Fatos Nerd

7 pessoas reais que inspiraram famosos super-heróis

0

De diversas formas, os personagens mais famosos no mundo dos super heróis possuem poderes e habilidades que os meros mortais podem nunca possuir. Ainda assim, os seus criadores encontram inspirações em pessoas reais.

Quando se fala de suas criações, escritores e artistas gostam de mencionar suas inspurações e influências que motivam histórias e visuais. Pode ser difícil de imaginar que personagens como Batman ou Wolverine possuem alguma base no mundo real, mas simples referências acabam se tornando fundamentais para o nascimento de cada um deles.

Conheça alguns dos heróis dos quadrinhos que foram baseados em celebridades do mundo real.

1 – John Constantine

1

Com sua primeira aparição no verão norte-americano de 1985, em uma revista do Monstro do Pântano, John Constantine foi criado com base no músico vencedor do Grammy, Sting. Os artistas Stephen R. Bissette e John Totleben contou ao escritor Alan Moore que eles queriam criar um personagem que parecia com Sting porque eram fãs da banda The Police. “Nós começamos desenhando Sting no fundo de painéis do Monstro do Pântano. Era uma grande brincadeira que tínhamos”, declarou Bissette. Os desenhistas passaram a colocar o personagem mais e mais vezes, até que Alan acabou criando John Constantine a partir dos desenhos.

2 – Batman

2

Os criadores de Batman, Bill Finger e Bob Kane escolheram o nome de Bruce Wayne com inspiração no Rei Robert I, da Escócia (ou Robert the Bruce) e no oficial da Guerra da Independência dos Estados Unidos Anthony Wayne. De acordo com Finger, o nome Bruce foi escolhido primeiro, com pensando no patriota escocês, mas o sobrenome precisou de uma pesquisa maior. Pela personalidade de playboy, milionário e nobreza, os artistas procurando um nome que sugeria status colonial. Antes da decisão por Wayne, outras opções testadas foram Adams e Hancock, por exemplo.

3 – Mulher-Gato

3

Depois do desenvolvimento do herói Batman, Bill Finger e Bob Kane precisaram criar vilões e coadjuvantes. Em 1940, nasceu a personagem Mulher-Gato, na época chamada apenas de A Gata. A ideia era adicionar sex appeal às revistas e introduzir um “adversário amigável que cometia crimes mas também é um interesse romântico de Batman”. Para criar a personagem, os artistas se basearam em Jean Harlow, uma atriz e sex symbol da década de 30 que representava a beleza e gentileza feminina em sua forma mais sensual, segundo a dupla.

4 – Flash

4

Em 1956, o roteirista de histórias em quadrinhos Robert Kanigher criou a segunda versão do personagem Flash, na chamada Era de Prata dos quadrinhos. O nome de Barry Allen foi um resultado da combinação de dois populares locutores de rádio da época. Barry Gray, que hoje é conhecido nos Estados Unidos como pai do talk-show em rádios, e Steve Allen, famoso por ter sido o primeiro apresentador do clássico programa norte-americano The Tonight Show, em 1954.

5 – Shazam!

5

Antes de ser conhecido como Shazam, o super-herói era chamado de Capitão Trovão e, mais tarde, Capitão Marvel, quando foi criado em 1939. Durante seu desenvolvimento, o desenhista C.C. Beck e o roterista Bill Parker criaram o personagem com inspiração num ator extremamente popular na época, Fred MacMurray. A ideia de se inspirar do ator partiu de Bill Parker, que passou a referência para Beck, que traduziu os traços heroicos da celebridade para as páginas da revista.

6 – Wolverine

6

Wolverine é o personagem mais popular criado na saga X-Men. Originalmente, ele foi desenvolvido como um personagem menor, criado somente para enfrentar o Hulk durante uma passagem do personagem pelo Canadá. O visual do personagem foi baseado no ator Paul D’Amato no filme Vale Tudo (Slap Shot, 1977), em que um time de hóquei encontra sucesso por utilizar a violência durante os jogos. No clássico cult, D’Amato interpreta o Dr. Hooke, que utilizava um cabelo de formato estranho e grandes costeletas, além de uma personalidade selvagem.

7 – Professor X

7

Stan Lee e Jack Kirby desenvolveram a aparência do Professor Charles Xavier com base no ator vencedor do Oscar Yul Brynner. A informação foi revelada por Stan Lee numa entrevista à revista Wizard, em 1993. “Eu achei que seria bom se ele fosse fisicamente limitado, já que sua mente era tão poderosa. Mesmo que ele estivesse confinado numa cadeira de rodas, ele era o mais poderoso de alguma forma”, explicou.

Bônus: Coringa

bonus

Em 1940, o assistente de histórias em quadrinhos Jerry Robinson, de apenas 17 anos, levou um rascunho simples de um carta de baralho coringa para o roteirista Bill Finger, enquanto eles trabalhavam com Bob Kane no desenvolvimento da primeira edição de uma revista solo do Batman. Eles estavam tentando desenvolver o visual do arqui-inimigo do Morcego, quando decidiram melhorar o rascunho com inspiração no ator do cinema mudo Conrad Veidt. Ele interpretava um homem com um rosto desfigurado que mantinha um sorriso permanente em seu rosto, no filme O Homem Que Ri (1928).

De qual história de origem você mais gostou? Responda nos comentários e compartilhe a postagem com seus amigos.

8 motivos pelos quais todo homem precisa de uma amiga mulher

Matéria anterior

17 ilustrações que confundirão o seu cérebro

Próxima matéria

Mais em Fatos Nerd

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.