Você gosta de doces? A história dos doces que amamos comer remonta aos povos antigos. Da época em que nossos ancestrais comiam mel direto das colmeias. Acredita-se que os primeiros doces eram feitos de frutas e nozes caramelizados em mel.

O mel, muito conhecido por não ter validade, era usado na China antiga, no Oriente Médio, no Egito, na Grécia e no Império Romano. Sua primeira utilização era para revestir frutas e flores para conservá-las.

Já quando falamos de açúcar, a história pula para a Idade Média. Esse item eram uma especiaria caríssima. Apenas quem era rico podiam comprar doces feitos de açúcar. Já o caso do cacau remete a 1519, quando os espanhóis descobriram que os nativos da América utilizavam a iguaria.

Os doces eram muitas vezes considerados uma forma de medicina. Acreditava-se que eles ajudavam no funcionamento do sistema digestivo ou para melhorar infecções de garganta. Como eram artigos caros, os doces estavam nas mesas apenas dos mais ricos a princípio.

Com o passar dos séculos, o preço para se produzir açúcar diminiu, popularizando os doces. Para se ter uma pequena ideia, no século XIX, havia mais de 400 fábricas de doces nos Estados Unidos.

A Revolução Industrial foi o ponta-pé para a popularização dessas guloseimas. Em 1847, a invenção da prensa de balas permitiu que fossem criados os mais variados tipos de doces.

Publicidade
continue a leitura

Você sabe como são feitos os seus doces preferidos? A seguir nós vamos te mostrar como são criados alguns dos doces mais famosos. Confira:

1 - Chiclete

2 - Sonho de Valsa

Publicidade
continue a leitura

3 - M&M's

4 - Brigadeiro

5 - Balas de goma e Chocolate

Publicidade
continue a leitura

6 - Sorvete

7 - Iogurte

Publicado em: 20/07/18 17h04