Curiosidades

7 provas de que a cultura tailandesa é diferente do que acreditávamos

0

A maioria das pessoas gostaria de viajar o mundo e conhecer diversas culturas diferentes. Isso porque, muitas coisas que sabemos sobre determinado país, podem estar totalmente erradas. É tudo uma questão de percepção e, na maior parte das vezes, só conhecemos aquilo que vemos em filmes, séries ou lemos em algum livro. Para isso, é preciso mesmo viajar até o lugar. Poucos dias vivendo em determinado país pode nos fazer ver o que ele realmente é. Como as pessoas vivem, o que comem, ouvem, no que acreditam e etc. Um dos países que mais enxergamos de forma errônea é, sem sombra de dúvidas, a Tailândia.

A cultura da Tailândia é diferente do que pensamos e é vista por muitos como estranha. No entanto, como afirmamos, é tudo uma questão de perspectiva. O que é vista com olhos negativos por uns, é totalmente comum para outros. E foi pensando um pouco sobre isso, que decidimos trazer essa matéria para você, caro leitor. Confira conosco algumas provas de que a cultura da Tailândia é diferente do que acreditávamos. Aproveite para compartilhar com seus amigos desde já e, sem mais delongas, vamos lá.

Provas de que a cultura da Tailândia é diferente do que pensamos

1 – As mulheres não gostam muito de Sol

As mulheres da Tailândia costumam afirmar que buscam atingir tons mais claros de pele. Quanto mais claro, para elas, é melhor. Por esse motivo, existem vários produtos cosméticos sendo desenvolvidos para clarear a pele no país, desde cremes até injeções. As tailandesas não têm interesse em se bronzear e até usam roupas mais longas quando vão à praia.

2 – Colocar as pernas sobre alguma superfície é visto como insulto

Cruzar as pernas, mostrando o solado dos pés ou apoiá-lo sobre mesas ou cadeiras, pode ser visto como um sinal de má educação. Diversas pessoas na Tailândia acreditam que os pés são uma parte baixa e suja do corpo. É por esse motivo que a primeira coisa que fazem ao chegar em casa, é lavá-los.

3 – A cabeça é a parte sagrada do corpo

A cabeça é considerada, por vários tailandeses, como a parte sagrada do corpo. Por esse motivo, não é uma boa ideia encostar no cabelo de ninguém, mesmo que isso seja para você um sinal de amizade ou brincadeira.

4 – Obsessão por inaladores

Em vários mercados ou farmácias é possível encontrar prateleiras lotadas de inaladores em bastão com diferentes perfumes. O mais comum entre eles é o de menta. Diversos residentes do país usam o produto para se “energizarem”, tratar corizas ou dores de cabeça.

5 – Nomes incomuns

Há várias superstições preservadas no país. Uma delas é de que espíritos malevolentes não podem fazer mal às crianças se não souberem como se chamam. Por esse motivo, várias delas têm dois nomes. A tradição mudou um pouco nos últimos anos. Algumas crianças recém-nascidas começaram a ganhar nomes em homenagem a grandes marcas. Pepsi, Benz, Pancake, Golf e Wi-Fi são alguns exemplos.

6 – Lixo nas ruas

Diferente da Coreia do Sul, na Tailândia, as pessoas costumam jogar lixo em qualquer lugar. Latinhas, garrafas PET e várias coisas são jogadas em qualquer lugar. Os moradores no país, quando limpa as ruas, perto de suas casas, costumam apenas afastar o lixo para o território vizinho.

7 – Casais com grande diferença de idade

Isso pode chocar muitos turistas, mas é muito comum ver garotas jovens acompanhando homens bem mais velhos na Tailândia. Isso porque diversos europeus se mudam para a Tailândia, onde pretendem criar uma nova vida, com alguma tailandesa mais jovem. Acredita-se que um dos motivos, pelos quais mulheres buscam relacionamentos assim, é a busca por estabilidade financeira.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comente então pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Vale lembrar que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Teoria de Vingadores explica as ações do Loki

Matéria anterior

Moradora da Coreia do Sul revela coisas que poucos turistas conhecem

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.