Mundo Afora

7 pratos e coquetéis horripilantes que as pessoas saboreiam mundo afora

0

Você já deve ter ouvido falar em culinária exótica e, se você tem estômago fraco, já deve ter jurado pra si que jamais comeria carne de cobra, ou larvas, carne de cachorro ou qualquer outra coisa que esteja fora da nossa cultura culinária tradicional. Pois hoje vamos te apresentar pratos que são servidos mundo à fora e vão muito além do que você considera uma cozinha inconvencional.

Já te mostramos aqui na Fatos as crueldades que são cometidas com alguns animais para conceberem certos pratos, as comidas mais bizarras apreciadas pelos nossos vizinhos sul-americanos e também os alimentos que você sempre quis saber o gosto mas não teve oportunidade de experimentar. Agora vamos te levar para a impressão sensorial de uma culinária que você vai agradecer por estar longe da sua realidade. Acompanhe:

1- Polvo que se contorce enquanto você o come

Para preparar o sannakji, o cérebro do molusco é retirado, mas ele continua com impulsos nervosos que fazem ele se mexer e tentar fugir enquanto joga molho de soja sobre ele e tenta comê-lo. Seus nervos e músculos continuam ativos e, em contato com o sal, o bicho ainda agoniza enquanto você o saboreia. Mas a tensão maior ocorre porque, além de semi-vivo, os tentáculos do polvo têm ventosas poderosas que podem se agarrar na sua garganta e te sufocar. Esse prato é puta adrenalina.

2- Coquetel de dedo humano

Um bar no Canadá serve o Surtoe Cocktail. O Surtoe é uma conserva de dedão de pé humano em qualquer bebida destilada. Para beber existe uma regra: O destilado é servido com o dedo no seu copo e você pode beber rápido ou devagar, mas seus lábios têm que tocar o dedo. É difícil conseguir os dedos para as conservas, já que devem haver doadores como na política de doação de órgãos, mas que nesse caso, só doam um dedão do pé para manter viva a tradição.

3- Camarão Bêbado

É isso mesmo que sugere o nome. O “Drunken Shrimp” é camarão inteiro, vivo, servido embebidos em Baijiu, um tipo de saquê. Eles ficam se contorcendo enquanto você morde para tirar a carne das crostas.

3- Sopa de frutas com morcego

210977

Todo o processo de preparo da sopa de frutas com morcego servida em Guam consiste em: limpar (externamente) o morcego, fervê-lo, adicionar alguns vegetais (às vezes), cozinhar tudo em leite de coco e servir. Repare que “limpar” não consiste em tirar o pelo do bicho e muito menos abri-lo. Ele é servido inteiro no prato. Uma péssima ideia, se considerarmos que os morcegos comem frutos conhecidos por causarem doenças neurológicas em humanos.

4- Glândulas sexuais do ouriço do mar

210981_v1

O gif acima mostra uma opção para servir as glândulas do ouriço. Assim, direto na “couraça”, bem fresquinho e pulsante. No vídeo abaixo o chef mostra como abrir e preparar para servir de uma forma mais… Digamos, apetecível.

5- Larvas suculentas

210983_v1

Há milhares de anos, os aborígenes australianos têm contato com larvas “witchetty”, que são ricas em proteínas. Elas são larvas das mariposas cossid e para comê-las, basta puxá-las para fora dos troncos ou do solo e mastigá-las até que parem de se mexer. Na atualidade, elas são servidas em pratos especiais em restaurantes sofisticados que oferecem a experiência singular de comer um bicho que já foi comido por muitos por puro desespero. Comê-lo vivo como fazem no deserto faz parte da experiência.

6- Amêijoas Sangue

Amêijoas Sangue são moluscos que produzem uma quantidade excessiva de hemoglobina (o pigmento dos glóbulos vermelhos do sangue). As pessoas que comem o molusco têm de 14 a 16% de chances de contraírem hepatites. Ferventá-las não mata todos os germes. Elas chegam a ser ilegais na China e quem é pego vendendo pode ser multado em 10x o valor da mercadoria que tiverem, mas as pessoas não estão preocupadas com nenhum desses riscos, já que foram confirmadas apenas 31 mortes entre 300 mil infecções.

7- Coração de cobra

210985 210987

Na aldeia vietnamita de Le Mat, próximo a Hanói, você pode comer o coração pulsante de uma serpente que é abatida pelo chef do restaurante na sua frente. Viu vantagem? Se você for corajoso o suficiente para escolher este prato no menu, o chef vai com a serpente à sua mesa, a abate olhando em seus olhos e drena o sangue da serpente separando-o em um copo pra você beber. Depois disso ele separa um “shot” de bílis e veneno de cobra, que só vai te matar horrivelmente se você tiver cortes na boca ou úlceras no estômago que vão facilitar que o veneno corra em suas veias. A partir daí o chef vai preparando tudo o que pode com a cobra, inclusive rolinhos primavera.

Você se arriscaria a saborear alguma dessas iguarias? Em que circunstâncias?

As 7 melhores teorias de conspiração envolvendo programas de TV famosos

Matéria anterior

Por que as janelas dos aviões são sempre redondas?

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos