• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 itens aparentemente simples que escondem histórias assustadoras

POR Isabela Ferreira    EM Terror & Sobrenatural      16/04/18 às 19h04

Pessoa possuída, casa assombrada, incêndio misterioso, maldição... O que te lembra? Certamente, um filme de terror, daqueles mais complexos possíveis. No entanto, não se engane. Infelizmente, esse tipo de coisa não acontece apenas nos filmes. Ao longo da história da humanidade, já foram registrados inúmeros casos sobrenaturais que até hoje, permanecem sem a menor explicação.

É claro que para os céticos, todos esses fenômenos podem ser explicados pela ciência ou algo parecido. Mas e você, o no que acredita? Já passou por alguma situação que colocasse suas crenças em dúvida? Já esteve na presença de algo que parecia inocente, mas ao mesmo tempo, amaldiçoado? Pensando nisso, nós aqui da Fatos Desconhecidos separamos abaixo 7 itens aparentemente simples que escondem histórias assustadoras. Confere aí!

1 - Baú

Ainda na época da escravidão, um homem chamado Jacob Cooley havia ordenado ao seu escrava, Oséias, que construísse um baú de madeira para que ele pudesse dar ao seu primogênito. O escravo começou a trabalhar, e quando entregou o objeto finalizado, por algum motivo o patrão não gostou do que ele havia feito. Dessa forma, o espancou até a morte.

Os outros escravos de Cooley ficaram horrorizados e se revoltaram, afirmando que vingariam a morte de Oséias. Borrifaram então, um pouco de sangue sobre o baú, enquanto seu senhor não os via. Em seguida, o amaldiçoaram. Bem, parece que eles fizeram algo realmente sério. O primeiro filho de Cooley morreu ainda criança, e outras 17 mortes estão associadas ao baú. Atualmente, o objeto pode ser encontrado no Museu Histórico de Kentucky, localizado em Frankfort.

2 - Anel de Valentino

Sem dúvida, uma das maiores estrelas do cinema mudo hollywoodiano foi ator francês, Rodolfo Valentino. Sua morte aconteceu no ano de 1926, enquanto tinha apenas 31 anos de idade, em consequência de uma úlcera. No entanto, há quem acredite que a morte foi causada por um anel, que ele havia comprado de um joalheiro no ano de 1920. Composto por uma pedra chamada olho de tigre, a lenda conta que o ator mostrou o anel para um amigo, este, que disse ver Valentino pálido e com aparência mortal refletido na pedra.

Bem, independente do que o amigo viu ou não, inicialmente aquele não foi um fator preocupante. No entanto, seis anos depois o ator acabou morrendo. Certo, mas por que colocar a culpa no anel? Simples... Porque ele não foi a única "vítima". Sua amante usou o artigo e pouco depois, ficou gravemente doente.

Russ Colombo, ator que havia sido contratado para interpretar Valentino em uma biografia, usou o anel e pouco depois morreu em um tiroteio. Joe Casino, um gângster, acabou comprando o anel, mas se recusava a usá-lo acreditando que era amaldiçoado. No entanto, anos mais tarde ele acabou usando, acreditando que não haveria mais problemas... Mas, acabou morrendo em um acidente de carro. Seriam mesmo apenas coincidências?

3 - Maldição em uma pintura

Há uma série de pinturas chamada "The Crying Boy", que foram originalmente produzidas por um pintor chamado Bruno Amadio. Se tornaram extremamente populares na década de 1950, sendo reproduzidas em massa, principalmente nas Ilhas Britânicas. Era possível encontrar uma cópia em diversas casas. No entanto, o que era para ser apenas uma pintura de uma criança inocente chorando, começou a ser associado a fatos terríveis.

Foi na década de 80 que a pintura começou a atrair atenção da mídia. Um bombeiro de Yorkshire alegava ter percebido algo estranho... Em várias casas que haviam sido incendiadas, onde ele foi fazer o socorro, reparou que as famílias perdiam absolutamente tudo consumido pelas chamas. No entanto, nas casas em que a pintura estava presente, ela era a única a se manter intacta. Muitos começaram a acreditar em uma maldição, e houveram até campanhas para que as pinturas fossem recolhidas e queimadas ao mesmo tempo.

No entanto, após algumas análises, a BBC divulgou que elas não eram consumidas pelo fogo, pois estavam revestidas por um tipo de verniz que não deixava isso acontecer. Mas e então, será que era apenas isso, ou os incêndios realmente tinham alguma relação com a pintura?

4 - Beliches possuídos

Foi em fevereiro de 1987, que o casal Alan e Debby Tallman, moradores de Wisconsin, levaram para casa uma cama beliche que haviam comprado em uma lopja de segunda mão. Inicialmente, deixaram a cama no porão, mas nove meses depois, decidiram colocá-la no quarto das crianças. A partir daí, as coisas começaram a ficar bem estranhas. As crianças adoeceram praticamente no mesmo instante. O rádio pulava de estações sozinho, e para piorar a situação... As crianças ainda afirmavam ver uma bruxa enquanto se deitavam na cama.

