Entretenimento

Mulher percebeu um cheiro ruim em seu prédio e descobriu algo repugnante

0

Os odores incomodam as pessoas e você provavelmente já se sentiu desconfortável ao sentir um cheiro ruim. Depois de sentir um cheiro horrível em um prédio de Toliara, em Madagascar, uma mulher acabou indo atrás do causador do problema. A chefe regional da agência ambiental de Madagascar, Sorian Randrianjafizanaka, ficou intrigada com a situação e resolveu procurar o causador do odor juntamente com a polícia.

Assim que encontraram o que estava causando aquele problema todos acabaram ficando chocados. O odor estava sendo causado pelo cheiro da urina e das fezes de milhares de tartarugas. Elas estavam cobrindo todo o chão e eram, na verdade, de uma espécie em perigo de extinção. Os animais estavam por toda a parte, dentro de um apartamento, indo desde o seu banheiro até a cozinha.

A análise do caso

A mulher afirmou ter ficado horrorizada com a situação, durante uma entrevista ao National Geographic. Depois de contarem quantos animais haviam no ambiente as pessoas ficaram ainda mais perplexas. Haviam 9.888 tartarugas vivas e 180 mortas naquele amontoado. Elas foram resgatadas do local e levadas até a ‘Turtle Village e, para que isso fosse possível, eles precisaram de 6 caminhões e várias viagens de ida e volta ao local – que se encontrava a 29 quilômetros de onde estavam.

O transporte durou um dia inteiro e parte da madrugada. No entanto, mesmo com os esforços para ajudá-las, um dos veterinários responsáveis chamado Na Aina Tiana Rakotoarisoa afirmou que 574 delas acabaram morrendo por desidratação ou infecção.

As acusações e complicações

Manter um animal como esse em cativeiro a fim de comercializá-lo é ilegal em Madagáscar e 2 homens e 1 mulher foram presos pelo crime. Eles eram os donos da casa e aparentemente também estavam enterrando as tartarugas mortas. Os especialistas acreditam que existam mais pessoas envolvidas e que o caso se trata de uma organização ilegal. Comercializações desta espécie de tartarugas tem sido comum e tem preocupado as pessoas.

Um caso de 2015 contribui com essa afirmação. 453 delas teriam sido encontradas no Aeroporto Internacional de Ivato em Madagascar. E, em 2016, outras 316 foram resgatadas no sudeste da China. A espécie tem sido classificada como em estado ‘crítico de perigo’. Isso porque o número de animais dessa espécie, que era de 6 milhões em 2013, é de apenas 3 milhões atualmente. E, considerando a sua caça ilegal, isso tem se tornado ainda mais importante. Questões como essa devem ser levadas mais a sério, concordam? Realmente horrível ver o estado em que elas estavam não acha?

Conheça a história de superação dessa mulher que foi barrada na escola por não ter braços

Matéria anterior

Veja como a Terra pareceria caso todo o gelo derretesse

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Fatos Desconhecidos Nós gostaríamos de enviar notificações dos últimos conteúdos e atualizações que fazemos.
Dismiss
Allow Notifications