem uma ideia, a maior explosão nuclear já criada por humanos tinha o equivalente a 50 megatons.

2 – Confundida com um milagre

1.1 73 600x400, Fatos Desconhecidos

Existe um relato histórico anglo-saxão que diz que em 774 d.C. um imenso crucifixo vermelho apareceu no céu durante o pôr do Sol. Esse evento foi acompanhado pelo avistamento de “serpentes maravilhosas”, ao menos de acordo com o livro A Catholic History of England, de 1847. Só que na época, provavelmente, ninguém sabia o que era “ejeção de massa coronal”. Segundo vários e vários especialistas, essa suposta visão divina provavelmente era uma ejeção de massa coronal.

3 – Os efeitos na Terra

1 202 600x338, Fatos Desconhecidos

Os aparelhos tecnológicos que usamos na Terra sofrem uma grande influência do clima espacial. Aparelhos como GPS, por exemplo, que dependem de frequência de rádio, podem ser impactados pelas erupções solares. Em 1859, por exemplo, uma das maiores ejeções solares do Sol atingiu o campo magnético terrestre e causou colapsos nos serviços telegráficos. Hoje, dependemos muito mais da energia elétrica, mas caso o mundo de hoje fosse igual ao de 1859, teríamos problemas sérios.

4 – As tempestades de Halloween

As tempestades solares de 2003, também conhecida como as tempestades de Halloween. Essas foram uma série de erupções solares e ejeções de massa coronal que ocorreram entre meados de outubro e início de novembro de 2003, que atingiram o máximo em 28 a 29 de outubro. Apesar do nome que implica que os efeitos da atividade solar apenas alteraram a magnetosfera da Terra por um dia, o mundo foi realmente submetido a uma energia eletromagnética maciçamente aumentada de 17 tempestades solares.

O impacto incluiu o redirecionamento de vários vôos e até missões marítimas foram canceladas. O satélite japonês ADEOS-II, de um ano de idade, ficou completamente fora de controle e até mesmo as redes de rádio terrestres foram interrompidas.

5 – As explosões de 2012

4 135 600x391, Fatos Desconhecidos

Os danos causados ​​pelo Evento Carrington e as tempestades de Halloween podem parecer insignificantes para interrupções que se tornaram eventos globais. Mas em 29 de julho de 2012, o mundo se tornou mais dependente de uma rede de telecomunicações, deixando muito mais vulnerável quando um total de três grandes explosões, o maior evento solar registrado desde 1859, ameaçou atingir a Terra novamente. Felizmente, a circunferência da órbita da Terra ao redor do Sol é longe o suficiente para impedir que isso acontecesse.

6 – As explosões solares preparam o palco para a vida na Terra

1 Gif 2, Fatos Desconhecidos

As explosões solares podem ser prejudiciais para a humanidade, certo? Mas por mais que elas possam ser uma ameaça, elas também surgem como uma parte significativa pela qual existe vida na Terra. Há bilhões de anos, a atmosfera do planeta era composta quase exclusivamente de moléculas de nitrogênio e dióxido de carbono. Foi a intensa energia das ejeções de massa coronal que fez com que as moléculas de nitrogênio separassem as moléculas de oxigênio do dióxido de carbono.

Isso nos forneceu o gás que respiramos e causou a criação de grandes quantidades de óxido nitroso que se tornariam os gases do efeito estufa no topo de nossa atmosfera.

7 – Riscos de explosões solares nas próximas décadas

5 116 600x450, Fatos Desconhecidos

Existem aproximadamente 1.100 satélites ativos orbitando a Terra. Cada um deles custou pelo menos 10 milhões de dólares, e alguns custaram até 400 milhões de dólares. Imagine o dano financeiro que poderia causar se todos eles devido a uma erupção maciça de massa coronal!? Muitas informações e arquivos que podem ser perdidos da nuvem para sempre, isso seria um prejuízo quase incalculável.

O que acontece é que nas próximas décadas existe a real possibilidade de erupção solar. O motivo é que o Sol está passando por um ciclo em que se expande e se contrai. Será que nos próximos anos o mundo terá um grande prejuízo com as explosões solares? Nós esperamos que não.

Cupinzeiro de mais de 4 mil anos é descoberto no Brasil e pode ser visto do espaço

Matéria anterior

Novo arco de Dragon Ball Super pode ter a volta de Kid Buu

Próxima matéria

Você também pode gostar

Comentários

Comentários não são permitidos