• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 seres que simplesmente não envelhecem

POR Bruno Dias    EM Mundo Animal      28/05/19 às 16h34

Uma das coisas que as pessoas mais se preocupam é com o fato de envelhecer e em como será a velhice. Nessa busca para sempre retardar os efeitos do envelhecimento, fontes da juventude e longevidade são comuns em lendas e contos de fadas contados através dos tempos. E mesmo que nenhuma delas tenha sido de fato encontrada, as pessoas ainda as procuram.

A juventude é bastante buscada pelos humanos, mas se olharmos para outros seres vivos em nosso planeta, poderemos ter uma grande surpresa. Alguns deles têm aquilo que muitos de nós desejamos. Algumas pessoas se referem a eles, erroneamente, como imortais, mas na verdade eles podem morrer. O que os difere é que eles chegam na morte sem envelhecer. Mostramos aqui alguns desses seres.

1 - Esponjas marinhas

Falando em animais multicelulares, as esponjas marinhas são bastante simples. Eles não têm órgãos internos, tratos digestivos e nem sistema nervoso e muscular. Mas foi descoberto que uma espécie de esponja tem pelo menos 11 mil anos. E alguns estudos sugerem que esses animais tenham uma longevidade de centenas de milhares de anos. E a chave pode ser justamente a simplicidade.

Alguns biólogos estudaram as habilidades das esponjas marinhas e descobriram que quando as esponjas eram submetidas à dissociação tecidual, separando mecânica ou quimicamente as células umas das outras, as esponjas eram capazes de voltar para a forma original.

2 - Planária

Os vermes chatos têm seus poderes regenerativos. Essas criaturas despretensiosas têm a habilidade de regenerar em dois vermes saudáveis se um for cortado no meio. Recentemente, um laboratório do MIT fez um experimento que conseguiu recuperar uma planária inteira de uma única célula. E por causa desse juventude celular, as planárias desafiam o envelhecimento dificultando a medição precisa do tempo de vida que elas têm.

3 - Bdelloidea

Essas criaturas têm um milímetro ou menos e podem ser encontradas em todo mundo, em qualquer massa de água ou em lugares com musgos e líquens. Normalmente, elas vivem por cerca de 30 dias. Tais animais têm a capacidade de interromper suas funções corporais em tempos de crise, como por exemplo quando estão com fome ou desidratação. E também suspendem seu processo de envelhecimento. Esse tempo sem atividade pode até mesmo ser maior do que o seu tempo de vida normal.

Alguns bdelloidea podem ficar 40 dias inativos, passando fome e voltar à vida normalmente como se os 40 dias não tivessem acontecido.

4 - Hydra

Essa criatura tem 2,5 centímetros de altura e se parece com uma árvore. E para entendê-la, temos que entender o conceito de senescência, que é o aumento da taxa de mortalidade à medida que a criatura envelhece. Como por exemplo, nós humanos somos mais propensos a morrer quando vamos ficando mais velhos. Mas a hydra não tem esse aumento.

Elas conseguem isso com três tipos distintos de células-tronco que são inicialmente indiferenciadas e conseguem se transformar em vários tipos de células especializadas. As células renovam o corpo da Hydra e assim combatem qualquer processo de envelhecimento.

5 - Lagosta

Esses animais dos mares têm um crescimento indeterminado e não têm tamanho máximo. Segundo estimativas, a duração de vida desses animais varia de 50 a 100 anos. O que é interessante é que como elas envelhecem e morrem. Elas não perdem o apetite, desejo sexual, energia ou metabolismo à medida que envelhecem.

Além disso, medir a idade de uma lagosta é bastante difícil. Isso porque elas crescem em um processo de muda em que perdem seu exoesqueleto. Então, depois de cada muda, todas as superfícies do bicho são descartadas e nada pode chega a ficar envelhecido de fato.

6 - Tartaruga-pintada

Geralmente, as tartarugas já têm uma vida bastante longa. Mas as tartarugas de Blanding e as tartarugas-pintadas parecem ter um retrocesso no envelhecimento. As fêmeas idosas depositam mais ovos que as jovens e morrem menos. Elas são mais propensas a continuar vivendo com a maior idade.

Segundo Christopher J. Raxworthy, do Museu Americano de História Natural, as tartarugas não morrem de velhice. Surpreendentemente, os órgãos internos das tartarugas idosas são quase idênticos aos das adolescentes.

7 - Pinheiros Bristlecone

Essas árvores, com seus galhos retorcidos em torno de si mesmas, como dedos ossudos de um homem velho, podem mostrar algo que não é normalmente verdade. O interior das árvores é incrível. A vida desse pinheiro é medida por milênios. O mais antigo descoberto é estimado em mais de cinco mil anos.

A localização deles é mantida em segredo para que fiquem protegidos. A madeira desse pinheiro é densa, resinosa e dá defesas naturais contra ameaças como fungos e insetos. E por mais que a árvore morra, a forma morta permanece forte por séculos e suas raízes a mantêm em pé.

Próxima Matéria
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+