Os Tallman decidiram chamar um pastor para benzer a casa, e a situação pareceu dar uma aliviada, mas foi apenas temporário. Pouco tempo mais tarde, assim que Alan chegou em casa, escutou uma voz que dizia "Venha...". Ele decidiu obedecer, seguindo em direção à garagem. Assim que chegou lá, viu que tudo estava pegando fogo. Imediatamente, subiu para pegar o extintor, mas quando voltou, o fogo não estava mais lá. Decidiram então que a melhor saída seria queimar o beliche, e acredite ou não, mas os fenômenos paranormais acabaram em seguida. Tudo indica que a cama realmente havia sofrido uma maldição.

5 - Bengala

Você seria capaz de pagar 65 mil dólares por uma simples bengala? Bem, e se ela fosse assombrada? Foi exatamente isso que um cassino chamado Golden Place fez. A bengala, chamada Ghost Cane, foi colocada à venda no eBay por uma mulher de Indiana, chamada Mary Anderson. Segundo ela, seu filhinho de 6 anos acreditava que a bengala era assombrada, por alguma maldição feita por seu avô, que havia morrido há pouco tempo. Ele morria de medo e sempre afirmava que seu avô estava rondando a casa.

Desde então, a mulher decidiu leiloar a bengala, que era o motivo do medo do filho. Com o item saindo de sua casa, ela acreditava que o garotinho esqueceria essa história. Após conseguir a venda, ela ainda pediu um grande favor para os compradores: que escrevessem uma carta ao menino, informando que tanto a bengala quanto o fantasma estavam indo embora. Bem, será que a criança realmente via alguma coisa?

6 - Crânio

Bem, é claro que um crânio não é um objeto tão simples assim, mas teoricamente, não é capaz de provocar mal algum. Nas Ilhas Britânicas, há uma lenda que envolve crânios que gemem. O mais famoso deles é o do castelo de Burton Agnes Hall, no Reino Unido. Construído durante o reinado da Rainha Elizabeth I, por Sir Henry Griffiths e suas irmãs. Enquanto era construído, uma das irmãs acabou sendo morta esfaqueada por um assaltante desconhecido. Antes que ela morresse, as irmãs se uniram e lhe disseram que como homenagem, sua cabeça seria removida e colocada em um dos corredores do castelo... Bem estranho.

Mas, elas não cumpriram a promessa. O mais bizarro começou a acontecer pouco tempo depois, quando gemidos eram ouvidos e vinham da tumba da morta. Assustadas, as irmãs decidiram abrir o caixão e o que encontraram foi assustador... O crânio da mulher já estava completamente deteriorado, e como se não bastasse, estava separado do restante do corpo. Com medo, elas finalmente o colocaram no corredor, conforme haviam prometido no momento de sua morte.

Tempos mais tarde, tentaram retirar o crânio do local, mas eventos sobrenaturais aconteciam. O castelo sofria tremores e retratos caíam das paredes. Decidiram então que o crânio poderia ficar no corredor, desde que ficasse por trás de uma parede, onde ainda se encontra.

7 - Cadeira da morte

Certo, aqui temos mais um item que não é tão simples e inocente assim, mas vamos aos fatos. A Baleroy Mansion, na Pensilvânia, foi construída no ano de 1911. Dentre tantos de seus méritos históricos, a mansão também possui certos méritos paranormais. O último morador foi George Meade Easby, que faleceu no ano de 2005, mas alegou ter presenciado uma série de eventos fantasmagóricos pela casa. Afirmava que por ali viviam muitos fantasmas, incluindo o de Thomas Jefferson. Por outro lado, as coisas mais estranhas que ocorriam na casa vinham do infame "quarto azul" e da "cadeira da morte".

A tal cadeira possui cerca de 200 anos, sendo uma poltrona em estofado azul, que muitos acreditam ter pertencido ao Napoleão Bonaparte. No entanto, esta não seria o tipo de cadeira que você gostaria de mostrar para os outros. Diversos investigadores paranormais afirmam que ela tem uma maldição, sendo assombrada por um espírito feminino chamado Amelia. Sempre que ela está presente, uma névoa azul invade a sala, e ainda há boatos de que se houver alguém corajoso o suficiente para sentar na cadeira neste momento, morrerá de repente. Até então, 4 pessoas duvidaram disso e se sentaram na cadeira. Coincidência ou não, todas elas morreram.

E então pessoal, o que acharam? Conhecem alguma outra maldição sobre um item que não foi mencionado em nossa lista? Compartilhem com a gente aí pelos comentários!

Próxima Matéria
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você


Fatos + Deezer (Podcast)

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+