7 razões pelas quais você precisa assistir Killing Eve, a nova série de Sandra Oh

POR Gabriela Tyemi    EM Séries e Sagas      10/04/18 às 18h47

Killing Eve já começou com tudo! O piloto que estreou no último domingo (8), foi amplamente elogiado. Produzido pela BBC America e estrelando Sandra Oh (Eve Polastri) e Jodie Comer (Villanelle), a série é um suspense e thriller de espionagem baseado na série de livros Villanelle de Luke Jennings. A história segue Eve, uma funcionária de serviços de segurança que está frustrada e entra em um empolgante jogo de cão e gato com a assassina Villanelle.

Se você ainda não se convenceu de assistir a série, confira 7 razões pelas quais você precisa assistir Killing Eve, a nova série de Sandra Oh:

1 - Claro, tem a Sandra Oh

Para os fãs de Grey's Anatomy, só ter a Sandra Oh no elenco já é motivo de sobra para assistir Killing Eve. Na série médica da Shonda Rhimes, a atriz interpretou a melhor amiga da Meredith Grey, Cristina Yang. Ela é conhecida pela frieza, dedicação, inteligência e sarcasmo; não muito diferente das características da sua personagem Eve na série da BBC America. Em Killing Eve, a personagem de Oh é uma funcionária de serviços de segurança também muito inteligente e dedicada que tem o desejo de ser uma espiã.

2 - Protagonistas mulheres

É muito difícil lembrar de séries de suspense e thriller de espionagem que tenha as duas protagonistas mulheres. Certamente, a relação entre as personagens principais Eve e a assassina Villanelle será diferente de tudo que já assistimos. Killing Eve já mostrou de cara que não pretende repetir a clássica história de espionagem que vimos em filmes populares, livros e outras séries de televisão. Nos trailers, a relação das duas é intrigante. Como elas se conheceram? Qual é a motivação de cada uma? Como a relação das duas será abordada? São exatamente essas questões que nos deixam ainda mais curiosos para assistir a série.

3 - O piloto teve avaliações excelentes

Se você é o tipo de espectador que confia nas avaliações e críticas das produções, pode começar a assistir Killing Eve sem preocupação. A série possui nota 8,4 no IMDB, 83 no Metascore e 100% no Rotten Tomatoes. A Vulture descreveu a produção como "série deliciosa e instantaneamente viciante". Já a Vogue afirmou que Killing Eve será o tipo de série que "todos não vão cansar de comentar".

4 - Possível sucessora de Orphan Black?

A BBC britânica é conhecida por produzir algumas das melhores séries de suspense que conhecemos (The Fall, Happy Valley e Luther), mas não podemos dizer o mesmo da BBC America. O estúdio americano sempre caminhou com o arsenal de séries medianas, até que Orphan Black foi lançada. Com Tatiana Maslany no elenco, a série fez tanto sucesso que a própria emissora não estava esperando. Contudo, OB terminou em 2017 e, para continuar seu legado, a BBC America está inspirada mais do que nunca em fazer uma nova produção que possa ocupar a lacuna que a série deixou. Pelas avaliações e críticas, Killing Eve tem tudo para ser a sucessora (em termos de sucesso) de Orphan Black.

5 - Assassina debochada

Não podemos deixar de falar de Villanelle (Jodie Comer), a antagonista de Killing Eve. Ela está longe de ser uma assassina clássica que vemos nas produções do gênero... Villanelle é debochada. Disfarçada de enfermeira à uma mulher elegante, a personagem mostrou a sua essência ao derrubar o sorvete de uma criança - não tem nada mais malvado do que derrubar sorvete de uma criança! Em outras cenas, ela sai toda desajeitada de uma mala. Ela dança, ela sorri sarcasticamente, ela espreme um tomate vermelhinho em cima de uma torrada e, claro, ela mata. Em nenhum momento Villanelle demonstra medo. A personagem é confiante e tem tudo para ser o tipo de antagonista que o público ama.

6 - Não é só mais uma série de suspense

Se você é o tipo de pessoa que sempre fica caçando séries de suspense pela Internet para maratonar, certamente já está de olho em Killing Eve. Mas, para aqueles que não são muito chegados no gênero, não se preocupe. A série também possui elementos dramáticos que são apresentados pela burocrática rotina de trabalho de um escritório governamental e pela posição marginalizada das mulheres em um local de trabalho tipicamente dominado por homens. Eve está constantemente lutando para ser ouvida e evitar que suas ideias não sejam deixadas de lado. Além disso, a criadora e roteirista da série, Phoebe Waller-Bridge tem uma escrita com toques sarcásticos e engraçados.

7 - Cenários

Não espere que uma série de assassinatos aconteça em uma pequena cidade europeia do interior. Em Killing Eve, o cenário passa por Londres, Paris, Berlim e cidades da Itália e Bulgária. Como será que a personagem de Oh vai capturar Villanelle?

E aí, preparado para assistir Killing Eve? Deixe nos comentários e compartilhe a matéria.

Via   Screen Rant  
Gabriela Tyemi
Não tenho coisas preferidas.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+