Curiosidades

7 filmes onde fatos históricos são totalmente distorcidos

0

Nosso passado é repleto de fatos históricos que foram realmente importantes para nós. É importante que saibamos o que ocorreu e que a história seja recontada para as futuras gerações. Para isso, se utilizam de vários meios, inclusive os filmes.

Mas como dizem nossos avós “quem conta um conto, aumenta um ponto”. E isso também se aplica aos filmes. Algumas histórias foram completamente distorcidas e algumas pessoas não imaginam que o que viram, na verdade, nunca aconteceu.

Conheça agora alguns fatos históricos que foram completamente alterados por filmes.

1 – Pocahontas

No filme, a princesa Pocahontas salva um homem, o colono britânico John Smith. No entanto, isso aconteceu quando a menina tinha apenas 10/11 anos de idade e definitivamente não ocorreu nenhum romance entre eles. O que é basicamente tudo o que não acontece no filme.

2 – JFK

O assassinato do presidente John F. Kennedy ainda é um caso que ainda deixou inúmeras questões e dúvidas. Por não ser algo realmente esclarecido, o filme tem alguns problemas. Um deles é uma confissão de um grande suspeito que, na verdade, nunca aconteceu. Outro falha grande é que o filme omitiu uma confissão importante que foi dada sob influência de drogas. Nada disso influenciou na recepção do filme e nas inúmeras premiações que recebeu.

3 – O expresso da Meia-Noite

O expresso da Meia-Noite conta a história de Billy Hayes, um universitário americano que foi preso contrabandeando haxixe na Turquia. O filme conta a história do sofrimento que Billy enfrentou em seus 5 anos de prisão, no entanto, aumentou alguns pontos. Como por exemplo na parte em que ele morde a língua de um guarda, que estava tentando estrupá-lo e acidentalmente acaba o matando.

4 – O Patriota

O filme retrata a Guerra de Independência dos Estados Unidos. Como é contada pelos vencedores, é natural que tenha um olhar um pouco distorcido. O filme exagera na representação dos britânicos e os apresenta de forma extremamente violenta. Uma das cenas que prova o fato é quando uma igreja cheia de colonos desarmados é queimada, matando todos que estão ali. E esconde o lado sombrio do personagem principal, Benjamin Martin, que não era tão bondoso como o filme pinta.

5 – 300

O filme inspirado na Batalha das Termópilas, que ocorreu a cerca 480 anos antes de Cristo, tem um grande apelo visual. A representação do povo persa é completamente exagerada e monstruosa, e não condiz exatamente com a verdade. Novamente há um desequilíbrio na representação de um personagem.

6 – A Teoria de Tudo

O filme que conta da história do célebre físico Stephen Hawking, exagera bastante no romance entre ele e sua primeira esposa, Wilde. No filme, eles têm um divórcio tranquilo, após a mulher se envolver com um de seus amigos. No entanto, a situação parece ter sido muito mais conturbada e eles demoraram anos para voltar a ter uma relação mais tranquila.

7 – A Lista de Schindler

O filme mostra apenas o lado bom do empresário Oskar Schindler, que só conseguiu algum sucesso econômico utilizando a mão obra judaica. O homem não contratou os judeus apenas para os ajudar. No início seus interesses eram de fato econômicos. No entanto, depois o homem de fato se comoveu e ajudou os judeus a fugirem. Mas a história não é tão solidária como pintada no filme.

Amazon confirma mais uma série de fantasia para tomar o lugar de Game of Thrones

Matéria anterior

Disney anuncia remake live-action de Lilo e Stitch

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos