• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 pequenos indícios de que uma criança pode ser um futuro serial killer

POR Mateus Graff    EM Curiosidades      21/08/18 às 16h46

A Fatos Desconhecidos já fez um teste para você descobrir se tem ou não traços de um psicopata. Pois bem, hoje resolvemos falar sobre o mesmo assunto, só que dessa vez vamos citar alguns sinais que, através deles, podemos identificar uma criança com potencial para se tornar um serial killer quando for adulta. Vocês sabem que sinais são esses?

Alguns são muito claros, como sofrer abusos ou conviver com violência durante a infância. Porém, alguns outros indícios podem parecer completamente normais, mas são grandes indícios da psicopatia. Então, caros leitores da Fatos Desconhecidos, confiram agora a nossa matéria com os 7 pequenos indícios de que uma criança pode ser um futuro serial killer:

1 - Fazer xixi na cama

O psiquiatra JM Macdonald definiu três comportamentos particulares de psicóticos em seu artigo de 1963. Os três comportamentos na infância "figuram proeminentemente nas fileiras dos assassinos em série."

Um desses comportamentos é a enurese. Embora isso seja muito comum em crianças, acaba se tornando uma preocupação quando fazer xixi na cama se torna frequente, acontecendo cerca de duas vezes por semana por três meses consecutivos aos 5 anos de idade.

Esse acontecimento pode deixar a criança frustrada ou humilhada. Querem um exemplo? Albert Fish, um serial killers acusado de ter matado muitas crianças no começo dos anos 1900, fez xixi na cama até seus 11 anos de idade.

2 - Obsessão por fogo

Outro comportamento que foi teorizado por Macdonald foi a obsessão pelo fogo. Esse comportamento é um sinal potencial de que uma pessoa pode ser um futuro assassino. O assassino em série Ottis Toole foi condenado por seis acusações de assassinato. Quando mais novo, ele costumava por fogo em tudo e já afirmou que se sente sexualmente excitado pelo fogo. Para ele, quanto maiores as chamas maior a emoção.

Não diferente de outros serial killers, Toole teve uma infância conturbada. Ele já afirmou que sofreu abuso sexual quando era muito jovem. Ter obsessão por fogo pode misturar emoções como poder, excitação e vingança. Pelo que podemos ver, Toole experimentou as três quando era apenas uma criança.

3 - Odiar os pequenos animais

Já o terceiro e último comportamento da tríade de MacdoNald é ter ações violentas contra pequenos animais. Muitas crianças puxam o rabo de um cachorro, por exemplo, por pura curiosidade. Mas repetidas agressões pesadas e sem remorso algum são sinais de crianças problemáticas que mais tarde podem ser tornar criminosas.

O serial killer Edmund Kemper matou sua própria mãe e o melhor amigo dela, além de suas alunas e seus avós paternos. Ele começou a torturar animais quando era apenas uma criança. Só para vocês terem uma ideia, aos 10 anos de idade Kemper enterrou um gato vivo. Depois de três anos, ele cortou a cabeça do seu novo gato com um facão. Será que tais coisas seriam apenas um ensaio do que ele faria anos mais tarde?

4 - Agressividade

Um dos principais sinais da psicopatia nos jovens é o comportamento agressivo. O Instituto de Psiquiatria dos EUA diz que cerca de 5% das crianças têm um nível de comportamento anti-social que depois de um tempo se torna psicopatia.

Cerca de 30% das crianças que exibem tal comportamento, têm essa característica atribuída à genética. Porém, para outras crianças, esse comportamento é assossiado a uma educação difícil, traumática e negligente.

Ted Bundy, por exemplo, tinha apenas três anos de idade quando começou a demonstrar seu interesse por facas. Uma de suas tias já contou que ele costumava esconder facas de açougueiro em sua cama. Já o serial killer Carroll Cole matou sua primeira vítima quando ele afogou um colega de escola em um lago. Todo mundo acreditava que o acontecido era apenas um acidente, mas ele acabou confessando o crime um tempo depois.

5 - Crianças que testemunham violência em casa

Sejam as crianças as próprias vítimas ou testemunhas, isso pode fazer com que a violência se torne algo normal. Um jovem afetado pode ter uma percepção de que a violência é algo aceitável na hora de resolver problemas.

O criminalista Adrian Raine explica que alguns fatores biológicos e sociais que rodeiam a violência na infância ajudam para o comportamento anti-social na adolescência se desenvolver. Como ele mesmo diz, "genética e meio ambiente trabalham juntos para encorajar comportamentos agressivos".

Richard Ramirez é um exemplo disso. Quando seu primo voltou da Guerra do Vietnã, ele contou todos os detalhes de tortura e mutilação do povo vietnamita. Ele chegou a mostrar fotos das vítimas. Com apenas 13 anos de idade, Richard testemunhou seu primo assassinar sua esposa. Richard matou cerca de 13 pessoas antes de ser preso em 1985.

6 - Promiscuidade precoce e voyeurismo

A promiscuidade precoce e o voyeurismo (observação de uma pessoa no ato de se despir, nua ou realizando atos sexuais) infantil são traços comuns entre serial killers famosos. O criminologista Eric Hickey declarou que "o fato de que certos assassinos em série têm insistido que a pornografia era um fator importante na morte de jovens mulheres e crianças não pode ser ignorado".

Ted Bundy disse que quando era uma criança ele gostava de olhar através das janelas dos vizinhos para observá-los trocando de roupa. Ele também confessou que a pornografia teve um grande impacto nas suas tendências violentas.

7 - Histórico de distúrbios psiquiátricos na família

Especialistas especulam que cerca de cinco distúrbios psiquiátricos têm ligações genéticas. Os distúrbios são: transtorno do déficit de atenção e hiperatividade, depressão clínica, transtorno bipolar e esquizofrenia.

Depois de analisar o DNA de mais de 30 mil pessoas que foram diagnosticadas com uma dessas condições, pesquisadores descobriram algumas variações específicas no código genético que estavam significativamente associadas a tais condições.

Quer saber de assassinos notórios que têm alguma dessas condições na família? O pai de Aileen Wuornos foi diagnosticado com esquizofrenia e se enforcou quando Wuornos tinha apenas 13 anos de idade.

Já a família de Albert Fish tinha casos de doenças mentais graves. Seus dois irmãos estava presos em instituições para pessoas com distúrbios mentais e sua mão sofria de alucinações visuais.

Mas e você, já sabia de todos esses indícios que indicam que uma criança possa se tornar um assassino em série? Comente!

Próxima Matéria
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+