Atualmente imaginar que já desacreditaram da existência desses animais parece bobeira. Essas espécies contêm características diferentes e já chegaram a serem consideradas lendas. Temos uma tendência natural de aumentar as histórias com as quais nos deparamos. Principalmente se tratando de algo diferente do que estamos acostumados. Isso faz com que a sociedade se encha de mitos e lendas das quais demoramos para descobrir se são reais ou mera ilusão.

Mas isso tem lá o seu fundamento. Por mais que o ser humano já tenha explorado grande parte do nosso planeta, ainda há muito o que não sabemos sobre ele. Estimasse que apenas 30% das espécies vivas da Terra tenham sido descobertas e classificadas pelos cientistas. Isso faz com que todos os outros 70% não passem de uma ideia vaga no escuro da mente humana. Isso, juntamente com a alta imaginação humana, faz com que não seja difícil questionar a existência ou não de algo.

Por esse motivo, e com a ajuda da ciência, se pode encontrar alguns animais já considerados lendas mas que são completamente reais espalhados por aí. Esses são alguns deles.

1 - Ornitorrincos

O ornitorrinco é um mamífero um tanto quanto diferente. Atualmente todos já devem ter ouvido falar dele e tem uma imagem mental do animal. Principalmente depois de virar personagem principal do desenho animado Phineas e Ferb. Suas características diversas chegaram a assustar e causar desconfiança até nos cientistas. Eles chegaram a acreditar que ele seria um híbrido entre um pato e um rato da água. Outros até desconfiavam que tudo não passava de uma armação e o bico teria sido costurado no animal.

O animal é um mamífero nascido do ovo. Para causar ainda mais especulações, ele é uma espécie peluda que tem um bico mais parecido com o dos patos. Demorou dois anos para que ele finalmente fosse considerado real. Ele é o único da família Ornithorhynchidae ainda vivo, conhecida. Sendo da espécie Ornithorhynchus. Eles não possuem descendentes catalogados.

2 - Celacantos

Publicidade
continue a leitura

Essa espécie de peixe existe a cerca de 400 milhões de anos e ainda sim já foi questionada devido sua anormalidade. Eles se encontram nas costas do Oceano Índico e também já chegou a ser considerado extinto. Mas está bem vivo. Sua aparência diferente teve grande destaque e foi um dos motivos para a descrença sobre sua existência. Outra delas era pelo fato de ele carregar características similares aos vertebrados terrestres.

3 - Porco da Terra

Sua aparência paira entre um tamanduá e um porco com orelhas de mula. Que, além de tudo isso, ainda cava buracos na terra como uma toupeira. Essa mistura parece realmente surreal e desacreditável mas foi provada bem real. Ele é um mamífero encontrado na África central em locais com o solo arenoso ou argiloso. Suas características são tão peculiares que o Porco da terra ou porco formigueiro chegou a ganhar uma categoria própria da qual ele é o único conhecido até o momento. Ele deu origem aos denominados Tubulidentata.

4 - Dragão de Komodo

Publicidade
continue a leitura

Por mais que os dragões das histórias sejam bem diferentes, eles existem. A espécie chamada de Dragão de Komodo não solta fogo nem voa por aí, mas ainda sim é surpreendente. Eles são uma tipo de lagarto gigante. Relatos chegaram a aterrorizar civilizações antigas que afirmavam ter visto um lagarto de 3 metros com uma média 70 quilos pelo local. Esse fato atraiu os cientistas que tentavam desmistificar a história e foi aí que tiveram conhecimento sobre a espécie. Foi apenas em 1910 que eles foram classificados e considerados reais.

5 - Axolote

A aparência desse anfíbio fez com que ele fosse considerado um monstro do mar por muito tempo. Suas características incomuns com certeza chamam a atenção e muitos chegaram a desconfiar de sua existência. Ela chegou a ser classificado como uma salamandra. Seu nome se originou devido a sua forma larval contínua. Seu tamanho médio é de 23 centímetros e não evoluí para outros estados. Diferente dos sapos e das rãs com as quais compartilham uma linhagem. Eles tem uma grande capacidade de regeneração e ainda sim podem acabar sendo extintos.

6 - Unicórnio africano

Publicidade
continue a leitura

Ele não possui um chifre no meio da testa mas ganhou esse nome devido o zombamento daqueles que não acreditavam em sua existência. Ele é como a mistura de uma zebra com uma girafa. Seu corpo é marrom com a parte das pernas listradas de branco e preto e um pescoço largo. Essa composição parecia mera ilustração de um artista até que foi desmistificada em 1901. Existem apenas 20 mil animais dessa espécie e eles são os parentes mais próximos das girafas.

7 - Macaco Narigudo

Assim como o nome já diz, o ponto forte dessa espécie de macaco é o seu nariz característico. Esse membro pode chegar até a 60 centímetros de comprimento e realmente chama a atenção. Eles fazem parte da espécie Nasalis Larvatus. As fêmeas da espécie, apesar de carregar o mesmo nome, não possuem essa excêntrica característica. Durante algum tempo as civilizações da Indonésia acreditavam que esse animal era um ser espiritual e não fazia parte desse plano.

8 - Demônio da Tasmânia

Quem nunca ouviu falar desse animal. Afinal, ele fez parte da infância de muitas pessoas no desenho Taz Mania. Ele era uma lenda entre os aborígenes da Austrália. Eles descreviam ter visto feras com grandes garras pela floresta. Ele também recebe o nome de Diabo da Tasmânia. A sua aparência é como a de um cão grande e postura de uma hiena. Ele passou a ser protegido em 1941 após estar em perigo de extinção.

Publicado em: 13/12/17 16h34