• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 maravilhas fascinantes sobre a Antártida

POR Diogo Quiareli    EM Mundo Afora      08/05/18 às 14h25

Que o nosso planeta é algo extremamente misterioso, não é novidade para ninguém. Existem diversos lugares onde o homem jamais pensou em chegar e, é claro, coisas desconhecidas e assustadoras que se escondem neles.

Até mesmo o gelo da Antártida possui os seus segredos mais profundos. Esse é um dos ambientes mais extremos da Terra e, para quem gosta de um clima frio, é o local perfeito. As características do lugar tornam a exploração da região um desafio. Os segredos que podemos decifrar por lá podem ajudar a compreender melhor o clima em outros planetas.

Alguns cientistas dedicam suas vidas em pesquisas tentando descobrir novas formas de vida, não importam quão pequenas sejam. Eles admiram a capacidade de sobreviveram e prosperarem em um lugar tão hostil, estéril e deslumbrante. E foi pensando sobre isso que resolvemos trazer essa matéria. Listamos algumas das maravilhas mais fascinantes sobre a Antártida. Confira.

1 - As Montanhas Gamburtsev

Essas são montanhas que alcançam alturas incríveis na Antártida Oriental. O alcance pode ser de até 1.200 quilômetros, com picos de até 3.400 metros. Um grupo de pesquisadores soviéticos descobriu a cordilheira no ano de 1957. Ela ficava em uma região extremamente remota do continente e as temperaturas caiam abaixo de -80°C.

Desde a descoberta, a gama tem sigo bastante estudada, mas com poucas expedições devido à localização isolada. Na última década, os cientistas conseguiram fazer descobertas notáveis sobre a gama Gamburtsev. Os pesquisadores dedicaram muito tempo a fim de coletar dados e examinar as imagens de radar da área que relevou vales profundos de rios, toneladas de picos e lagos enormes.

2 - Lago Vostok

O local foi descoberto por cientistas russos na década de 1990. O Lago Vostok hoje é conhecido por ser o maior lago subglacial da Antártida e o terceiro maior lago em volume da Terra. Vostok fica 3,5 km sob o continente. Incrivelmente, o local pode ajudar os cientistas a aprender sobre diversas condições na Europa (Lua de Júpiter) e Encélado (Lua de Saturno). Em 2012, alguns cientistas russos perfuraram um buraco fundo no gelo para extraírem uma amostra de água do lago. As águas do Lago Vostok chegam a -3°C e não congelam por causa da pressão da camada de gelo.

3 - Oceano do Sul

Em 2000, a Organização Hidrográfica Internacional decidiu nomear o Oceano Austral como o quinto maior do mundo. Esse oceano circunda todo o continente da Antártida e é composto por partes do sul dos oceanos Pacífico, Índico e Atlântico. Esse oceano tem o tamanho duas vezes maior que os Estados Unidos e sua profundidade máxima é de 7.300 metros. Ele possui correntes poderosas que desempenham um papel importante na circulação oceânica global. Essas ainda absorvem uma quantidade enorme de dióxido de carbono da atmosfera, embora não dure para sempre.

4 - Geleira da Ilha do Pinho

Conhecido como Pine Island Glacier, ele é responsável pelo aumento do nível do mar por causa do seu derretimento. Em 2015, um iceberg de 585 quilômetros quadrados quebrou e derreteu para o oceano. Os cientistas acreditam que nos próximos anos, outras camadas de gelo poderão sofrer a mesma coisa. O efeito desse acontecimento seria catastrófico para o meio ambiente, fazendo com que o oceano subisse muitos metros acima do normal.

5 - Lago Ellsworth

Cientistas britânicos descobriram o lago subglacial em 1996 e desde estão o estudam. O lago fica a 3 quilômetros abaixo do manto de gelo da Antártida Ocidental. Eles acreditam que ele não foi perturbado por quase meio milhão de anos. Eles estão ansiosos para iniciar o processo de perfuração para descobrir mais coisas a respeito. Será que existe vida lá embaixo? A equipe perfurou o local em dezembro de 2012 para obterem uma amostra de água. No entanto, a missão foi cancelada no meio do processo.

6 - Fósseis

Em 2016, os fósseis de novas espécies de besouros foram encontrados próximos as Montanhas Transantárticas, no Glacial Beardmore. O besouro recebeu o nome de Escaravelho da Tundra Antártica da Bola e viveu entre 14 e 20 milhões de anos atrás, quando ainda era quente no local. Outros tipos de fósseis foram encontrados no continente e têm sido um grande mistério os estudos. Há mais de 30 anos, minúsculos fósseis unicelulares chamados de diatomáceas foram encontrados no lugar. Cientistas acreditam que várias outras novas espécies poderão ser encontradas com bastante estudo.

7 - Quedas de Sangue

As impressionantes Cataratas de Sangue, com cor de ferrugem, emergem da geleira Taylor e fluem para o Lago Bonney. Esse fica localizado em um dos Vales Secos. A cachoeira é alta e seu tom cor de sangue é assustador. O lago contém um ecossistema escondido sobre as espessas camadas de gelo. Os cientistas acreditam que comunidades antigas de micróbios estejam isolados e prosperando nessa água que contém pouca luz e calor. Os cientistas dedicam hoje muito tempo em busca de uma explicação para o fenômeno.

E aí, o que você achou dessa lista? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Próxima Matéria
Via   Listverse  
Imagens Seal Bag
Diogo Quiareli
Geminiano, 24 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você


Fatos + Deezer (Podcast)

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+